16 de fev de 2016


[Resenha] Encontrando-me - Cora Carmack

Ficha Técnica

Título: Encontrando-me
Título Original: Finding It
Autor: Cora Carmack
ISBN: 978-85-8163-712-9
Páginas: 290
Ano: 2015
Tradutor: Paulo Polzonoff Junior
Editora: Novo Conceito
41A maioria das garotas mataria para passar meses viajando pela Europa após a formatura da faculdade, sem responsabilidade, sem os pais e sem limite nos cartões de crédito. Kelsey Summers não é exceção. Ela está tendo o momento de sua vida... ou isso é o que ela continua dizendo a si mesma. É um negócio solitário, pois está tentando descobrir quem ela é, especialmente porque está com medo de não gostar do que pode encontrar. Nenhuma quantidade de bebida ou dança pode afugentar a solidão de Kelsey, mas talvez Jackson Hunt possa. Depois de alguns encontros casuais, ele a convence a fazer uma viagem de aventura ao invés de ficar bebendo. A cada nova cidade e experiencia, a mente de Kelsey se torna um pouco mais clara, e seu coração menos. Hunt ajuda a desvendar seus próprios sonhos e desejos, mas quanto mais ela conhece sobre si mesma, mais percebe o quão pouco ela sabe sobre ele.

Resenha


E eis que chegamos ao último livro da série Losing It, da Cora Carmack. Precedido de Perdendo-me e Fingindo, onde tivemos como protagonistas Bliss e Cade, respectivamente, chegou a vez da Kelsey Summers. Os três são amigos e se conheceram na faculdade de teatro. Agora todos já se formaram e Bliss e Cade estão felizes com o desenrolar de suas vidas.

Selo-Parceiros-Novo-Conceito42222322Kelsey não apareceu muito nos livros anteriores, na verdade ela pouco apareceu em Perdendo-me e em Fingindo ela já está viajando, mas o pouco de sua presença deu-nos uma ideia de quão forte é sua personalidade. A garota tem vinte e dois anos, acabou de de se formar na faculdade de teatro, é linda, tem muito dinheiro e está viajando pelo mundo antes de encarar seu futuro, escolhido pelos seus pais. Quem não quereria isso? Poder viajar sem destino certo, sem se preocupar com dinheiro, emprego, com absolutamente nada?

Não vou mentir para vocês, a princípio achei que Kelsey seria mais uma daquelas garotas ricas mimadas e rebeldes sem causa, afinal, descobrimos nas primeiras páginas que o objetivo dessa viagem na verdade é uma fuga dos seus pais e uma busca pela descoberta de quem realmente é.
Sabia que tinha sorte. Que era até mesmo abençoada. Mas aquilo era muita pressão... tentar não desperdiçar o que se recebeu. Queria realizar alguma coisa. Amar alguma coisa. Ser alguma coisa. Mas não sabia como. Não sabia o quê.
Pág. 30
Quando o livro começa Kelsey já está viajando há alguns meses, mas sua busca parece infrutífera, ela viaja, conhece novos lugares, novas culturas, se hospeda em albergues (para afrontar o pai e ter a oportunidade de conhecer mais pessoas) e as noites sempre são regadas a muito álcool, música, homens e sexo.

É em uma dessas noitadas que ela conhece o misterioso ex-militar Jackson Hunt. A atração é evidente, mas algo impede Hunt de ficar com Kelsey, o que a deixa confusa e irritada, afinal, não está acostumada a ser rejeitada. Porém, após alguns encontros casuais nas baladas, Hunt convida Kelsey a viver uma semana de aventura com ele, viajando.
Aventuras não acontecem se você estiver preocupado com o futuro ou se apegando ao passado. Elas só existem no presente. E elas sempre, sempre, surgem na hora mais inesperada e da forma mais improvável. Uma aventura é uma janela aberta, e um aventureiro é a pessoa disposta a rastejar pelo peitoril e saltar.
Pág. 03
Enquanto eles viajam pela Europa, Hunt ajuda Kelsey a encarar seus medos, mesmo sem conhecê-los, e entendemos o passado da garota. O mistério que permanece é a vida de Hunt e confesso que, embora eu desconfiasse, quando a Cora nos revelou, já era algo supérfluo, já havia me encantado com o personagem.
Não sabia como fazer para que aquilo desse certo, como não me magoar. Só sabia que estava cansada de viver com medo. Medo de tudo. De crescer e envelhecer. Da vida e do amor.
Pág. 285
E por falar em Europa, adoro quando um livro me faz viajar por diversos lugares. Em Encontrando-me passamos por vários países e eu fiquei deslumbrada. A Cora nos fala um pouco sobre os lugares, mas nada muito detalhado ou que se torne chato, me senti parte dessa aventura, e em breve teremos um Além das Páginas sobre o livro, ok?!
- O melhor da vida é aquilo que não podemos planejar. E é muito mais difícil encontrar felicidade quando se procura num só lugar. Às vezes, você simplesmente tem de se livrar do mapa. Admitir que você não sabe para onde está indo e deixar de se pressionar para descobrir. Além disso... um mapa é uma vida que outra pessoa já viveu. É mais divertido criar seu próprio mapa.
Pág. 126
Bem, mais uma vez gostei muito da construção da narrativa da Cora, dos seus personagens. Embora esse livro tenha me lembrado muito o filme Curtindo a Liberdade, não achei algo ruim, afinal curti o filme também, nada demais, uma estória legal, rápida de ser lida e cativante. Entretanto, acho que nas últimas páginas ela se perdeu, parecia que estava com pressa para terminar e fiquei com a sensação de que o final foi muito forçado, faltando algumas peças no meio do caminho.

Ainda assim esse fato não influenciou na minha opinião geral do livro, Kelsey e Hunt fizeram seus papéis perfeitamente e a Cora foi feliz em passar pelo humor (no livro Perdendo-me), pelo romance sensual (em Fingindo) e pelo drama de Encontrando-me, agradando seus fãs. Uma leitura válida, rápida e deliciosa ;)

Compare e Compre
Comentários
10
Compartilhe

10 comentários:

  1. Amo livros de drama e ainda mais quando se passam na Europa. Acho que vou gostar bastante da trilogia, interessante cada livro possuir um tema como foco! Adorei sua resenha, abraços.

    ResponderExcluir
  2. Sua resenha está muito boa, quero muito ler a série Losing It, a história parece ser muito boa e como adoro livros do gênero de romance, acredito que irei gostar da história desses livros.

    ResponderExcluir
  3. Lay!
    Li todos os livros dessa série e gostei muito.
    Aqui gostei mais ainda porque como gostamos de viajar, pude aoompanhar toda viagem sem nem sair de casa.
    “O saber é saber que nada se sabe. Este é a definição do verdadeiro conhecimento.”(Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Top Comentarista fevereiro, 4 livros e 3 ganhadores, participe!

    ResponderExcluir
  4. Lay, eu geralmente não leio livros assim e comecei a ler a resenha com a certeza de que não leria, mas depois de conhecer mais a fundo sobre a história, confesso que agora estou bastante curiosa para conferir também, principalmente pela trama nos levar para viajar para vários países. Adorei isso! Lerei sem falta.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. mto boa a sua resenha. achei bacana o fato deles viajarem para europa. mto bacana. masnao sei fico achado que estes livros sao mto young adults... depois de ler a resenha comecei a gostar mais deste livro pq pela capa eunao iria ler nao

    ResponderExcluir
  6. Olá Lay!!
    Não li os outros dois livros dessa série por falta de tempo...gostei da suam resenha só que a capa me passou a impressão de ser um livro "água com açúcar"..não sei...

    ResponderExcluir
  7. Faz tanto tempo que eu não leio um livro de romance, que agora bateu até uma saudade. Esse é o primeiro livro desse tipo que eu vejo que em cada livro um personagem diferente "lidera", e realmente parece muito emocionante. Mas coitada da personagem principal, pelo jeito não queria nada serio com o boy, mas acabou se envolvendo com ele completamente. O ruim disso que isso pode até comprometer em algum ponto o seu futuro. Pois ela ainda é bem nova, e recém-formada, tem tudo o que uma garota quer. Alem de ter muito dinheiro, que pode gastar tudo em livros kkkk. No geral o livro me agradou bastante, pois os livros passados me parecem ser muito bom. Apesar de que, pela resenha, as historia passadas não tem muito o que influenciar nessa, pois a personagem principal quase não aparecia, esse livro é daqueles que tanto pode ser lido dentro da serie, como fora, o que deixa o livro mais especial neeh.

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente ainda nao tive oportunidade de ler nenhum livro desta autora, mas todos os comentários que eu vejo sobre essa autora são positivos, já esta na minha lista de leitura!

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Só li o primeiro livro da serie mas já deu para conhecer um pouquinho da Kelsey e fiquei curiosa quando soube que teria o livro dela, parece que algo longo do livro a personagem vai crescendo e também gostei muito dessa viagem por vários países !!

    ResponderExcluir
  10. Maravilhosa capa.
    Ja tinha ouvido falar dessa série.
    Porem não dei muita importância, por não fazer meu gênero literário, gostei bastante da sua resenha, com certeza vou dar uma pesquisada e vou ler.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações