14 de dez de 2015


[Seriando um Pouquinho] Downton Abbey


Sinopse: No início do século XX, a família Crawley luta para manter o legado de Downton Abbey. Após a morte de um parente que estava à bordo do Titanic, Robert Crawley (Hugh Bonneville) descobre que o novo herdeiro da propriedade é um sobrinho distante, Matthew Crawley (Dan Stevens), um advogado com pensamentos modernistas. Enquanto Robert e sua esposa Cora (Elizabeth McGovern) se preocupam com o futuro das suas filhas, Mary (Michelle Dockery), Edith (Laura Carmichael) e Sybil (Jessica Brown Findlay), os empregados da mansão trabalham para manter a rotina da família, com todas as regras da época.

A série britânica Downton Abbey é uma verdadeira obra de arte. Criada por Julian Fellowes, a trama retrata a vida da família Crawley, dona da fictícia propriedade rural que dá nome à serie, e seus criados que vivem no andar de baixo. Ambientada em Yorkshire, no início do século XX, durante o reinado de George V, a trama perpassa por acontecimentos históricos de conhecimento geral de qualquer pessoa, como o naufrágio do Titanic, a I Guerra Mundial e a pandemia de gripe espanhola. O drama de época se passa em um castelo real, o Highclere Castle, localizado em Hampshire. 


Iniciada em 1912, a história começa quando a família Crawley descobre que o herdeiro da propriedade e do título de conde perde a vida com o naufrágio do Titanic. A partir daí, Robert, sua esposa Cora e suas filhas, Mary, Edith e Sybil descobrem a existência de um outro parente distante que, de acordo com a hierarquia da nobreza briytânica, passa a ser o herdeiro do título e da propriedade, Matthew Crawley. A possibilidade da mudança causa preocupação, não somente para a família aristocrata britânica, mas também, para os seus criados, que estão satisfeitos com o funcionamento da casa e com a sua posição de servidão. A série não tem reviravoltas eletrizantes nem mistérios a serem descobertos, inclusive uma amiga, que não sabia que eu já acompanhava, veio me indicar a série com a seguinte frase: "Miau você tem que ver uma série britânica onde nada acontece, mas é linda e te prende, tenho certeza que você vai amar", mal sabia ela que eu já estava viciado. O roteiro de Julian Fellowes e a qualidade da interpretação dos atores já são suficientes para deixar qualquer um apaixonado, ainda assim, existe todo um cuidado e uma delicadeza por parte da produção no que diz respeito aos figurinos, fotografia, direção de arte, trilha sonora etc. 


Basicamente, a série retrata o dia a dia de uma família nobre do Reino Unido e seu batalhão de criados, com todas as suas regras de convivência e os dramas vividos por eles, seja em questões amorosas, ou questões simples do cotidiano local. Ainda assim, consegue prender a sua atenção e faz com que você sofra com os problemas que impedem a felicidade completa do casal Ana Smith e John Bates, acompanhe a relação atribulada das irmãs Mary e Edith, torça por lady Sibil, uma mulher à frente do seu tempo e por aí vai. Um plot que chama atenção, é a relação entre as primas Violet Crawley (Maggie Smith) e Isobel Crawley (Penelope Wilton), o companheirismo e o eterno duelo das duas rendem ótimos diálogos. Ambas são muito diferentes mas convivem, entre muitas brigas, de maneira saudável. O núcleo dos criados, é tratado com a mesma importância dada à família do Conde. Dessa maneira, também somos envolvidos sentimentalmente com todos os criados, a tentativa de crescer na vida de alguns e o comodismo de outros, e somos apresentados À duas realidades bem diferentes à primeira vista, mas que se mostram bem parecidas quando observamos mais de perto cada uma delas. 





A pesar de se passar no inicio dos anos de 1910, alguns temas muito atuais são tratados de maneira bem interessante, como a cura gay, o feminismo, a subserviência da mulher perante seu marido, o direto ao voto e à educação, engajamento político, intolerância religiosa, relacionamento entre pessoas de classes sociais distintas etc. Exibida no Reino Unido pelo canal ITV, a série ganhou inúmeros prêmios, como entre eles dois BAFTA e seis Emmy, no ano de 2011, o Globo de Ouro de Melhor Minissérie ou Filme de Televisão e um Primetime Emmy Award de Melhor Minissérie, além do registro feito pelo Guinness World Records como a série de língua inglesa mais aclamada pela crítica.

   
   
   
   

Elenco:
Joanne Froggatt como Anna Smith
Brendan Coyle como John Bates
Rob James-Collier como Thomas Barrow
Jim Carter como Charles Carson
Phyllis Logan como Elsie Hughes
Lesley Nicol como Beryl Patmore
Sophie McShera como Daisy Robinson
Allen Leech como Tom Branson
Jessica Brown Findlay como Lady Sybil Crawley
Laura Carmichael como Lady Edith Crawley
Michelle Dockery como Lady Mary Crawley
Dan Stevens como Mr. Matthew Crawley
Hugh Bonneville como Robert Crawley
Elizabeth McGovern Cora Crawley
Penelope Wilton como Isobel Crawley
Maggie Smith como Violet Crawley

Existem outros criados, familiares ou figuras da alta sociedade que aparecem em alguns episódios ou participam de temporada, entretanto esses são tidos como principais.





Downton Abbey está sendo finalizada na sua sexta temporada e esta deixando muita gente (inclusive eu) carente. Sem contar spoilers, a série faz com que nos apaixonemos por todos os personagens e sintamos sua falta, no caso dos personagens que a deixam no decorrer das temporadas. Cada temporada conta com oito episódios mais um especial de natal. Esse ano, o especial previsto para ser exibido no dia 25 de dezembro, terá 90 minutos de duração e se passará na virada para 1926. Os produtores prometem um episódio com amor e perdas, felicidade e corações partidos e uma virada de ano inesquecível. No Brasil, a série é exibida desde 2012 pelo canal Globosat HD e em abril de 2013, a GNT iniciou a exibição da primeira temporada.
Comentários
21
Compartilhe

21 comentários:

  1. Olá! Não conhecia "Downton Abbey" ainda. Mas me interessou bastante, pois gosto de séries e filmes de época. A roupa, os costumes, a música, tudo dessa época (séculos XIX e XX) me encantam. Acredito que conhecer o passado é muito importante. E essa série me lembrou um pouco Os Tudors. Com certeza vou pesquisar mais e, quem sabe, assistí-la.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arthur, não sei se parece com The Tudors (essa série ainda está na minha lista, preciso de tempo para conseguir assistir toda a lista), mas é uma boa série, assista que você vai gostar.

      Excluir
  2. Não conhecia a série e confesso que já estava descartando-a até você mencionar os assuntos que são tratados. Acho que seja uma abordagem interessante tratar de assuntos na sociedade daquela época.
    Vou conferir.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de dezembro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista, achei interessante como esses temas são tratados, são tratados de maneira sutil. A série é tão cuidadosa com sua trama, que não somente figurino, cenário e todos os assuntos, são tratados de maneira delicada.

      Excluir
  3. Olá!
    ADOROOO essa série! Os dramas dos personagens são demais e é tudo tão lindo e bem feito!
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas | SORTEIO 250 SEGUIDORES! NOS SIGA E PARTICIPE :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adoro a série Thalita, pena que vai acabar :(.

      Excluir
  4. Só não comecei a assistir essa série ainda porque já assisto coisas demais. Agora que ela vai finalizar, fica mais fácil ir fazendo maratonas. Adoro histórias de época!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso carla, ela é boa para maratonar, pois as temporadas são curtas.

      Excluir
  5. Oi eu nunca tinha ouvido falar dessa serie e olha que eu sou apaixonada por series, amo series que se passam em outro seculo, amei a sinopse e que pena que ela esta sendo finalizada tenho certeza que vários fãs estão muito triste, com certeza vou assistir, obrigada pela dica bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernanda, depois conta o que achou da série.

      Excluir
  6. Olá!
    Downton Abbey é maravilhosa! Uma série que tinha tudo para ser entediante, mas que, ao contrário, cativa muito. Também sentirei falta.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já estou sofrendo com o final... Esperando ansioso pelo especial de natal deste ano.

      Excluir
  7. Adoro histórias e filmes de época, mas ainda não conhecia essa série. Parece ser uma série muito boa, agora que estou de férias vou ver se aproveito para assisti-la :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista Rita, tenho outras séries de época na minha grade (entre assistidas e à assistir), aos poucos vou sugerindo aqui.

      Excluir
  8. dá pra crer que eu so vi a primeira temporada e tipo assim mto rapidinho mas depois parei. pq na verdade fui fuçar e ´procurei spoilers e fiquei meio decepcionada com ums coisas que iam acontecer entao parei :S mas adoro coisas de epoca assim. queria mto ter vivido nesta epoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rayane, isso também aconteceu comigo, quando acabei a primeira temporada, fui procurar spoilers e fiquei um pouco triste com algumas coisas que iriam acontecer, mas os produtores souberam tratar dessas coisas de maneira que, mesmo com essas coisas (dificil falar sem contar o spoiler), as pessoas pudessem continuar gostando e acompanhando a série.

      Excluir
  9. Nossa, que série boa é essa e eu nem conhecia.
    Gostei mto dos assuntos tratados e por ser de epoca achei interessante.
    Beijos

    Blog Livros e Sushi
    https://livrosesushi.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suzzy, a série é muito boa, acredito que você vá gostar.

      Excluir
  10. Essa é a parte do blog que eu fico deslocada, acho que sou o único ser do universo que não acompanha nenhuma série, kkkkk.

    ResponderExcluir
  11. Miau!
    Não acompanho a série, embora me pareça bem rica, início do século XX e deve ter muita trama por trás.
    Ganhei um livro lindo, que fala sobre a série, porém ainda não li.

    “Não esqueça que Natal não é do Papai Noel tão pouco para ganhar presentes materiais, mas é a data que recebemos o melhor presente para nossa existência, Jesus!” (Rogério Stankewski)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  12. Já tinha ouvido muita gente comentar sobre essa série, mas ainda não tinha lido nada sobre ela. Parece ser interessante, já que gosto de ler e estudar a época. Com certeza irei assistir assim que ficar de férias!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações