13 de jan de 2016


[Conhecendo o autor] Camila Moreira


Olá, amores e amoras.

Eu sou a Camila Moreira, autora dos livros “O amor não tem leis” e “8 segundos”. A convite da fofa da Lay estou aqui para falar um pouquinho da minha vida literária.

Tenho 27 anos, sou goiana por nascimento, mas me considero mato-grossense de coração, pois moro em Lucas do Rio Verde há 10 anos. Aqui eu sou assessora na Polícia Civil e, recentemente, conclui minha tão sonhada faculdade de Direito.

Nunca imaginei que um dia seria escritora. Acredito que eu já tinha pré-disposição para escrita desde criança, pois sempre tive facilidade com tudo que se relacionava a texto, português e redação, mas entrei na literatura um pouco tarde. A lembrança que tenho do primeiro livro que li foi Dom Casmurro, Machado de Assis.

Eu sempre digo que ele me abriu as portas do paraíso, e nunca mais consegui sair.

Entretanto, ser escritora era algo que não passava em minha cabeça, nunca cogitei essa hipótese, e nunca havia escrito nada com essa finalidade, mas ao passar por um problema pessoal resolvi usar a literatura e a escrita como forma de suprir a tristeza que vivia naquele momento. Foi ótimo. Os livros me fizeram companhia, e foi quando eu rabisquei os primeiros capítulos de uma história minha. Os primeiros capítulos de “O Amor não tem leis” surgiram em novembro de 2013. Como lia bastante, cerca de 8 a 10 livros por mês, senti necessidade de ler algo que se passasse em nosso país e que tivesse características do nosso cotidiano. Também ansiava pelo livro que me mostrasse uma mocinha decidia. Que retratasse a mulher moderna, que se ama acima de tudo e que não tem medo de buscar seus sonhos. Assim surgiu a Maria Clara, uma mocinha — que de mocinha não tem nada — que não tem vergonha de mostrar a que veio, que não depende de ninguém e que não se importa com os preconceitos que a sociedade nos impõem há anos, principalmente quando se trata da libertação sexual feminina.


Sou muito eclética quando se trata de leitura. Leio de tudo um pouco, com raras exceções. Entretanto, o gênero que predomina em minha estante é o romance, principalmente o erótico, por isso resolvi seguir no gênero: de leitora a escritora.

A literatura erótica é completa. Encontro de tudo dentro de um livro erótico e, acredito que, através dele, as mulheres tenham conseguido um pouco mais de voz dentro do tema “sexo”. Os livros trouxeram uma naturalidade para tratar desse assunto que antes não tínhamos. Quem imaginaria que, dentro de uma livraria, um grupo de mulheres se reuniria para falarem de livros que tratam de sexo?! Eu vivi para presenciar isso, com os meus livros sendo discutidos. Foi uma conquista muito grande, para nós mulheres. E espero que não pare por aí.

Quando escrevi os primeiros capítulos de “O amor não tem leis” mostrei para um grupo de amigas. Um grupo que tinha como objetivo a literatura; trocávamos dicas e fazíamos leituras em conjunto. Elas gostaram do que eu havia escrito e me convenceram a postar no Wattpad. Já conhecia a plataforma, através da escritora Mila Wander, pois acompanhava uma de suas histórias; “Despedida de solteira”. E, por conhecer as ferramentas e estar familiarizada com seu uso, não tive duvidas quando escolhi o Wattpad para começar a publicar minhas histórias.

Eu fiquei impressionada com a aceitação dos leitores. Nos primeiros capítulos postados alcançamos a marca de 80 mil leituras. Eu fiquei estarrecida com a quantidade de pessoas lendo e me acompanhando. Era, e ainda sou, uma aspirante e, perceber que várias pessoas gostaram da minha história e decidiram embarcar na minha aventura foi algo inesperado, mas gratificante. Passei a ser reconhecida dentre os autores da plataforma e também nas redes sociais, e isso me rendeu um contrato com uma editora.

Em fevereiro de 2014 eu publiquei o “O amor não tem leis” na Amazon, pela editora TDL. O livro ficou cerca de 15 dias como o livro mais vendido da plataforma, chamando atenção da Suma de Letras, editora que estou hoje.

Foi uma surpresa muito grande. Conseguir publicar um livro já é um sonho, e quando a editora que te recebe é um nome forte no mercado editorial é quase surreal.

Quando leio uma resenha, um comentário, ou quando recebo uma foto de meus livros nas livrarias pelo país afora, tenho que me beliscar e ter certeza de que ainda não estou sonhando. Acredito que o fato de minhas histórias se passarem no Brasil, e de trazer um pouco de realidade para os romances tenha conquistado os leitores, e eu sempre agradeço por isso.


Tive muito apoio desde o início, e tenho muito orgulho em dizer que meus pais são meus maiores fãs, ao lado da minha irmã e meu namorado. Meus amigos sempre me incentivaram e a cada conquista, cada contrato, a comemoração envolvia todos.

O amor não tem leis” teve sua nova versão lançada pela Suma de Letras em agosto de 2014, sendo seguido pela sua continuação, “O amor não tem leis – O julgamento final” em outubro do mesmo ano. No meio dos dois lançamentos estive na Bienal do Livro, em São Paulo. Foi minha primeira Bienal e eu fiquei fascinada pelo mundo que acabava de conhecer. Dividi tudo com minha irmã, que me acompanha praticamente em todos os eventos. Ela é meu porto seguro, minha cabeleireira, organizadora de fila, maquiadora, buscadora de coisas perdidas e irmã nas horas vagas.

Após as publicações de “O amor não tem leis” trabalhei para o lançamento de “8 segundos”, meu terceiro livro. Histórias completamente diferentes, mas que tinha em comum o cenário brasileiro como palco das histórias de amor.

2015 foi um ano turbulento, pois foi meu último na faculdade (Yes!! Agora sou uma bacharel em direito), mas também foi um ano especial e acho que um dos momentos que ficará em minha memória foi participar do programa da Marília Gabriela. Fiquei muito nervosa, mas fui muito bem recebida pela produção dela, e estava muito bem acompanhada pela a assessora de imprensa da editora Objetiva. Então, tentei o máximo me acalmar e ser o mais natural possível. Foi maravilhoso. 

Em setembro estive em minha primeira Bienal do Rio de Janeiro. Algo que também ficará marcado em minha vida. Foi surreal, cheguei a ficar 5 horas autografando sem parar. Sem falar que foram três dias de evento. Conheci escritores excelente, me reencontrei com amigos queridos e vivi grandes momentos.

Agora, já aos 45 minutos do 2º tempo, finalzinho de 2015, mas precisamente dia 23, lançarei um romance curto na Amazon. Chama-se “Em busca do prazer” e será publicado em e-book.

Agradeço ao blog pela oportunidade de mostrar aos leitores um pouquinho da Mila por trás da Camila Moreira. E também parabenizar, pois a página é linda. O apoio de vocês é extremamente importante. E aos leitores, deixo meu carinho, pois sem vocês essas histórias nunca teriam ganhado vida. Cada um faz parte desse sonho.

Um Beijo da Mila. :*

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Curtiram conhecer um pouco mais a Mila? Pois eu também amei conhecê-la na Bienal, e a gente quase não se encontra, hein Mila?? Mas deu tudo certo no final.
Comentários
18
Compartilhe

18 comentários:

  1. nossa muito sucesso... li 8 segundos e nao sabia de toda a trajetoria dela. sempre gostei mto de escrever tbem e assim como eu ela fez direito!!!!! hahah amei. uma fofa. mta sorte e sucesso..

    ResponderExcluir
  2. Oi Lay, eu não conhecia a Camila, mas achei super legal conhecer um pouquinho dela!
    E tô curiosa p ler as histórias, lemos mt coisa de fora, então uma história nacional é muito bem bem-vinda!

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. O livro é de um gênero que eu não curto muito ,mas sei que tá fazendo o maior sucesso e parece ser muito merecido...só vejo críticas positivas =) Adorei conhecer mais sobre a autora, boa sorte p/ ela nessa jornada. Abraços
    bookdan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi amei conhecer um pouco dessa escritora, o livro dela O amor não tem leis já está na minha lista de leitura a um bom tempo bjs.

    ResponderExcluir
  5. Oi Layane! Não conhecia a Camila ainda, mas adorei saber um pouco sobre ela. Realmente não temos uma literatura nacional muito bem consolidada e precisamos mudar isso. Quanto ao gênero em que ela escreve, não me interesso muito. Mesmo assim amei a postagem. Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Olá, Lay.
    Já conhecia a Camila. Fico muito feliz ao ver escritoras como ela se destacando em gêneros tão concorridos como a literatura hot. Isso mostra uma qualidade enorme.
    Porém, confesso, que não leria as obras dela. O gênero não me agrada.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de janeiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
  7. Oi Lay!!
    Ela parece uma garota!!Linda!!!
    Gosto muito de literatura nacional e fiquei muito feliz de saber dos "números" que O amor não tem leis alcançou..(gostei muito do livro,é hot sem ser apelativo).
    Muito sucesso pra ela e pra você também..Amei a postagem.

    ResponderExcluir
  8. Lay!
    Muito bom poder conhecer um pouco mais da autora e ela é bem simpática e aberta.
    Já vi resenhas dos livros dela em outros blogs e parecem bons.
    “Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” (Cora Coralina)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  9. Oi Lay, não conhecia a Camila, mas adorei saber que há mais escritores nacionais entrando no ramo, já que não são tão valorizados quanto os internacionais.
    Sucesso pra ela.

    ResponderExcluir
  10. Li 8 segundos e amei, foi com certeza um dos melhores livros que li em 2015!! Gostei muito, amei a história!!

    ResponderExcluir
  11. Olá, Layane.
    Adorei a postagem. Já tinha visto o livro 8 segundos em alguns blogs mas não conhecia a autora ainda. É muito legal quando um autor começa fazer sucesso de forma independente e as editoras reconhecem o trabalho deles. Meus parabéns a autora e muito sucesso e assim que der eu vou ler algo dela.

    ResponderExcluir
  12. Olá, Layane.
    Adorei a postagem. Já tinha visto o livro 8 segundos em alguns blogs mas não conhecia a autora ainda. É muito legal quando um autor começa fazer sucesso de forma independente e as editoras reconhecem o trabalho deles. Meus parabéns a autora e muito sucesso e assim que der eu vou ler algo dela.

    ResponderExcluir
  13. Oiieee,
    Amei conhecer a Camila melhor, nossa eu ainda não li os livros dela, mas pretendo, eles parecem ser muito bons, fiquei muito feliz em saber um pouco mais sobre a autora.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Muito legal a entrevista com a Camila e sempre legal poder conhecer o autor de trás dos livros, já li algumas resenhas de seus livros e fiquei muito interessada em 8 segundos que quero ler !!

    ResponderExcluir
  15. Oi Lay!
    Gostei de conhecer uma pouco mais da autora, li todos os livros que ela publicou. Apesar de não gostar de literatura erótica, a escrita da autora me chamou atenção por seus personagens marcantes.
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Não a conhecia, e gostei bastante de conhecê-la um pouco, e gostaria de ler os livros dela, parecem bem interessantes!

    ResponderExcluir
  17. Adorei conhecer um pouco mais a da autora, primeiro livro que li dela foi 8 segundo e amei demais, ansiosa para ler mais livros da Camila.

    ResponderExcluir
  18. Amei conhecer essa autora, que ela continue escrevendo ótimos livros para nós.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações