18 de set de 2016


[Resenha] O Vento da Noite - Emily Brontë

Ficha Técnica

Título: O Vento da Noite
Autor: Emily Brontë
ISBN: 978-85-200-1306-9
Páginas: 151
Ano: 2016
Tradutor: Lúcio Cardoso
Editora: Civilização Brasileira
42Único livro no país que reúne exclusivamente a poesia de Emily Brontë, autora de O morro dos ventos uivante, este volume traz 33 poemas da escritora inglesa. Publicado no Brasil originalmente em 1944, como parte da primorosa Coleção Rubáiyát, da editora José Olympio, “O Vento da Noite”, traduzido por Lúcio Cardoso, retorna em edição bilíngue pela Civilização Brasileira. É uma bela oportunidade de reviver o encontro entre dois grandes nomes na literatura e de observar as especificidades que permeiam os processos de criação do autor e do tradutor – uma relação marcada pela sensibilidade, intimidade, escuta e delicadeza. A edição é organizada e apresentada por Ésio Macedo Ribeiro, organizador dos Diários, de Lúcio Cardoso. A prestigiada tradutora Denise Bottman assina o texto de orelha.

Resenha 


O Vento da Noite é a reunião de trinta e três poemas escritos por Emily Brontë, autora de O Morro dos Ventos Uivantes, seu único romance publicado e que só foi reconhecido como um clássico muitos anos após sua morte. A editora José Olympio, também selo do Grupo Editorial Record, foi responsável pela publicação de O vento da noite em 1944. Essa nova edição, publicada pelo selo Civilização brasileira, conta com a organização e apresentação de Ésio Macedo Ribeiro.

GER_SELO_PARCEIROS_2016_GER
Trata-se de uma edição bilíngue. Os poemas originais em inglês e ao lado a tradução feita por Lúcio Cardoso. É possível analisar as diferenças entre o original e a tradução entendendo as escolhas que o tradutor precisou fazer para se aproximar do que Emily escreveu. A intenção em colocar determinadas palavras para passar o sentimento e força da escrita da autora. Quem já leu O Morro dos Ventos Uivantes tem uma noção da intensidade presente na escrita de Emily. Com O Vento da Noite não foi diferente.


Melancolia, solidão, as menções ao tempo e a noite e morte. A escrita da autora é carregada de emoção, de uma atmosfera sombria e que foge ao padrão das produções literárias feitas por mulheres de sua época. Classificam Emily como uma autora da escola romântica, mas os seus escritos fogem ao padrão do Romantismo, como alguns críticos sinalizam.

O Vento da Noite é um livro para quem gosta de Emily Brontë, dos cenários sombrios criados pela autora, de quem está disposto a ler com muita atenção e captar toda a intensidade presente em seus poemas. Assim como O morro dos ventos uivantes, precisa de tempo para ler e sentir os poemas de Brontë. É fato que O Vento da Noite, por ser um livro de poemas, tem uma leitura que pode ser considerada mais rápida ou que o texto flui melhor que a única obra publicada pela autora - levando em consideração que muitas pessoas não conseguiram terminar O morro dos ventos uivantes.

A atmosfera sombria de O Vento da Noite me agradou, foi bom retornar a escrita de Emily e ver em seus poemas aquela melancolia e solidão que tanto gostei em O Morro dos Ventos Uivantes. Dos trinta e três poemas, escolhi alguns como os meus preferidos. Gostei da obra como um todo, mesmo que em alguns poemas a tradução tenha amenizado ou "quebrado" um pouco da emoção do texto original. Um livro que vale a pena ser lido e sentido, como todo livro de poemas.
20.
Este vento de verão

Este vento de verão rodopia conosco,
Rodopia através das auroras do dia;
Mas é preciso que antes do cair da noite
Partas com este divagante para bem longe.

A voz que chora no adeus,
De tua alma será fiel companheira,
Enquanto a vaga subindo das colinas distantes
E o débil horizonte das ribeiras moventes
Não tiverem elevado ainda, para sempre suas barreiras.

Sei que cometi uma grande injustiça
Para contigo,
E para com o Céu também;
Sei que devia passar a minha vida, talvez,
A chorá-la,
Sem merecer jamais o perdão.

Em vão correrão minhas lágrimas:
O arrependimento ainda será pouco
Para destruir tantas mentiras,
Pois a dor é impotente
Para consumir a palavra adeus!

E no entanto, o futuro te promete repouso,
Tua alma é realmente muito pura!
Mas eu, que tive coração para tal falta,
Também acharei força para arrastar o fardo.

Mais tarde,
E além deste mundo de furiosas disputas,
Que põe na sua destruição uma raiva juvenil,
Tua fé morta e perdida
De repente se lançará às fontes da vida,
E meu remorso

Morrerá.
Compare e Compre

Comentários
11
Compartilhe

11 comentários:

  1. Venho gostado mais de poemas, mas não sei se teria paciencia pra ler um livro assim até o final, principalmente porque alguns são muito difíceis de entender. Gostei que tem uma atmosfera mais sombria... Vou pensar um pouco mais a respeito. Quem sabe?
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que não iria gostar muito desse livro. Não sou muito fã de poemas...
    E eu sou uma dessas pessoas que não conseguiu terminar O Morro dos Ventos Uivantes :P
    Então esse livro eu passo...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Apesar de ter demorado bastante, li e gostei de O Morro dos Ventos Uivantes. Mas como O Vento da Noite é um livro de poemas não acho que iria gostar, pois não gosto de poemas. Gostei da resenha, e achei a capa do livro um pouco estranha.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  4. Eu acredito que deva ser incrível ! Já li O Morro dos ventos uivantes e acho um clássico maravilhoso 😃
    Não tem como não perceber o clima que Emily cria, é um ambiente emocionante.
    Eu acho bem difícil interpretar poemas.. Tinha um professor de literatura que era incrível, fazia interpretações de babar ! Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Auri, eu acho que o bom de um livro de poesias é que você não tem aquela ansiedade de terminar visto que não contém uma história e assim podemos intercalá-lo com outras leituras tranquilamente. Eu tenho curiosidade sobre esse clássico da Emily mas me preocupa o fato de ser classificado como um romance intenso, tenho medo de não me adaptar a leitura, assim não sei se leria agora um livro de poesias dela, contudo a poesia que você escolheu é ótima ;)

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    Ainda não li O Morro dos ventos Uivantes, mas tenho na minha estante e pretendo ler em breve. Quanto a esse livro, não pretendo ler, mas para quem gosta desse gênero, uma ótima pedida! Parabéns pela resenha, perfeita. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. eu li o morro a muuuiiito tempo atrás e ainda acho que era uma adaptação, realmente não lembro mais nada da história
    eu até gosto de poemas, normalmente eu leio aleatoriamente
    mas o que realmente mais me chamou atenção foi o fato de ser uma edição bilingue
    dá para acompanhar com original! isso é ótimo para quem tá estudando o idioma

    ResponderExcluir
  8. Auri!
    Livros de poemas já são inspirativos de ler e de uma autora renomada, ainda melhor.
    Pena que a tradução de de ser adaptada para transmitir toda emoção.
    “A vida guarda a sabedoria do equilíbrio e nada acontece sem uma razão justa.” (Zíbia Gasparetto)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  9. Não curto muito poemas e por isso o livro não chamou minha atenção. Mas achei interessante a editora ter optado por lançar os poemas em duas línguas, que para quem quer treinar o seu inglês deve ser ótimo e como você disse ver um pouco mais como o sistema de tradução funciona (tipo olhar palavras em inglês e tentar entender porque o tradutor resolveu escolher palavra x e não y). Nunca li nada da Emily - já tentei ver o filme de O morro de vento uivantes e não gostei. Elas tem outros livros lançados além desse e se sim quais você me indicaria para começar a ler Brontë ?

    ResponderExcluir
  10. Oi..
    Ainda nao li O MOrro dos ventos uivantes,mas tenho muita vontade ,mas esse realmente nao me atraiu poie gosto de livros com estoria ,e de poemas nao me atrai..
    Um abraço e muito sucesso :)

    ResponderExcluir
  11. Já faz tempo que eu li O Morro dos Ventos Uivantes, mas eu lembro que gostei bastante do livro. Não sou super fã de livros de poemas, mas me interessei por esse por ser escrito pela Emily Bronte. Eu gostei muito da escrita da autora, e acho que também vou gostar desse livro =D
    Bjss ^^

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações