19 de ago de 2016


[Resenha] No Meio do Caminho Tinha um Amor - Matheus Rocha

Ficha Técnica

Título: No Meio do Caminho Tinha um Amor
Autor: Matheus Rocha
ISBN: 978-85-431-0379-2
Páginas: 173
Ano: 2016
Editora: Sextante
32'Eu achava que o amor existia, mas não era pra mim. Você foi a prova que eu estive errado por muito tempo!' – Matheus Rocha. Às vezes, a gente insiste em viver um relacionamento que já chegou ao final faz tempo. Tentamos resistir, fazer de tudo para durar mais, lutando para trazer de volta os momentos mágicos do início. Mas, quando o amor acaba, no lugar do conforto e do carinho que existiam só restam feridas que vão doer por um bom tempo e deixar cicatrizes que não desaparecerão. Porque o amor nem sempre é para sempre. Com o fim vem a tristeza, a saudade, a mágoa, o desespero e a vontade de nunca mais sentir aquela dor. Aí fechamos as portas ao perigo de sermos machucados outra vez, mas também à chance de sermos amados de novo. Um belo dia, quando as lágrimas já secaram e nos esquecemos do desconforto, com muito cuidado abrimos uma fresta só para ver a vida lá fora. E, assim como um raio de sol que entra por qualquer brecha, de repente uma vontade de recomeçar nos invade e tudo volta a fazer sentido. E, sem nem saber como, no meio do caminho avistamos novamente o amor – e a certeza de um novo começo!

Resenha


Um livro sobre amor. Não se trata daquelas histórias "água com açúcar" e com um final feliz. No meio do caminho tinha um amor é um livro, sobretudo, sobre amadurecimento do amor a partir das situações vividas em relacionamentos - sejam eles longos ou breves.

Blog parceiro SextanteComposto por cinquenta textos, o livro é dividido em três partes: Fim, Meio e Começo. Matheus Rocha, o autor, decidiu começar pelo fim do relacionamento, onde ainda se busca entender o que aconteceu, porque não deu certo, se existiria alguma chance de volta. É a parte do sofrimento mais íntimo e solitário.
Obrigado pelo nosso desencontro. Me perdendo en você, achei uma parte de mim que tanto procurava. Parece que a dor, depois que a ferida cicatriza, nos oferece uma nova pele. Mais firme. Grossa, mas não menos macia. Só... resistente.
P. 41
A segunda parte é o Meio do relacionamento, parte mais extensa e com sentimentos diversos e contraditórios. É o momento da aceitação do fim, que o momento é de seguir em frente e não ter medo de se permitir.
Quero um ficar inteiro. Um ficar da cabeça aos pés, passando principalmente pelo coração. Quero alguém que me eleve à potência máxima de tudo aquilo que eu sou. De tudo aquilo que eu quero ser. De tudo aquilo que, juntos, podemos nos tornar.
P. 64
A última parte é o Começo do relacionamento, onde parece mais um recomeço daquela pessoa que no "Fim" já não acreditava tanto no amor. Nessa parte esse indivíduo encontra alguém que o faz sentir aquelas boas sensações de antes.
Aquela vontade enorme de morar num abraço. Um desejo quase vital de que o tempo pare por alguns minutos, pra nada, absolutamente nada ser mais intenso que dois corações pulsando juntos.
P. 161
Fiquei interessada no trabalho de Matheus Rocha através das News da Editora Sextante. Li sobre o que se tratava o livro e soube que ele já tinha um blog e presença em redes sociais. A partir disso comecei a seguir o instagram @neologismos e fiquei encantada com as postagens e mais curiosa para ler o livro. O trabalho gráfico é impecável, um livro muito bonito e os textos são tocantes, sinceros e cheios de lições. Que surpresa boa foi ler No meio do caminho tinha um amor, de Matheus Rocha. Matheus é baiano, de Feira de Santana e esse é o primeiro livro dele, onde fala/ajuda as pessoas a lidar com esse turbilhão de sentimentos que aparecem em nossas vidas. Livro mais que recomendado! E Matheus vai lançar o seu segundo livro na Bienal de São Paulo, com mais três autores, também da Editora Sextante.

Compare e Compre
Comentários
7
Compartilhe

7 comentários:

  1. A capa desse livro é realmente um encanto com todas essas cores. Sua resenha me deixou bem curiosa, gosto bastante do gênero, todas essas cores me chamam a atenção para conhecer mais sobre a história.

    ResponderExcluir
  2. Eu fico muito contente sempre que vejo um baiano (assim como eu) se destacando na literatura, e apesar de ainda não conhecer o trabalho dele, fiquei curiosa sobre o blog e o livro, que achei bem interessante o fato dele ter decidido iniciar do término pro começo ou recomeço ;)
    Amei o quote da pág. 161 :)

    ResponderExcluir
  3. Segundo post sobre o mesmo livro. Deve ser bom mesmo!
    Bj e fk c Deus
    Nana
    http://nanaeosamigosvirtuais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Já estava querendo ler esse livro desde que foi lançado, mas era só por conta da capa e do título. Agora que li sua resenha fiquei com ainda mais vontade de lê-lo, pois gosto bastante de livros com pequenos textos, e o assunto abordado neste é muito bom.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  5. Oi Auri...
    Não sabia que esse livro é construído por contos e nem que ia do fim ao começo, rsrs... Mas parece ser muito interessante para enxergarmos o amor em fases distintas. Adorei a resenha e quero conferir esse livro de perto...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  6. Achei a capa uma coisa mais linda,e não sabia do que se tratava a história fiquei bem interessada agora (apesar de não ser o tipo de livro que leio). Que orgulho saber que ele é baiano! Adorei <3 Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Gostei bastante da sua resenha, a capa é lindinha e o título bem sugestivo...mais um pra minha listinha..
    Bj.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações