21 de mar de 2016


[Seriando um Pouquinho] Bates Motel




Sinopse: Bates Motel é série de TV do canal pago estadunidense A&E que servirá de prelúdio ao clássico filme de Alfred Hitchcock Psicose (1960). A trama contará como Norman Bates (Freddie Higmore) desenvolveu seu lado sombrio e psicótico entre a infância e a adolescência, explicando como o amor de sua mãe, Norma (Vera Farmiga), ajudou a moldar um dos mais conhecidos maníacos da história do cinema.


                            

A série, como consta na sinopse, é um prelúdio do filme Psicose, de 1960. Essa proposta é bem perigosa, pois acaba mexendo em uma trama que tem legião de fãs e toca em um legado de um mestre dos filmes de terror, Alfred Hitchcock. A trama ainda tem mais um desafio, trazer a história de Norman Bates para um cenário contemporâneo. No início ficamos meio confusos com isso, pois a equipe de produção nos dá, através de película, figurino, objetos de cena, a impressão de que estamos na década de 1960, entretanto eles se comunicam por celular, tem computadores, acesso à internet etc. A série começa quando Norma decide comprar um Motel na cidade de  White Pine Bay, para começar uma nova vida ao lado do filho, após a morte do seu marido.


Atualmente a série está no início de sua quarta temporada e é possível ver claramente a evolução da doença mental de Norman. Me utilizando de conceitos de psicologia (que eu não conheço nada, mas sou ousado e uso sem saber se está correto), muito do que somos é reflexo da nossa relação com a nossa mãe, a maneira com que fomos criados e como encaramos o mundo. Sendo assim, a série cumpre perfeitamente seu papel de mostrar a relação doentia entre Norma e Norman Bates (sim, nomes combinadinhos). A dupla Vera Farmiga e Freddie Highmore está fantástica no papel de mãe e filho, respectivamente.


Os personagens são bem construídos, além de Norma e Norman, que já conhecemos por causa do filme de Hitchcock, somos apresentados à mais um membro da família, Dylan, o filho mais velho de Norma, que no decorrer das temporadas percebemos que tem muitos problemas emocionais. Um jovem rebelde que é rejeitado pela mãe, se recusa a chamar Norma de mãe e a trata pelo primeiro nome, se envolve com crimes, drogas etc. Temos também, Emma, uma colega de escola de Norman, que vem a ser sua melhor amiga. Ela se apaixona pelo garoto novo, sensível, deslocado da escola e acaba se aproximando da família Bates e indo trabalhar no Motel da família. O delegado Romero é outro personagem importante, que tem uma relação conturbada com Norma. 


Os principais, Norma e Norman  merecem um observação especia, já falei que eles estão bem no papel, mas preciso retificar isso. Vera Farmiga , que também é produtora da série, dá vida a uma mãe com problemas emocionais muito grandes, com traumas do passado, uma mulher que tenta ser forte, mas é frágil, tenta acertar, mas algo sempre dá errado, o que faz com que ela tenha momentos de muita loucura e bipolaridade. Dá pra perceber que Freddie Higmore teve uma preparação muito intensa pra viver o psicopata, pois, ele consegue mostrar com trejeitos, maneira de andar, modulação da voz etc, o mesmo perfil apresentado por Hitchcock em 1960. Ele transmite uma loucura no olhar na medida que a cena pede, em outros momentos se mostra um menino sensível, ou um jovem perturbado, ou um adolescente descobrindo as coisas da vida.


A série também é recheada de referências ao filme. A casa da família Bates é IGUAL à casa do filme, a direção de arte caprichou nos detalhes, Algumas cenas são claramente inspiradas nas cenas do filme (não dá pra falar quais cenas, mas ao assistir percebemos claramente). Mas não tem somente coisas boas, para manter o desenrolar do enredo ao longo de dez episódios por temporadas, temos muitas subtramas chatas, alguns episódios são de puro marasmos. Algumas tramas ficam dando círculos e não andam, temos homicídios, subornos, relação de poder, além de uma plantação gigantesca de maconha, a economia da cidade gira em torno da produção da droga. Mas se ainda não estiver convencido a assistir, olha só esse vídeo com cinco motivos para ver Bates Motel:




Elenco:
Vera Farmiga - Norma Louise Bates
Freddie Highmore - Norman Bates
Max Thieriot - Dylan Massett
Olivia Cooke - Emma Decody
Nestor Carbonell - Xerif Alex Romero




No Brasil, a série é exibida pelo canal fechado: Universal Channel e pela Rede Record na TV aberta.Este ano, estamos iniciando a quarta temporada e está ainda mais evidente o distúrbio mental de Norman, para quem assistiu o filme este poster da temporada diz muita coisa:


Comentários
10
Compartilhe

10 comentários:

  1. Adorei o post. Curto muito a série e a acompanho, mesmo sem nunca ter visto o filme de 1960 (o que me falta é vergonha na cara mesmo; sou cinéfila mas deixei passar alguns clássicos), além de ter o livro e não ter lido. Como já comecei nesse universo mais moderno, quero terminar a série antes de voltar no tempo e ler o livro e ver o filme, respectivamente.
    Freddie Highmore é um ÓTIMO ator, desde criança. Não decepciona em nenhum papel. Foi perfeitamente escolhido para este, e dá uma vida diferente à série. Muito bom.
    beijos
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Renata, sou meio louco e sempre q acaba uma temporada eu assisto o filme novamente, é muito louco pq Freddie tem os trejeitos do Norman do Filme.

      Excluir
  2. Bates Motel é uma série que me agrada demais. No começo fiquei um pouco confuso realmente (não sabia se a série era no passado ou no presente). Porém, depois acabei me acostumando com uma releitura moderna, com celulares e tudo mais.
    As atuações são ótimas e Norman e Norma realmente roubam as cenas.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de reinauguração. Serão quatro vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, também fiquei meio confuso, mas achei a solução dos roteiristas muito boa. pq continua relembrando o clásssico dos anos 60 através de elementos como figurino etc, mas temos a contemporaneidade presente, o que aproxima mais da nossa realidade.

      Excluir
  3. nossa nao conhecia e achei mto bacana a serie! parece ser mto boa. quero super assistir...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma série legal, vale a pena assistir.

      Excluir
  4. Miau!
    Acompanho a série pela Chanel e adoro!
    Agora é que começa a ficar bom porque os distúrbios começam a se evoluir e ficam mais evidentes...
    “Saber de cor não é saber: é conservar aquilo que se deu a guardar à memória.” (Michel de Montaigne)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de março com 4 livros 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acompanho baixando os episódios, e concordo, quando o estágio da loucura vai se agravando, vai ficando mais interessante.

      Excluir
  5. Olá...
    Já ouvi falar da série mas nunca assisti nenhum episódio. Vou ver se consigo acomapanhar, pois a trama chamou minha atenção.
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Olá Miau !
    Já ouvi falar dessa série mas ainda não assisti nenhum episódio..gostei da sua resenha e fiquei bem curiosa,vou tentar baixar todos os episódios da primeira temporada pra ver..Valeu a dica.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações