13 de mar de 2016


[Resenha] O Beijo do Bilionário - Julie Farrell

Ficha Técnica

Título: O Beijo do Bilionário 
Título Original: The Billionaire's Kisses
Autor: Julie Farrell
ISBN: 978-8150-713-100-8
Páginas: 192
Ano: 2016
Tradutor: Andreia Barboza
Editora: Babelcube
41Esta história vai fazer você ficar louca por bilionários! Ela contém cenas de sexo extremamente eróticas e sensuais, orgasmos em abundância e um homem incrivelmente bonito que sempre consegue o que quer. A diretora de operações, Amy Carter, é uma londrina bem-sucedida na carreira que está passando por um enorme problema: o firme assédio moral da empresa de Nova York, Irmãos Quinlan. Ao que tudo indica, cabeças vão rolar. Amy está determinada a lutar por seus colegas de trabalho, mas, ao chegar em Nova York, ela conhece Adam Quinlan, que deixa claro que está interessado em negociar com ela em um nível mais pessoal. O bilionário, playboy e CEO, Adam Quinlan, sempre consegue o que quer: ele é bonito, confiante e gosta de ver as mulheres sucumbirem ao seu charme. Quando a bela Amy chama sua atenção, ele decide que irá seduzi-la. Mas, há um problema: o último pedido de seu falecido irmão foi que ele comprasse a empresa de Amy para que o projeto em que ele estava trabalhando pudesse ser completado. Adam sabe que, provavelmente, precisará demitir algumas pessoas, mas seduzir e levar Amy para sua cama, se torna, subitamente, mais importante do que negociar na sala de reuniões. Amy quer mais de um homem do que apenas sexo alucinante e sem compromisso. E, certamente, não quer nada com o seu rival, Adam Quinlan. Então, por que ela não consegue parar de pensar nele, dentro e fora do quarto e da sala de reuniões? E o que está acontecendo com o solteirão convicto? Ele realmente está mudando de ideia e se apaixonando? Independentemente da razão, Adam está prestes a descobrir que existem algumas coisas que o dinheiro não pode comprar...

Resenha


Essa é minha segunda experiência com a escrita da Julie Farrell, afinal eu já havia lido Ruby in the Dust: O amor numa xícara de chá quando o livro foi publicado pela Editora Charme, mas tenho que dizer que os dois livros são muito diferentes um do outro. O Beijo do Bilionário é o primeiro livro da série Os Magnatas, e soube da série quando entrevistamos a Julie no ano passado, então, quando o pessoal da Bookmarks nos procurou para em parceria lermos esse livro fiquei muito empolgada, pois seria minha chance de ler outro livro da Julie, com uma temática diferente.

Amy é uma jovem londrina que está em Nova Iorque para tratar da aquisição da empresa em que trabalha, a Grafton Techs, pela Irmãos Quinlan. A situação está muito tensa entre as empresas e o objetivo de Amy é fazer com que essa aquisição aconteça da maneira mais tranquila possível para ambas as partes, mas de preferência para a pequena Graffton Tech e seus quase trinta funcionários, mas as coisas estão um pouco complicadas para ela: há quase duas semanas ela pegou James, seu namorado, em uma posição bastante comprometedora com a assistente. Como se isso não fosse suficiente, eles trabalham na mesma empresa e ainda continuam dividindo o apartamento, pois nenhum dos dois tem como pagar o aluguel sozinho.

Agora que passará três dias em Nova Iorque a trabalho será ótimo ficar longe do drama de sua vida pessoal, mas ela não contava que seu voo fosse atrasar e que ela chegaria atrasada em sua primeira reunião com os irmãos Quinlan e chegar vinda direto do aeroporto, cansada e estressada. É assim que ela se esbarra em Adam Quinlan, o inimigo. Sim, eles se conhecem assim, dessa forma bastante clichê, mas vamos em frente. A atração entre eles é incrível, mas quando Amy descobre que ele é o inimigo, sabe que deve ficar afastada dele.
Adam era arrogante e, provavelmente, nada confiável. Então porque seu corpo chegava a doer pelo toque dele? Era tão primitivo. As palavras que saíram de sua boca durante toda a reunião de hoje foram insistentes e pretensiosas, mas de alguma forma ele tinha se enraizado em sua cabeça. Não, não em sua cabeça, porque, mentalmente, ela não queria nada com ele. Mas fisicamente - como ele tinha conseguido despertar tantas sensações tão rapidamente? Sua mente dizia não, mas seu corpo só queria gritar sim!
Posição 13%
Adam é implacável. Quando quer algo ele vai para cima com todas as armas que tem. E não seria diferente na aquisição da Grafton Techs e agora em possuir Amy Carter. Desde que se esbarraram que ele queria ficar com ela, e faria de tudo para conseguir.
Amy tremeu em seus braços, sentindo a onda de tentação tornar impossível para ela dizer não. Ela sabia que era pouco profissional, mas que mal teria? Uma fome urgente a pressionava para ceder. Ela assentiu suavemente a cabeça, decidindo que havia sido guiada pela razão por muito empo. Agora, era hora de aceitar as promessas de paixão de Adam.
Posição 20%
Adam dirige a Irmãos Quinlan com seu irmão mais velho, Dylan. Ambos estão mais do que decididos a adquirir a Grafton Techs, mas quanto mais lemos é possível perceber que há algo por trás desse interesse, além do fato de que foi um pedido pessoal do irmão mais velho deles, Ivan, falecido há apenas um mês. O mistério envolvido é motivador, adoro quando existem no meio dos romances.

Voltando ao romance, Amy acaba cedendo, mas sabe que o relacionamento com Adam será apenas físico e enquanto estiver em Nova Iorque. Quando voltar à sua rotina em Londres será o momento de seguir com sua vida infeliz, morando com o ex-namorado e sem saber como será seu futuro profissional.
Mas o objetivo de Amy era se relacionar com um homem bom, que quisesse algo permanente. As únicas relações em que Adam Quinlan provavelmente estava interessado duravam no máximo doze horas - culminando em rolar na cama com a garota de sorte da vez.
Posição 13%
A estória trazida pela Julie em O Beijo do Bilionário é repleta de romance e cenas eróticas. Mas além do romance, como eu já falei também existe mistério, mas achei que ele foi mal explorado, bem como a rapidez com que algumas coisas aconteceram, acredito que o livro poderia ter ganhado mais algumas página e ter desenvolvido melhor essas questões, porque a impressão que fiquei foi de que ela estava com pressa de finalizar o livro, e, sinceramente, não gosto quando tenho essa sensação ao realizar uma leitura.
Talvez, perder Ivan tivesse arrancado a normalidade da sua vida de playboy, fazendo-o ansiar por alguma estabilidade. Amy Carter o intrigou. Ele queria saber o que a fazia feliz e despertava sua paixão. Queria abraçá-la e fazê-la rir, porque quando ela ria, seu belo rosto resplandecia como a luz do sol em seu coração.
Luz do sol em seu coração? Que porra é essa?
Adam não sabia o que estava acontecendo com ele. Era como se ela tivesse lançado um feitiço sobre ele, uma espécie de vodu do mal. Ele nunca se sentiu assim por mulher nenhuma.
Posição 26%


Tirando isso, o livro é muito bom, com narrativa em terceira pessoa, alternando entre Amy e Adam, a leitura é rápida, afinal tem apenas 192 páginas, então um dia foi mais do que necessário para finalizá-lo. Não sei ao certo quantos livros ao certo terá a série Os Magnatas, mas Julie já deixa claro no final que o próximo livro será sobre Dylan Quinlan. 



Compare e Compre
Comentários
7
Compartilhe

7 comentários:

  1. Apesar de ser uma leitura rápida, não leria a obra. Os motivos são: primeiro temos um mistério pouco explorado. Segundo, a premissa é totalmente clichê. Um CEO, rico, que acha que pode tudo e uma mulher que não quer sucumbir, mas que sabemos o que vai acontecer, é totalmente batido, mais do mesmo. Não consigo gostar de obras assim.
    Adorei a sua resenha, Lay; bem escrita e explicativa como sempre. Contudo, passo a dica.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de reinauguração. Serão quatro vencedores!

    ResponderExcluir
  2. Oi Layane!
    Muy caliente e muy mesma coisa né rs? Tipo Cinquenta Tons com uma modificação na história e um mistério pra variar um pouco. Não sei se leria, mas é uma boa dica pra quem curte esse tipo de gênero. Mas eu também passo. Detesto histórias que copiam outras, sem nada de interessante a acrescentar. A sua resenha é bem explicativa, mas passo mesmo rs.
    Abs!

    Participe do Nosso Sorteio de Páscoa!

    ResponderExcluir
  3. Não conheço o trabalho da escritora Julia Farrell,mas já estou gostando....
    Depois da sua resenha cheguei a conclusão que preciso de um bilionário...o problema é encontrar...

    ResponderExcluir
  4. Lay!
    Como gosto demais de romances eróticos, já fiquei mais que intressada.
    Uma pena que o mistério não foi tão desenvolvido, ainda assim, acredito que valha a pena.
    “Saber amar não é amar. Amar não é saber.” (Marcel Jouhandeau)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de março com 4 livros 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. me parece mto cinquenta tons de cinza este tipo de livro e eu particularmente nao gosto mto nao! hahah mas adorei a resenha

    ResponderExcluir
  6. me parece mto cinquenta tons de cinza este tipo de livro e eu particularmente nao gosto mto nao! hahah mas adorei a resenha

    ResponderExcluir
  7. Olá....
    Que demais a sua resenha... Mas esses romances eróticos não fazem meu estilo não... rsrs..
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações