2 de set de 2016


[Resenha] Seduzida por um Guerreiro Escocês - Maya Banks

Ficha Técnica

Título: Seduzida por um Guerreiro Escocês
Título Original: Never Seduce a Scot
Autor: Maya Banks
ISBN: 978-85-503-0002-3
Páginas: 338
Ano: 2016
Tradutor: Felipe CF Vieira
Editora: Universo dos Livros
56Eveline Armstrong é imensamente amada e protegida por seu clã, mas as pessoas a consideram diferente, pois apesar de ser linda e encantadora, a moça sofreu um acidente que lhe causou sequelas não só psicológicas, mas também físicas, visto que ela ficou surda. Satisfeita com sua vida reclusa, ela aprendeu a ler lábios e permitiu que o mundo a enxergasse como uma tola. Contudo, quando um casamento arranjado a torna esposa de Graeme Montgomery, integrante de um clã rival, Eveline aceita seu destino - despreparada para os deleites que viriam. Enredado pelos mistérios de Eveline, cujos lábios silenciosos são cheios de tentação, Graeme vê seu casamento ameaçado devido às rivalidades entre clãs e agora deverá enfrentar inúmeras adversidades para salvar a mulher que lhe despertou tanto amor.

Resenha


Quando vi a capa de Seduzida por um Guerreiro Escocês e li a sinopse tinha certeza de que iria amar esse livro e não deu outra, Maya Banks arrasou mais uma vez!!!!

Selo de Parceria Universo dos Livros 2016A Trilogia Montgomery & Armstrong trará a rivalidade entre esses dois clãs da Escócia feudal. A guerra entre os dois maiores clãs da Escócia já ocorre há muitos anos, nem é possível dizer como, porque e quem começou, mas o fato é que as famílias se odeiam. Entretanto, o rei Alexandre II conseguiu vencer uma guerra e finalmente seu país estava em paz, mas ele precisava ter certeza de que seus maiores aliados não entrariam em guerra entre si enquanto precisava se preocupar com diversas questões burocráticas pós-guerra. Por isso, tomou uma atitude completamente inusitada: por meio de decreto real, obrigou que as famílias se unissem através do matrimônio. Sendo assim, Eveline Armstrong, única filha de Tavis e Robina Armstrong deveria se casar com o laird dos Montgomery, Graeme Montgomey (pausa aqui para explicar que o proprietário de terras, o senhor de um feudo na Escócia era chamado de laird).
O mensageiro do rei fechou o rosto, manifestando seu desagrado ao ambiente hostil ao seu redor.
- O rei decretou que assim seja. Graeme Montgomery e Eveline Armstrong irão se casar.
P. 19
Eveline sempre foi feliz vivendo com sua família. Ao lado dos pais e dos irmãos Aiden e Brodie ela vivia uma vida tranquila e rodeada de amor, mas há três anos, desde que sofreu um acidente ela ficou  surda, mas para todos a sua volta ela deixou que acreditassem que foi afetada psicologicamente. Isso fez com que ela conseguisse livrar-se do casamento que o pai havia arranjado com Ian McHugh, mas não a livraria do casamento com Graeme, afinal, se não cumprissem o tratado real, seriam considerados inimigos da Coroa.
Aquelas pessoas não sabiam a verdade, e Eveline não fazia nada para mostrá-la a elas. A maioria das pessoas era muito gentil com ela, muitos se esforçavam para fazer coisas que a deixassem feliz.
Ela era feliz ali. Levou um bom tempo até conseguir digerir a confusão do acidente e da deficiência. Não entendia por que a audição lhe fora tirada, mas aprendera que não se deve questionar a vontade de Deus.
P. 33
Desde a morte do pai que Graeme assumiu a liderança dos Montgomery e com o apoio dos irmãos mais novos, Bowen e Teague vivia para cuidar de sua irmã Rorie e vingar-se de todos os Armstrongs pela morte de seu pai, assassinado pelo avô de Eveline. Casamento era algo em que ele não pensava, mas o decreto real não lhe deu alternativa, não poderia colocar todo o seu clã em risco para manter uma vingança e assim, ele se viu marchando para as terras inimigas para casar-se com uma garota que todos consideravam "maluca" e que não poderia cumprir seus deveres de esposa e consequentemente não lhe daria herdeiros.
Se ela precisava servir de sacrifício em um esforço para acabar com a luta entre os clãs, então seu destino estava selado e não havia muito a ser feito. Ela não queria que sua família sofresse tanta angústia.
P. 29
Quando se conhecem, Graeme e Eveline descobrem que o que imaginavam um do outro estava errado, ou pelo menos, distorcido por tanto ódio. Graeme achou que encontraria uma criança e ainda por cima alheia à tudo ao seu redor, que certamente nem saberia em que implicaria um casamento e não uma mulher que parecia muito mais inteligente e astuta que a maioria de suas contemporâneas. Eveline logo se encantou com Graeme pelo simples fato de conseguir "ouvi-lo", uma vibração da voz de seu futuro marido.
Como ela conseguia fazê-lo se sentir tão inseguro?
Eveline sorriu largamente de novo, seu rosto inteiro se acendeu e ela assentiu com vigor. (...)
Mas não conseguia olhar para o brilho e a súplica nos olhos dela e continuar com a rigidez que geralmente envolvia seu coração e mente. Que homem em toda a Escócia poderia sentar-se ali, diante daquela beleza sedutora, e dizer não a ela?
P. 74-75
Casados e vivendo nas terras dos Montgomerys, Graeme e Eveline passarão a se conhecer e quanto mais os dias passam, mais percebemos o quanto ela é forte e determinada e do quanto Graeme precisava dela ao seu lado. Sinceramente, acho que o título deveria ser o inverso, para mim, Graeme foi seduzido por Eveline e não o inverso. Aliás, não apenas ele, como seus irmãos e outras pessoas. Sua força, coragem e tudo que enfrentou vivendo entre pessoas que a consideravam a inimiga, mesmo agora sendo a esposa do laird, ainda que por imposição do rei.

Graeme também é  uma grande surpresa como personagem. Me encantei demais com sua devoção com sua família, com seu povo e agora com sua esposa, ao ver que uma mulher inocente não poderia ser culpada por tudo que seu clã e seus antepassados haviam feito. E nossa, Graeme e Eveline juntos... lindos demais ♥♥♥.
Jamais sequer imaginara como seria ficar com a mulher certa. Uma mulher que não era apenas uma diversão rápida e um alívio apressado. Isso era correto. Tão correto. Ele sabia que nunca sentiria algo assim de novo. Nunca haveria outra mulher para ele.
Ela era dele. Sua esposa.
Ele a amava.
Essa conclusão foi surpreendente e inquietante.
Amor.
P. 271
Porém, é claro que essa desavença não seria superada tão simplesmente assim, quanto mais Maya nos leva pela estória, compreendemos os protagonistas, que se revezam na narrativa, e nos encantamos com os outros personagens, como os irmãos de Graeme e de Eveline e vemos que eles terão muito o que enfrentar.

A leitura de Seduzida por um Guerreiro Escocês é muito fácil e por isso o devorei em um final de semana. Amei ter a oportunidade de ler um romance histórico tendo como ambientação a Escócia feudal (não me lembro de ter lido um livro assim) e espero ansiosamente que a Universo dos Livros traga ainda esse ano o segundo livro da trilogia #ansiedadedefiine

Compare e Compre
Comentários
30
Compartilhe

30 comentários:

  1. Lay!
    Além de gostar da autora e de romance de época, com ambientação na Escócia feudal, deve ser um livro fantástico; ainda mais que aborda as dificuldades da protagonista e luta entre os clãs rivais.
    Fiquei muito interessada.
    “O amor é a única loucura de um sábio e a única sabedoria de um tolo.” (William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de SETEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é uma estória maravilhosa, Rudy. Incrível. Eu amei!!

      Excluir
  2. Oi Lay, desde que vi esse livro ali do lado com o status "lendo" que tenho aguardado ansiosa por sua resenha, pois eu amo esse livro, amo ler resenhas desse livro, amo indicar esse livro e dizer que amo esse livro haha (é amor demais né?!). Maya me surpreendeu, eu tentei ler alguns de seus contemporâneos mas não consegui me apegar e acabei nem gostando, fui ler esse o histórico dela com o pé atrás e achei a história linda, Graeme e Eveline são fofos e não demora nada já vou reler só pra matar as saudades :) Também espero que a editora lance a continuação ainda esse ano, apesar de achar difícil e torço para que a autora dê continuidade a série e lance outros livros lá fora pra eu já ficar ansiosa com seus lançamentos por aqui(por mim ela só escreveria históricos :D)

    P.S: Vc tá certíssima, o título deveria ser Seduzido por Eveline haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Lili, adoro quando encontro alguém na mesma sintonia que eu em um livro, realmente é muitooooo amor por esse livro, essa série e Universo dos Livros, muda o título do livro, kkkkkk

      Excluir
  3. Mais um livro de ficção histórica e eu ficando de fora. Esse gênero está tão famoso ultimamente e estou me sentindo totalmente excluída por ainda não ter lido nenhum, principalmente um que se passa na escócia feudal. O título não é muito atrativo pra mim, confesso que torci o nariz, mas a capa está muito bem feita além de a sinopse ser bem legal. Fiquei mais curiosa para saber mais sobre esses clãs e as lutas entre eles, e fico imaginando se eu leria em apenas um final de semana também. Gostei da sua resenha, me verá mais vezes por aqui!
    Um abraço!

    https://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que maravilha, Eduarda, seja muito bem vinda!
      Sério, a estória é cativante e empolgante, nos prende mesmo e não dá para largar, eu mal queria estudar, kkkk

      Excluir
  4. Concordo com você, Graeme e Eveline juntos é lindo demais, esse é um dos meus casais preferido da Maya Banks!

    ResponderExcluir
  5. Oi Lay, eu estou louquinha pra ler esse livro. A primeira vez que vi a sinopse já me encantei, tem tudo a ver com minhas leituras, essa coisa de um romance em que o casal não espera pelo amor.
    Alem da personagem causar na gente um carinho, acho ela forte e que merece ser feliz.
    Vou te falar que já baixei o livro em PDF, não estou em condições de comprá-lo agora. Mas assim que tiver, quero tê-lo.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia e compre com certeza, Bruna. Maravilhoso!!!

      Excluir
  6. Li um livro dessa autora que me decepcionou muito e prometi que não iria mais comprar/ ler nada dela mas agora talvez eu quebre essa promessa. Apesar de que achei esse título meio bleergh, a resenha me fez querer muito ler. Curti isso da protagonista ser surda (já que na maioria das vezes são retratadas como 'perfeitas') e que se passa na Escócia (acredito que também nunca li um livro que se passa nesse país). Gosto tanto quando o personagem masculino é forte/ poderoso/ etc mas precisa da sua companheira do seu lado <33333 E mesmo não lendo a história super apoio a mudança no titulo do livro kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk, a mudança do título para mim é fundamental, Ilana. Sério mesmo, O Graeme é que é seduzido por ela, completamente. A escrita desse livro é muito diferente dos livros contemporâneos que li da Maya, então, pode ser que e agrade ;)

      Excluir
  7. Oi, tudo bem?
    Adoro romances de época e esse está com uma premissa fascinante. A capa está linda! Já tinha ele adicionado a minha lista e lendo sua resenha, mais certa fiquei de que vou gostar muito dessa história. Os personagens parecem ser cativantes. Linda resenha, parabéns. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Márcia. Amei demais esse livro da Maya e definitivamente quero os próximos da série o quanto antes ;)

      Excluir
  8. Eu estou vendo bastante gente falar desse livro. Eu já li alguns livros da autora, mas nenhum de época. Fiquei com bastante vontade de conhecer essa série da autora. O enredo dela parece ser bem interessante, e eu acho que vou me apaixonar pelo Graeme. Eu amo livros do gênero, e já estou indo agora mesmo colocar esse livro na minha listinha :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coloque sim, Rafaela. Eu tinha lido outra série da Maya, uma contemporânea, a escrita tem diferença, mas eu amei as duas, cada uma com suas particularidades ;)

      Excluir
  9. Quando vi a capa e o título do livro pensei que iria odiar, mas sua resenha me deixou muito curiosa! Já quis ler só por ser um romance histórico e tenho certeza de que vou amar. Adoro essas histórias que lembram um pouco Romeu e Julieta, pela guerra entre duas famílias. Vai pra lista de desejados com certeza.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  10. Oi..
    Ainda nao conhecia a serie ,mas assim como você só lendo a sinopse ja achei que iria gostar,mas depois de ler a resenha tenho a certeza que vai me agradar,pois adoro romances de epoca principalmente com a mocinha sendo de personalidade forte,e eu tambem acho que nunca li um livro de epoca passado na Escocia Feudal...otima resenha..
    Um abraço e muito sucesso :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Andrea e espero que goste mesmo do livro, me conta depois o que achou ;)

      Excluir
  11. Olá!
    Não sou muito chegada a romances de época ou históricos, mas fiquei curiosa por esse se passar na Escócia, um país que não vemos como ambiente para enredos de livros do gênero. O fato da protagonista sofrer de uma deficiência como a surdez, ainda mais em uma época em que isso poderia ser mal visto.
    No entanto, não seria um livro que eu leria. Mas que irei recomendar para amigas que gostam do gênero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Cássia, acho que o que mais atrai atenção nesse romance logo de cara é que ele se passe na Escócia, estamos tão acostumados a serem ambientados em Londres (para os de época), Estados Unidos para os contemporâneos que quando vemos um país que sai do circuíto já nos chama a atenção.

      Excluir
  12. Esse livro parece ser um amor! Achei muito bacana a autora ter colocado uma moça surda como principal, fiquei surpresa, assim como o laird deve ter ficado hahah
    Espero ler em breve <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem imagina a surpresa, Thuanne ;) kkkk

      Excluir
  13. engraçado não sou muito fã de romances de época, mas quando metem guerreiros no meio eu meio que mudo de opinião
    ainda não li nada da banks e achei interessante o fato da personagem ser surda
    realmente tenho que concordar a capa é linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk, falou num guerreiro, hein??
      Capa lindíssima e um livro ótimo mesmo ;)

      Excluir
  14. Que sinopse legal! Sou apaixonada por romances de epóca e ter mais um na livraria nunca é demais, esse parece que tem uma proposta diferente achei beeem legal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ter mais um nunca é demais mesmo, Elaine ;) Super concordo!!

      Excluir
  15. Eu estou doida pra ler esse livro! Eu já li outros livros da autora, e esse realmente parece ser bem dos outros da autora. A história do livro parece ser ótima, e adorei saber que você também gostou do livro. Acho que vou me apaixonar pelos personagens, e por toda a história. Eu também nunca li nenhum livro sobre a Escócia feudal, mas acho que vou gostar muito dele =)
    Bjss ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho, Pamela ;)
      Maravilhoso, leia e me conte o que achou ;)

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações