14 de mai de 2016


[Um Pouquinho de Mim] com Maraíse de Almeida


Olá queridos, tudo bem???

Na coluna "Um Pouquinho de Mim" de hoje, conheceremos um pouquinho a Mara, vamos lá?!


Sou a Maraíse e resido em Candeias, a 40 min de Salvador. Sou administradora e resenhista do blog Menina da Bahia. A convite da querida Lay vim aqui falar “um pouquinho de mim”.

Amo ser baiana, morar na Bahia e tão pertinho de Salvador, mas queria que meus conterrâneos dessem mais valor a cultura, a educação, aos bons costumes. A minoria consegue enxergar que isso é o que faz uma sociedade melhor.

Nem sei dizer quando eu comecei a gostar de ler, quando penso nisso sempre me lembro de estar lendo algo. Nos dias de domingo sempre almoçava na casa da vó e as tardes sempre ficava procurando livros do meu avô pela casa, para ler. E foi assim que achei meu primeiro romance de banca, talvez esquecido por um de minhas tias ou minha mãe, durante a adolescência. A partir daí não parei mais, porque descobri o quanto os romances de bancas eram queridos por muita gente, com quem passei a trocar livros e figurinhas... Eles me abriram as portas para esse universo literário. Depois me apaixonei pelos livros de Pedro Bandeira (Mariana, A marca de uma lágrima...) e da série Vagalume e meu gosto literário foi crescendo e diversificando com eles...

E tenho como marco, a série que me fez passar a comprar livros “de livraria”: a série Crepúsculo! Podem falar o que quiserem dessa série, mas ler esses livros me fez mergulhar em um mundo diferente e me conquistou a ponto de que não parei mais de ler. E hoje vejo o quanto ela foi importante não apenas para mim, de forma pessoal, mas para todo o mundo literário.

Eu perdi minha mãe quando tinha 22 anos e um ano e 3 meses depois perdi meu pai. Ambos por causas diferentes, ambos ainda novos, eles eram pessoas e pais como poucos são e me fazem falta todos os 365 dias do ano. Por isso, apesar de gostar praticamente de todos os gêneros, livros que tem mortes e perdas, como Sr. Daniels, Métrica e A culpa é das estrelas me tocam de uma forma bastante particular por causa disso. E sempre procuro correr deles, apesar de ter lido e amado todos os três citados acima.

Hoje já não leio romance de banca assim, até porque preferia os que eram lançados antigamente pela Nova Cultural, do que os que saem pela Harlequin. Leio muito rápido. De verdade. Apesar de muitas pessoas perguntarem e brincarem que se só faço ler na vida, eu trabalho em uma empresa privada no mínimo 8h por dia, tenho casa para cuidar e marido para dar atenção. Mas do mesmo jeito que alguns bebem muito ou dormem muito, eu leio vários livros em um mês. Geralmente dois livros ao mesmo tempo (um e-book e outro físico), isso me acalma, me diverte, me ensina...

Tenho como um dos meus livros favoritos (porque não sei se poderia dize que tenho um só), um livro que me tocou bastante de forma pessoal, levo para minha vida o que li nele e sempre lembro dele, de suas frases: 11 minutos de Paulo Coelho. Li ele aos 18/19 anos e por muito tempo, essa história ficou fixamente povoando minha mente...
No amor, ninguém pode machucar ninguém; cada um de nós é responsável por aquilo que sente, e não podemos culpar o outro por isso.
Já me senti ferida quando perdi os homens pelos quais me apaixonei. Hoje estou convencida de que ninguém perde ninguém, porque ninguém possui ninguém.
Essa é a verdadeira experiência da liberdade: ter a coisa mais importante do mundo, sem possuí-la. 
Minha estante é bem diversificada de acordo com o que gosto de ler. Romances de época e romances eróticos são o que tenho é maior quantidade, pois são meu gêneros favoritos. Mas tem também fantasia, romance/drama e suspense. No momento estou em fase de transição, pois no próximo mês devo estar indo para minha casa nova e lá meus livros terão mais espaço, em um estante maior. Então desculpem a bagunça! Como podem ver já tem vários que já foram encaixotados para a mudança.

 


Meu último livro comprado foi Dama da meia-noite (sou fã da Cassandra e de seu universo dos caçadores de sombras).

Um livro que adoro e acredito que quem gosta de um bom romance, um bom livro não tem como não gostar de “Em busca do paraíso” da diva das divas Judith MacNaugth. A historia é tão bem escrita, desenvolvida que se tem a impressão de estar lendo uma novela de TV, você consegue criar na sua mente nitidamente as cenas e é um livro tão atemporal que mesmo escrito nos anos 70 parece estar em 2016. Ou qualquer livro dela, sério qualquer um, ainda não li um livro dela que não tenha gostado.

Gosta de época? Os romances de época da Editora Arqueiro;
Quer rir um pouco? Indico Fiquei com seu número da Sophie Kinsella, Um amor de detetive da Sara Mason e Malícias e Delícias de Tara Sivec (são risos garantidos).
Emoção e romance? a serie Irmãs Keyes-Susan Mallory, Métrica (emoção pura).
Quer rir com um boa dose de erotismo? Leia sem medo: Cretino Irresistível, Atraído, a série Dublin Street.


♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Então, curtiram conhecer a Mara? Querem participar dessa coluna também? É só nos enviar um e-mail para contato@detudoumpouquinho.com
Comentários
11
Compartilhe

11 comentários:

  1. Oi Mara, você é uma fofa.
    Também moro na Bahia e não há outro lugar que eu quisesse morar. Amo os costumes, a culinária é perfeita também kkkk
    Sinto muito por sua perda, que foi tai perto uma da outra, mas lembre-se que Deus é muito maior e sabe a hora certa de nos levar.
    Eu também gosto muito de romances de banca, são rapidinhos e histórias que te prendem ne ?!
    Eu estudo muito pra poder passar no vestibular, mas sempre busco um tempinho pra ler, não existe nada mais agradável pra mim. Os meus preferidos são os romances de época.
    Olha, adorei te conhecer :)
    Boa noite !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna! Desculpa te responder tão depois do post! Eu estava gestante na época e depois que baby Pedro nasceu não tive tempo para mais nada. Agora que ele ja esta com 05 meses, estou voltando a minha rotina. Que bom saber que é minha conterranea. A Bahia é um estado lindo mesmo. E me diz, passou no vestibular?
      Bjs

      Excluir
  2. Oi!!!
    Curti conhecer a mara, temos gostos bem parecidos.
    Lamento suas perdas :/
    Tbm leio bem rápido e o ultimo livro que comprei foi o dama da meia noite da cassandra clare *-*
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OiVivian! Desculpa te responder tão depois do post! Eu estava gestante na época e depois que baby Pedro nasceu não tive tempo para mais nada. Agora que ele ja esta com 05 meses, estou voltando a minha rotina. Já vi que temos gostos parecidos mesmo, nossa ultima compra da epoca foi a mesma! hahaha
      Por falar nisso, me conte, gostou do livro?
      Bjs

      Excluir
  3. Olá, Lay.
    Não conhecia a Mara, então essa postagem foi ótima para conhecer mais uma blogueira.
    Temos gostos bem distintos, mas temos uma semelhança: gosto também de livros que retratam perdas. Se isso for feito de maneira inteligente, gera um bom livro.
    Ótima postagem.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  4. adorei conhecer ela e achei ela mto forte pelo que mostra! amo estas postagens de blogueiras e conhecendo mais as pessoas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rayane! Desculpa te responder tão depois do post! Eu estava gestante na época e depois que baby Pedro nasceu não tive tempo para mais nada. Agora que ele ja esta com 05 meses, estou voltando a minha rotina.Que bom que gostou de saber um pouquinho sobre mim... E sobre ser forte... Na dor a gente sabe até onde pode ir...
      Bjos e fica bem!

      Excluir
  5. Oi Mara!!!
    Também gosto muito dos romances de época da Arquiero..também amei a série As irmãs Keyes...os outros ainda não li,mas vou começar seguindo sua dica de Fiquei com seu número,já está nas minha prioridades.
    Bjão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eva! Desculpa te responder tão depois do post! Eu estava gestante na época e depois que baby Pedro nasceu não tive tempo para mais nada. Agora que ele ja esta com 05 meses, estou voltando a minha rotina. A arqueiro arrebenta com seus romances de época mesmo! Ja viu o box que vai sair da nova série da Julia???/
      E sobre minha dica, leu Fiquei com seu numero?
      Bjs

      Excluir
  6. Conheço Maraíse desde os tempos do Orkut... bons tempos!
    Não sou fã de livros que retratem perdas, mas já li alguns e estes foram parar nos favoritos. Amo livros de banca, mas, como vc, tbm curtia mais nos tempos de Nova Cultural. Amo as séries de Cretino Irresistível, Atraído e Dublin Street ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jois!!! Que bom te ver por aqui! Desculpa te responder tão depois do post! Eu estava gestante na época e depois que baby Pedro nasceu não tive tempo para mais nada. Agora que ele ja esta com 05 meses, estou voltando a minha rotina. Sobre livros que falam sobre perdas, tivemos as mesma experiencia. Não gosto muito d eler, mas os que li foram muito bons. Já vi que temos gostos bem parecidos!! haha
      Bjão!

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações