4 de jul de 2016


[Resenha] Espada de Vidro - Victoria Aveyard

Ficha Técnica

Título: Espada de Vidro
Título Original: Glass Sword
Autor: Victoria Aveyard
ISBN: 978-85-65765-94-7
Páginas: 490
Ano: 2016
Tradutor: Cristian Clemente
Editora: Seguinte
32Se sou uma espada, sou uma espada de vidro, e já me sinto prestes a estilhaçar. O sangue de Mare Barrow é vermelho, da mesma cor da população comum, mas sua habilidade de controlar a eletricidade a torna tão poderosa quanto os membros da elite de sangue prateado. Depois que essa revelação foi feita em rede nacional, Mare se transformou numa arma perigosa que a corte real quer esconder e controlar. Quando finalmente consegue escapar do palácio e do príncipe Maven, Mare descobre algo surpreendente: ela não era a única vermelha com poderes. Agora, enquanto foge do vingativo Maven, a garota elétrica tenta encontrar e recrutar outros sanguenovos como ela, para formar um exército contra a nobreza opressora. Essa é uma jornada perigosa, e Mare precisará tomar cuidado para não se tornar exatamente o tipo de monstro que ela está tentando deter.

Resenha


Essa resenha pode ter spoiler, pois faz parte de uma série

Após fugir das garras do príncipe Maven e de sua maligna mãe, Mare Barrow e Cal encontram refúgio com a Guarda Escarlate, o grupo de vermelhos que querem iniciar uma revolução contra o poder estabelecido pelos prateados, para que o país possa iniciar uma nova fase mais igualitária.

Sob os olhos julgadores da Guarda Escarlate, Mare e Cal precisarão convencer os responsáveis por arquitetar a futura guerra, que existem outros como Mare: de sangue vermelho com poderes de prateados. Sem o apoio da Guarda, a única solução será procurar essas pessoas especiais por conta própria, antes que, o agora então rei, Maven, coloque aos mãos neles.
– Não gosto que você os chame de normais – ele retoma, segurando meu punho. Sua voz baixa de repente. – Não há nada de errado com a gente. Somos diferentes, mas não errados. E, com certeza, não somos melhores.
P. 152
“Espada de Vidro” começa exatamente no ponto em que “A Rainha Vermelha” terminou. Foi bastante curioso notar como um acontecimento importante no final do livro anterior, começa a influenciar nas ações das personagens, e não só nas ações, mas como moldam novas características e personalidade à elas também.

O livro continua sendo narrado sob a perspectiva de Mare, nossa heroína que mais do que nunca está por conta própria, neste momento crucial da jornada em que precisa tomar decisões que afetarão muitas vidas. A autora, Victoria Aveyard, mantém sua boa escrita, que com riqueza consegue carregar todo o alvoroço e tensão que esse volume exige.
Mas há amigos que eu trocaria, vidas que eu abandonaria para atingir meus objetivos. Já fiz isso antes. Não é difícil deixar as pessoas morrerem quando isso garante a vida de outras pessoas.
P. 213
Eu normalmente tomo muito cuidado com segundo volumes de série, geralmente eles servem para o leitor ter uma noção se aquela história vai se renovar, decair ou até mesmo ficar em uma zona de conforto. No caso de “Espada de Vidro”, acredito que Aveyard utilizou a oportunidade mais como uma ponte, para desenvolver seus personagens para o que virá e preparar o leitor para algo mais sangrento e obscuro.

Não acredito que houve uma renovação, porém não acho que também houve uma decaída. O que faltou para mim, foi somente um frescor que o primeiro livro trouxe. Apesar disto, Victoria ainda utiliza de bastantes cartas na manga para tentar surpreender seu público, principalmente ao reafirmar que é uma fã nata de George R. R. Martin, não tendo dó alguma quando precisa dar uma facada mortal em suas personagens.
Sou uma arma feita de carne, uma espada coberta de pele. Nasci para matar um rei, para acabar com um reino de terror antes mesmo de começar pra valer. Fogo e eletricidade elevaram Maven, e fogo e eletricidade vão derrubá-lo.
P. 274
Com mais um final cheio de reviravoltas, restará ao leitor esperar até o próximo ano – em Fevereiro para ser mais exato –, para poder conferir a continuação da série: King’s Cage, ou Gaiola do Rei, em tradução livre. A Editora Seguinte já confirmou que pretende publicar o livro simultaneamente com os EUA, no dia 7 de Fevereiro. Vamos torcendo para que consigam.

Para quem leu e gostou de “A Rainha Vermelha”, “Espada de Vidro” será uma excitante continuação. Para quem ainda não está familiarizado com a história alucinante de Mare Barrow, eu super indico, principalmente se você gosta de livros com aspectos de fantasia.

king's cage.jpg
Capa do terceiro volume da série, King's Cage

Compare e Compre
Comentários
6
Compartilhe

6 comentários:

  1. Oi Tácio
    Eu li 'A rainha vermelha' mas ainda não consegui me organizar pra ler o segundo livro!
    Mas estou curiosíssima pra lê-lo
    Ótima resenha

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ai gente, eu ainda não li o primeiro livro A Rainha Vermelha. Vejo todo mundo lendo e eu aqui, esperando eu começar a trabalhar rsrs.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  3. Olá, Tácio.
    Eu tenho o primeiro livro, mas ainda não li.
    Bom saber que a continuação mantém o bom nível da série, tem reviravoltas e ainda serve de ponta para o próximo livro, desenvolvendo os personagens. Isso me faz crer que a próxima obra será um final épico.
    Ótima resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de julho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  4. Olá Tácio!

    Estou lendo esse livro <3 Me encantei por Rainha Vermelha, e comecei a ler esse logo quando acabei o primeiro. Até agora concordo com você que a história não foi nem revolucionária nem péssima... Por enquanto está sendo exatamente o que voce disse: uma ponte. Espero não me decepcionar com o final!
    Não quero esperar até fevereiro para ter essa capa LINDA na minha estante :(

    Beijos,
    Ana Martines

    ResponderExcluir
  5. Oi Tácio!
    Como ainda não li a Rainha Vermelha e e la está aqui na minha estante,esperando sua vez,naõ li sua resenha..estou muito ansiosa para começar essa leitura.
    Bjão.

    ResponderExcluir
  6. tanto este como os outros livros estão na minha lista a tempos. Juro que ainda esse ano eu leio a série

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações