9 de ago de 2016


[Resenha] O Mensageiro - Lois Lowry

Ficha Técnica

Título: O Mensageiro
Título Original: Messenger
Autor: Lois Lowry
ISBN: 978-85-8041-567-4
Páginas: 160
Ano: 2016
Tradutor: Fabiano Morais
Editora: Arqueiro
Capa nove regras a ignorar_19mm.inddHá seis anos, Matty chegou ao pacato Vilarejo. Sob os cuidados de Vidente, um cego que tem uma visão especial, ele amadureceu e se adaptou à nova vida. Agora, espera receber seu nome verdadeiro, que determinará seu valor ali, como ocorre com todos os habitantes. Contudo, algo nefasto está se infiltrando no Vilarejo, e os moradores, antes orgulhosos de receber forasteiros, passam a exigir que as fronteiras sejam fechadas para se protegerem. Por ser um hábil mensageiro, Matty é encarregado de avisar os outros povoados sobre o bloqueio. Sua missão também tem outro grande objetivo: buscar Kira, a filha de Vidente, antes que seja tarde demais. Ele é o único capaz de viajar pela Floresta, que já provocou algumas mortes. O problema é que ela também está se tornando um lugar perigoso para o garoto. Mas muitos dependem de Matty. Então, armado apenas de um poder recém-descoberto, ainda incompreensível e incontrolável, ele se arriscará a fazer o que talvez seja sua última viagem.

Resenha


Blog parceiro ArqueiroMatty chegou no Vilarejo ainda pequeno, após fugir de sua própria vila e cruzar a densa floresta que ronda o local. Desde então, o menino foi criado por Vidente, um sábio que apesar de ser cego, consegue ver coisas que ninguém mais consegue. Como cada pessoa no Vilarejo precisa ter uma função, essa que denominará o seu futuro e definitivo nome, Matty é encarregado de ser o mensageiro, aquele que entregará as mensagens e cartas tanto dentro da vila, como nas demais áreas ao redor.

Porém, o pacato e acolhedor Vilarejo sofre com uma estranha mudança: as pessoas estão se transformando, se tornando ignorantes e extremamente grosseiras e individualistas. É decidido então, que as fronteiras irão fechar, e ninguém mais irá sair ou entrar do Vilarejo.

Matty então é encarregado de avisar as demais vilas da decisão, ao mesmo tempo que precisa procurar e trazer em segurança a filha de Vidente, Kira, que mora em uma vila nas mediações. O grande problema é que a já amaldiçoada floresta, a qual Matty é o único que consegue atravessar há anos, está mais obscura do que nunca, e o jovem não faz ideia se desta vez, ele continuará sendo poupado pela mesma.
– Já vai para a Floresta outra vez?
Matty suspirou. Não havia escapatória.
– Volto antes de escurecer.
– Tudo bem. Mas acenda o lampião, para o caso de se atrasar. Depois que escurece, é bom ter uma janela iluminada para se guiar. Eu me lembro de como era a Floresta à noite.
– Quando foi isso?
O homem sorriu.
– Quando eu ainda enxergava. Bem antes de você nascer.
– Você tinha medo da Floresta?
Muitas pessoas tinham, e por bons motivos.
– Não. Tudo não passa de ilusão.
P. 08
“O Mensageiro” é o terceiro volume da série “O Doador de Memórias”, sucesso da autora Lois Lowry. Mais uma vez, Lowry nos apresenta um novo personagem, este que está inserido em uma sociedade cheia de regras e rituais. Matty, assim como Jonas de “O Doador de Memórias” e Kira de “A Escolhida”, também possuí um dom especial, que será essencial para que o mesmo se livre de suas amarras sociais.

Com sua narrativa simples e sem muita enrolação, Lois obviamente vai construindo o desfecho de sua série, que é composta por quatro livros. Pela primeira vez, personagens importantes dos volumes anteriores aparecem, ocupando uma posição importante para o desenrolar da história. Isso me dá esperança de que a autora foi inteligente o suficiente em criar uma grande e complexa teia de aranha, conectando todas as obras de uma forma, que em uma ótica inicial, seria difícil de enxergar. Espero não me decepcionar.
[...] Mas agora sabia que em toda parte, espalhadas pelos quatro cantos do mundo conhecido, existiam comunidades onde as pessoas sofriam. Nem sempre devido a surras ou à fome, como havia acontecido com ele, mas por causa da ignorância. Por não saberem. Porque eram privadas do conhecimento.
P. 27
O que acho bastante curioso desta série é que até agora não achei nenhum dos livros excepcionais, porém todos eles conseguiram me entreter. Talvez sejam suas personagens fortes, talvez seja o tema distópico ou simplesmente o fato da leitura ser extremamente rápida. De qualquer forma, fico bastante contente de finalmente ver uma capa decente para esses livros. As duas anteriores são simplesmente desastrosas.

Apesar de ser uma obra simplista, “O Mensageiro” consegue trazer bons questionamentos durante pouco mais de 150 páginas. Com uma atmosfera bastante similar a do filme “A Vila”, que diga-se de passagem foi lançado no mesmo ano do que o livro, lá em 2004, a autora consegue dar seguimento a sua série, misturando distopia com fantasia e mistério. Resta agora esperar pelo desfecho dessa saga e torcer para que ao menos ele seja no nível dos demais livros.
– Sei do que está falando. Houve uma garota certa vez, muito tempo atrás. Eu era mais jovem que você, Matty, mas estava na idade em que essas coisas começam a acontecer.
– O que houve com ela?
– Ela mudou. E eu também.
– Às vezes acho que preferiria que nada mudasse, nunca – falou Matty com um suspiro.
P. 71
Compare e Compre
Comentários
9
Compartilhe

9 comentários:

  1. Nunca li nenhum livro da série, mas eu gostei da história. Fiquei curiosa para saber o que esta acontecendo com o vilarejo. Acho ainda da tempo de tirar o atraso e ler

    ResponderExcluir
  2. A medida que fui lendo sua resenha fiquei cada vez mais curiosa com a história do livro e dos anteriores. Quando você comparou com o filme A Vila fiquei com ainda mais vontade ler, pois adoro o filme e agora tenho certeza de que vou gostar do livro. Pretendo ler com certeza.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Tácio, eu apenas assisti ao filme "O doador de memórias" e não li o livro ou sabia que ele fazia parte de uma série de 4 livros. O livro é curtinho, 160 áginas?!, acho que esse fato contribui para a agilidade da história. Como a história do filme não me chamou tanto a atenção assim, ainda não tive vontade de ler a série e por isso vou aguardar o lançamento e a resenha do último torcendo pra que as obras se conectem como vc espera e o último venha pra arrebatar, assim decidirei se leio ou não a série :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili,
      Todos os livros são bem curtinhos, esse é o menor deles. Dá pra ler super rápido! =D
      E minha torcida continha haha, tomara que o último conclua a série de uma forma satisfatória.

      Excluir
  4. Olá.
    Não sabia que O doador de memórias fazia parte de uma série. Ainda não li ao livro, mas assisti o filme e fiquei bastante curiosa. Pretendo ler o livro em breve, e agora preciso correr pra adquirir os outros dois, hehe.
    É bom saber que os livros mantém o mesmo nível. Isso é bom porque, mesmo não surpreendendo mais que os outros, também não decepciona o leitor com um livro ruim.

    ResponderExcluir
  5. Eu assisti ao filme O doador de memórias. QUero muito ler essa série. Estão entre as minhas próximas aquisições (que nao sei quando vou adquirir mesmo, porque já gastei demais com livro esses dias kk)

    Abraços,
    Colecionadores de Livros
    Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, acho que pelo menos esses livros estão sempre em promo, o que já ajuda =p

      Excluir
  6. Apesar de distopias não ser meu tipo de leitura favorito ,eu gostei dessa série e espero também que no desfecho dahistória mantenha o mesmo nível dos outros livros.
    Bjão.

    ResponderExcluir
  7. Olá...
    Gosto bastante de distopias, mas ainda não tive a oportunidade de ler essa série... Assisti ao filme "O Doador de memórias" e espero poder ler os livros em breve, pois parecem ser muito bons...
    Abraços

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações