8 de jul de 2016


[Resenha] Amante Sombrio - J. R. Ward

Ficha Técnica

Título: Amante Sombrio
Título Original: Dark Lover
Autor: J. R. Ward
ISBN: 978-85-7930-082-0
Páginas: 442
Ano: 2011
Tradutor: Jacqueline Valpassos
Editora: Universo dos Livros
32Nas sombras da noite, em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra, entre vampiros e seus carrascos. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Ainda assim, nenhum deles deseja a aniquilação de seus inimigos mais que Wrath, o líder da Irmandade da Adaga Negra. Wrath é o vampiro de raça mais pura dentre os que povoam a terra e possui uma dívida pendente com os assassinos de seus pais. Ao perder um de seus mais fiéis guerreiros, que deixou órfã uma jovem mestiça, ignorante de sua herança e destino, não lhe resta outra saída senão levar a bela garota para o mundo dos não mortos. Traída pela debilidade de seu corpo, Beth Randall se vê impotente em tentar resistir aos avanços desse desconhecido, incrivelmente atraente, que a visita todas as noites envolto em sombras. As histórias dele sobre a Irmandade a aterrorizam e fascinam. Seu simples toque faísca, um fogo que pode acabar consumindo a ambos.

Resenha


A série de vampiros que conquistou milhares de pessoas. Irmandade da Adaga Negra, de J. R. Ward, publicada pela Universo dos Livros no Brasil, é uma série erótica sobre vampiros guerreiros que travam batalhas dia após dia com os seus inimigos, os Redutores. Amante Sombrio é o primeiro livro de uma série que já conta com treze livros publicados.

Selo de Parceria Universo dos Livros 2016Nas ruas de Caldwell, Nova York, grande parte dos habitantes nem imagina que um grupo de vampiros defendem a existência de sua raça todos os dias dos Redutores. A Irmandade da Adaga Negra é formada por vampiros altamente treinados para proteger a sua espécie contra a Sociedade Redutora. Não é qualquer vampiro que pode fazer parte dessa irmandade e, apesar de levar o nome irmandade, não se trata de irmãos de sangue, não a maioria. São verdadeiros soldados, com sede de luta e, a depender da situação, de vingança. O principal alvo deles são os Redutores, seres humanos sem alma que tem por função o extermínio dos vampiros. São criaturas sem nenhuma atividade além desta. Não comem, não bebem, são impotentes e com o passar do tempo vão perdendo a pigmentação da pele, cabelos e olhos.

Wrath é um desses irmãos. Na verdade, ele é o líder dessa irmandade e de sua espécie, já que se trata do último vampiro de sangue puro que resta no mundo. Sendo assim ele é o rei de sua espécie, mas nega a sua condição e não acredita que algum dia vá se sentir confortável com essa responsabilidade. O Rei cego bate sempre na tecla de que sua alma é de um guerreiro e que não conseguiria ficar sentado em um trono enquanto seus irmãos arriscavam sua vidas para manter a espécie viva. Além de acontecimentos do passado que afetam as decisões do vampiro no presente. 

O desenrolar da história se dá a partir da explosão do carro de Darius, também vampiro e amigo de Wrath. Antes do ocorrido, Darius pede a Wrath que ajude a sua filha passar pela transição, momento crítico na vida dos vampiros e alguns não chegam a sobreviver. Cansado de ver seus filhos morrerem e por essa filha ser o fruto de um amor verdadeiro, Darius faz esse pedido a Wrath e o Rei de imediato recusa. Com a morte de seu amigo, Wrath se vê obrigado a cumprir com o último desejo de Darius, ele só não imaginava que iria se apaixonar por Beth. 

Beth tem 25 anos, uma mulher que não se sente motivada em seu emprego e que por isso não acredita que faça parte de nada especial. Mora com seu gato Boo e tem uma vida sem muitas surpresas, até Wrath invadir - literalmente - sua vida. Quando ele começa a fazer parte da sua rotina, ela descobre que é metade humana e metade vampira e, para que consiga passar pela transição, precisa da ajuda do de Wrath. E aí começa toda a tensão entre os dois. Algo que era inicialmente como apenas o cumprimento de um último desejo de um amigo para uma paixão arrebatadora. Beth se sente conectada a Wrath e vice versa. Claro que existe o medo do desconhecido, mas é um misto de curiosidade e desejo. Ela sente que pode confiar nele e que pode se entregar a essa paixão.

É difícil falar sobre um livro que gostamos. Porque quando gostamos de algum livro queremos contar tudo sobre aquela obra e a função da resenha não é contar a história toda e sim fazer com que as outras pessoas sintam o desejo de ler o livro que tanto adoramos. Busquei mostrar isso, do que se trata e as duas personagens que dão vida a esse livro. O relacionamento de Beth e Wrath é intenso e tem a sua beleza por trás de tantas provações. Irmandade da Adaga Negra é uma série que iniciei há algum tempo e que acabei não dando continuidade por conta de outras responsabilidades, mas que esse ano pretendo reler os que já tinha lido e continuar a série. Fiquei surpresa quando li Amante Sombrio pela primeira vez. Não acreditava que iria gostar tanto dessa junção de fantasia e erótico. Ward, com seus irmãos, conseguiu me fisgar com essa série de guerreiros sedutores. O risco de se apaixonar por um, dois ou todos os irmãos é grande! Livro mais do que recomendado.
Beth jogou o pescoço para trás quando seus olhos se encontraram com o olhar firme e selvagem do homem. Por causa dos óculos, não dava para ver a cor de seus olhos, mas a intensidade daquele olhar que a encarava chegava a queimar.
P.80
Compare e Compre
Comentários
4
Compartilhe

4 comentários:

  1. Olá, Auri.
    Confesso que essa junção de erótico com fantástico não me interessa tanto. Além disso, a série é bem longa, o que me desanima. Contudo, Beth e Wrath parecem ser bons personagens e transmitir muita intensidade, o que é ótimo.
    Boa resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de julho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  2. Olá Auri!!!
    confesso que por ser uma série muito longa me desmotiva muito...sem contar não gosto de livros de vampiros...
    Bjão.

    ResponderExcluir
  3. Olá Auri!

    Já li esse livro e também amei <3 <3 Não li o restante da série (afinal, são MUITOS), mas quero muito lê-los, porque realmente tem de tudo no livro!

    Beijos,
    Ana Martines

    ResponderExcluir
  4. aff, DETESTO, livros com vampiros e afins. Juro que tentei ler, mas naõ deu :(

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações