13 de ago de 2016


[Resenha] Diga Sim ao Marquês - Tessa Dare

Ficha Técnica

Título: Diga Sim ao Marquês
Título Original: Say Yes to the Marquess
Autor: Tessa Dare
ISBN: 978-85-8235-369-1
Páginas: 288
Ano: 2016
Tradutor: A C Reis
Editora: Gutenberg
50Vossa Excelência está convidada a comparecer ao romântico castelo Twill para celebrar o casamento da senhorita Clio Whitmore e… e…? Aos 17 anos, Clio Whitmore tornou-se noiva de Piers Brandon, o elegante e refinado Marquês de Granville e um dos mais promissores diplomatas da Inglaterra. Era um sonho se tornando realidade! Ou melhor, um sonho que algum dia talvez se tornasse realidade… Oito anos depois, ainda esperando o noivo marcar a data do casamento, Clio já tinha herdado um castelo, tinha amadurecido e não estava mais disposta a ser a piada da cidade. Basta! Ela estava decidida a romper o noivado. Bom… Isso se Rafe Brandon, um lutador implacável e irmão mais novo de Piers, não conseguir impedi-la. Rafe, apesar de ser um dos canalhas mais notórios de Londres, prometeu ao irmão que cuidaria de tudo enquanto ele estivesse viajando a trabalho. Isso incluía não permitir que o Marquês perdesse a noiva. Por isso, está determinado a levar adiante os preparativos para o casamento, nem que ele mesmo tenha que planejar e organizar tudo. Mas como um calejado lutador poderia convencer uma noiva desiludida a se casar? Simples: mostrando-lhe como pode ser apaixonante e divertido organizar um casamento. Assim, Rafe e Clio fazem um acordo: ele terá uma semana para convencê-la a dizer “sim” ao Marquês. Caso contrário, terá que assinar a dissolução do noivado em nome do irmão. Agora, Rafe precisa concentrar seus punhos e sua força em flores, bolos, música, vestidos e decorações para convencer Clio de que um casamento sem amor é a escolha certa a se fazer. Mas, acima de tudo, ele precisa convencer a si mesmo de que não é ele que vai beijar aquela noiva.

Resenha


Sério gente, quando penso nos romances de época meu coração chega se derrete, adoro um bom romance e as estórias criadas pela Tessa são maravilhosas. Em Diga Sim ao Marquês, segundo livro da série Castles Ever After ela nos apresenta a jovem Clio Whitmore. Aos dezessete anos Clio ficou noiva de Piers Brandon, o próximo Marquês de Granville, um promissor diplomata inglês. Como na ocasião Clio era muito jovem e não conseguiria assumir as responsabilidades que seriam necessárias à esposa de um diplomata em ascensão, ela ficou na Inglaterra enquanto seu noivo viajava em missões pelo continente à serviço da Coroa. O problema é que, guerra após guerra, Clio continuava esperando que seu noivo retornasse à Inglaterra e o casamento finalmente acontecesse. Enquanto isso, estudava sobre tudo que poderia se esperar para saber conversar com seu futuro marido. Mas agora, oito anos depois, Clio herdou o Castelo Twill do seu tio Humphrey, Conde de Lynforth e ela estava decidida a mudar a sua vida completamente.
Então chegou o dia em que soube que este castelo lhe pertencia. E ela percebeu que outra coisa também lhe pertencia. Todo aquele conhecimento que tinha acumulado... era dela. Clio estava tão bem preparada para administrar uma propriedade quanto Piers poderia estar, com suas viagens incessantes.
P. 65
Clio cresceu com os jovens Piers e Rafe Brandon, filhos do Marquês de Granville. Tanto a família Brandon como Whitmore queriam a união dos jovens Clio e Piers. Clio foi criada para ser a esposa perfeita, mas ao que parecia, Piers estava muito mais preocupado com sua carreira do que com ela, talvez a proposta de casamento fosse apenas porque era o que se esperava dele. Para Clio, cada ano de espera tornava-se cada vez mais constrangedor, as fofocas nos bailes, nos jornais, a "Srta. Wait-More (Espera-Mais)", alvo de apostas até em clubes masculinos.

blog-grupo-120-120Enquanto esperava pelo retorno de Piers ela tentou manter contato com Rafe, afinal, além de crescerem juntos, ele seria seu cunhado, mas esse foi outro que manteve distância dela o máximo que pode. Ao tempo em que ela estudava, morava com os pais e as irmãs, via o tempo passar, Rafe se desentendia cada vez mais com o Marquês, até o dia em que saiu definitivamente de casa e, sozinho e sem herança, precisou se virar para se sustentar e a única coisa que sabia fazer era brigar. Foi assim que se tornou um lutador de boxe, um profissional. Claro que para o pai, aquilo era uma desonra, afinal, ele ainda usava o nome da família.

Desde a morte do Marquês e com Piers ainda viajando, Rafe teve de assumir as responsabilidades da família até o retorno do irmão. Mas isso estava perto de terminar, com o retorno iminente de Piers, Rafe poderia lhe devolver tudo em ótimas condições: as propriedades, seu cachorro e sua noiva. O que ele não esperava era que Clio, a noiva, fosse complicar as coisas para ele.

Decidida a terminar o noivado antes do retorno de Piers, apenas Rafe Brandon poderia fazer isso por ela, assinando documentos de anulação do noivado, mas para Rafe era questão de honra que seu irmão retornasse para casa e encontrasse tudo como deveria ser: suas propriedades intactas, seu cachorro vivo e a noiva linda e feliz com um casamento preparado e pronto para acontecer.
Porque eu olhei para o calendário, entende? Passaram-se oito anos desde que ele me pediu em casamento! Se você quisesse mesmo se casar com uma mulher, esperaria tanto para torná-la sua?
P. 19
Mas se Clio era teimosa ao ponto de ir para o Castelo Twill e chamar as irmãs e o cunhado para ficarem com ela enquanto aguardava que Rafe decidisse ajudá-la, ele também poderia ser tão teimoso quanto. É assim que ele vai para o castelo acompanhado do buldogue de 14 anos de Piers, Ellingworth, e o seu treinador Bruiser (que irá assumir o papel de organizador de casamento), com um plano de convencê-la de que ela quer e precisa se casar com seu irmão.
"Relaxe, Rafe, é só um abraço." Apertou o rosto contra o peito dele, aninhando-se. "Quando foi a última vez que você recebeu um abraço de verdade?"
"Eu..." Ele soltou o ar do fundo do peito. "Eu não consigo me lembrar."
P. 107
Quanto mais tempo eles passavam juntos, enquanto Rafe tentava convencê-la de que o casamento era o melhor que ela deveria fazer, mais víamos a cumplicidade de terem crescido juntos, como eles sempre se entenderam. Mais eu me encantava com Rafe, Clio, Phoebe (a irmã caçula de Clio), me divertia com Bruiser e mais me irritava com Daphne e Sir Teddy Cambourne (sua outra irmã e o marido) com suas atitudes e modo de tratar Clio e Phoebe. Pode acrescentar nesse quadro aí também Piers, porque sinceramente deixar uma mulher esperando pelo casamento por oito anos! Fala sério!!! Será que não se importava nem um pouco com o que Clio poderia estar enfrentando na Inglaterra?
"Eu e meu irmão somos diferentes de muitas maneiras. De quase todos os modos. Ele é diplomata, eu sou lutador. Ele cumpre seu dever, eu sou um rebelde. Ele passou oito anos sem lhe dizer o quão atraente você é." Ele foi até a porta, fechou-a e virou a chave. "E eu não vou esperar nem mais um minuto."
P. 143
Fascinante do início ao fim, assim posso resumir Diga Sim ao Marquês. Leitura devorada em algumas poucas horas. Personagens intrigantes e diferentes do que estamos acostumados a ver, principalmente para a época. Sem dúvida uma leitura agradável, divertida e super recomendada.
As palavras dela fizeram com que alarmes começassem a soar em seu cérebro, mas ele não soube o que responder. A sensação da ponta dos dedos dela acariciando sua pele nua o deixou mudo. Ele a queria há tanto tempo. Ela era tão linda. Tão linda e estava ali. Com ele. Com ele. O homem errado. O pior homem.
"Clio..." A voz dele saiu estrangulada.
"Shiiiiiii..." Ela ficou de joelhos e diminuiu a distância entre os dois. "Pare de resistir e deixe algo maravilhoso acontecer."
P. 174
Compare e Compre
Comentários
10
Compartilhe

10 comentários:

  1. Que delícia de livro. Me apaixonei pela resenha. Tessa geralmente cria histórias e personagens envolventes. A gente ama, odeia, ri,chora. Com certeza esse livro vai pra minha lista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amei demais, Josi!!! Esses romances têm me encantado cada vez mais!!!

      Excluir
  2. Eu tenho amado a Gutenberg, pois ela tem lançado cada vez mais livros de época e todos lindos, e dizer que eu amo os livros da Tessa é pouco, no entanto esse não me conquistou por completo, acho que não gosto das cenas que remetem a culpa, afinal ela era noiva do irmão por mas que ele não merecesse e isso fez com que o romance se desenvolvesse de forma lenta e eu já tava pra entrar no livro e resolver a questão rsr. Concordo contigo que os personagens desse livro são diferentes do que estamos acostumadas a ver, afinal Clio quer independência mas que um casamento, e isso é lindo de ver, o livro vale a pena com certeza, assim como todos os livros de época :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o que mais gostei mesmo foi o fato dessa diferença, essa independência da Clio... E em alguns momentos senti essa dificuldade do início do relacionamento, mas até que superei mais fácil que você , eu acho kkkkk
      A Gut arrebentando <3

      Excluir
  3. Oi Lay!!
    Já te disse que amo romances de época né????
    Amei a capa e Diga sim ao marquês já está na minha lista de leitura...será que vou aguentar esperar???
    Amei sua resenha.
    Bjão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Eva, somos duas e as editoras estão nos deixando mega felizes, não é mesmo?!
      Não sei se você vai aguentar esperar não, viu kkkkkk

      Excluir
  4. Gosto bastante de romances de época e fiquei bem curiosa pra ler esse livro. O enredo parece ser bem legal e eu já quero saber se a Clio fica com o Rafe ou não. Por que com o marquês eu imagino que ela não fique. Enfim, vai pra minha lista de desejados.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os romances de época estão arrebatando corações <3
      E esse é maravilhoso <3

      Excluir
  5. Oi Lay...
    Também sou apaixonada por romances de época... Esse não parece ser nada clichê... E com certeza vai entrar para a minha pequena (SQN) lista de leituras... Fiquei bastante curiosa para saber o que será de Clio e Piers.
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk, nossas listas de pequenas não têm nada, hsauhsaush

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações