21 de jun de 2016


[Resenha] Em Busca de Abrigo - Jojo Moyes

Ficha Técnica

Título: Em Busca de Abrigo
Título Original: Sheltering Rain
Autor: Jojo Moyes
ISBN: 978-85-2861-084-0
Páginas: 434
Ano: 2015
Tradutor: Renato Motta
Editora: Bertrand Brasil
32A nova edição do romance de estreia da autora vencedora do prêmio RNA com A casa das marés Na noite da Coroação da Rainha Elizabeth II, em 1953, a comunidade de expatriados de Hong Kong se reúne para celebrar o evento com uma festa. Enquanto os convidados tentam ouvir a cerimônia em um rádio antigo, Joy, uma jovem de 21 anos, se apaixona. Menos de vinte e quatro horas depois da festa, ela já está prometida em noivado ao rapaz, mas só tornará a se encontrar com o noivo um ano depois. Em 1980, um ato de rebeldia faz Kate, aos 18 anos, fugir do Condado de Wexford, na Irlanda, com sua filha ilegítima. Quinze anos mais tarde, Sabine deixa Hackney, o elegante bairro onde mora, em Londres, para visitar os avós que jamais conheceu e descobre que Wexford parece ter parado no tempo. Quando Sabine, sua mãe e sua avó voltam a se encontrar, um segredo de família cuidadosamente guardado é descoberto, bem como algumas verdades importantíssimas: o conflito entre o amor e o dever, as escolhas que as mulheres são obrigadas a fazer e o relacionamento entre mães e filhas.

Resenha


Uma história não tão distante da realidade. Em Busca de Abrigo é o primeiro livro de Jojo Moyes, e no Brasil foi publicado pela Bertrand Brasil e depois relançado com outra capa pela editora. O livro a relação de três mulheres, de gerações diferentes, de uma mesma família. 

GER_SELO_PARCEIROS_2016_GER
O prólogo é basicamente parte da história de Joy. Uma mulher que, para os padrões de 1953, era considerada como "avançada", não tinha os mesmos interesses que as mulheres de sua época e, em alguns momentos, era colocada de escanteio por conta de suas escolhas. Sua melhor amiga Stella era com quem mais se sentia a vontade, ainda que esta representasse o estereótipo de mulher daquela época. Seus pais eram um casal de aparências. Possivelmente a sua mãe era o seu maior pesadelo pela quantidade de imposições e regras de "como ser uma mulher".

Kate, filha de Joy, é uma mulher independente, mas que emenda um relacionamento atrás do outro. Deu a impressão de que ela não conseguia ficar sozinha por muito tempo e, as vezes, ela precisava exatamente ficar um tempo sem ninguém para se dedicar a si mesma e a sua filha. Relacionamentos estes que, quando chegavam ao fim, interferiam negativamente na relação dela com a sua filha. Sabine tinha convicção que a "culpada" sempre era a instabilidade emocional de sua mãe e que ela deixava escapar as melhores oportunidades de constituir uma família. 

Sabine, filha de Kate e neta de Joy, é uma adolescente de 16 anos. Culpa Kate por praticamente tudo que acontece de errado, como se a sua mãe fosse a única responsável pelas coisas que não dão certo em sua vida. E o relacionamento das duas, que não é algo próximo, fica mais abalado quando Kate decide mandar a filha para casa de Joy, para que possa lidar com mais um término de relacionamento e para que possa proteger a filha dos efeitos causados por esse término. É uma adolescente considerada "esquisita" pelas garotas de sua escola, tem a leitura como hobby e, como era de se esperar, tem um rapaz que ela acredita gostar e, com esse tempo na casa de sua avó, provavelmente "esqueceria" dela e ficaria com outra menina. Dramas de uma adolescente de 16 anos. 

A história se desenrola a partir do momento que Sabine está na casa de sua avó Joy. Existe um segredo de família que foi cuidadosamente guardado e que anos depois foi descoberto. Segredo este que nos faz entender melhor Joy e as decisões que esta tomou. Somos apresentados a uma Kate fragilizada com tantos relacionamentos que não a fizeram feliz e ela se pergunta se seria a "responsável" por nunca encontrar alguém com quem pudesse dividir a sua vida. Sabine vai amadurecendo no tempo que passa na casa de sua avó, senti isso durante a leitura e depois de comparar o primeiro dia da jovem na casa de Joy.

Em Busca de Abrigo é um livro que explora essa relação de três mulheres que não são tão próximas e que parecem ter medo de gostar uma da outra, como se o amor fosse um sentimento  que não devesse ser sentido e nem mostrado. Em proporções diferentes, todas as três passam pelo conflito entre o amor e o dever, as escolhas que devem fazer ou tomar e, assim quem sabe, serem um pouco mais felizes. Primeiro livro publicado de Jojo e cheio de emoções conflituosas e, em alguns momentos, pode dar a impressão de uma história "arrastada", mas se trata do tempo necessário para o leitor descobrir a relação das três. É um livro bom e aconselho, não só com Jojo Moyes, aos leitores evitarem as comparações com os livros que foram depois escritos pelos autores. Se o livro não é continuação do outro, é importante analisá-lo sem comparar com outras obras daquele mesmo autor, até para não colocar uma expectativa altíssima em um livro que pode ser completamente diferente do que a autora escreveu posteriormente. 
- Eu não acho que você tenha feito tudo errado - disse, com a voz baixa e rouca, como se estivesse deixando escapar uma confidência. - Sei que às vezes não sou muito gentil com você, mas acredito que você é uma mãe legal. Quer dizer, de um modo geral. Sei que me ama e tudo o mais. Isso é importante. - Começou a corar. - Aposto que o vovô tinha orgulho de você, sim - continuou - aposto que tinha de verdade. Só que ele não conseguia demonstrar. Eles não eram muito bons nessa história de demonstrar emoções, a vovó e o vovô. Não é como eu e você. Sério. - E apertou os braços da mãe. - Eu sei disso. p. 426


Comentários
12
Compartilhe

12 comentários:

  1. Olá, Auri.
    Dos livros da autora, esse foi o que mais me interessou. O fato de ter essa relação íntima entre três gerações me agrada, Isso permite que a autora possa desbravar bem o contexto familiar.
    Ademais, fiquei curioso com a descoberta que será feita.
    Sem dúvidas, ótima dica.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de junho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  2. Oi Auri,
    Esse eu n conhecia, mas achei a sinopse interessante!
    Vou procurar!

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    Nunca li nada da autora, apesar das várias críticas positivas. Acredito ter alguns dos livros recentes dela na estante de livros que deixei na casa da minha mãe.
    Gostei do enredo desse livro, mas não sei se o leria. Parece ser uma leitura maçante, e no momento preciso de livros mais leves e despretensiosos.
    Deve ser bom acompanhar o crescimento de um personagem como a Sabine. Fiquei curiosa pra saber como a relação dessa família afetou o crescimento da jovem.

    ResponderExcluir
  4. Oi Auri!
    Essa parece ser uma leitura com bastante dramas familiares. E de certo modo até um tanto complexo, já que temos a estória de três gerações que são um pouco conflituosas. Pela descrição já não fui muito com a Sabine. Ficar culpando a Kate por tudo que dá errado na sua vida, acho que não é legal. Mas fico feliz que a ida dela pra casa da Joy a tenha feito amadurecer um pouco. Não sei se é um tipo de livro que me interessa no momento. Talvez mais pra frente eu dê uma oportunidade já que retrata as dificuldades encontradas nos relacionamentos familiares.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. É a autora do momento, né?! Eu tenho o livro mas ainda não li.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://nanaeosamigosvirtuais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Dessa autora já li o livro Como eu era antes de você e simplesmente amei, tanto a história quanto a sua escrita. Sofri muito, confesso rs. Agora estou com Depois de você na estante para ler mas ainda estou com um pé atras com a história.
    Por mais que tenha gostado muito do livro que li dessa autora, não sei o por quê mas seus outros livros não me chamam tanto a atenção, mesmo com essas capas lindas.

    ResponderExcluir
  7. Dessa autora já li o livro Como eu era antes de você e simplesmente amei, tanto a história quanto a sua escrita. Sofri muito, confesso rs. Agora estou com Depois de você na estante para ler mas ainda estou com um pé atras com a história.
    Por mais que tenha gostado muito do livro que li dessa autora, não sei o por quê mas seus outros livros não me chamam tanto a atenção, mesmo com essas capas lindas.

    ResponderExcluir
  8. Eu não conhecia esse livro...me interessei pela sinopse,esse tipo de conflito familiares e de comportamento entre pessoas e sentimentos/emoções me agradam muito...mais um pra lista.
    Valeu pela dica.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Eu já tinha ouvido falar desse livro, mas ele nunca chamou a minha atenção para fazer a leitura. Acredito que seja bom, mas não é o meu foco no momento. Para quem gosta de dramas e de temáticas com relações familiares em conflito, vai agradar bastante, aposto.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Eu nunca tinha lido uma resenha desse livro... É bem diferente dos dois livros que li da autora.. Dá pra perceber que ela é bem versátil. Essa relação deve ser um tanto complicada, fiquei bem interessada!

    ResponderExcluir
  11. sou a estranha que nunca leu nada de jojo moyes.. quero super ler navio de noivas o novo lançamento dela. ela tem umas ideias bem bacanas e diferentes.. adorei este quem sabe eu nao leia

    ResponderExcluir
  12. Fiquem bem receosa em relação a esse livro,por não ser em um período atual. Acho a capa uma coisa mais linda e a Jojo é DESTRUIDORA DE CORAÇÕES gosto bastante de como ela escreve. Beijocas!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações