29 de out de 2016


[Resenha] Doadores de Sono - Karen Russell

Ficha Técnica

Título: Doadores de Sono
Título Original: Sleep Donation
Autor: Karen Russell
ISBN: 978-85-01-10522-6
Páginas: 166
Ano: 2016
Tradutor: Cláudia Costa Guimarães
Editora: Record
42Quando pesadelos são reais, dormir é um privilégio. Uma epidemia assola os Estados Unidos. Milhares de pessoas perdem a capacidade de dormir. Conheça a Corpo do Sono, uma organização que persuade sonhadores saudáveis a fazer doações para os insones. Sob o comando dos enigmáticos irmãos Storch, o alcance da Corpo do Sono só cresce, e ela já está presente nas principais cidades americanas. Trish Edgewater, cuja irmã, Dori, foi uma das primeiras vítimas da insônia letal, há sete anos recruta doadores para a organização. Mas sua crença na empresa e nas próprias motivações começa a vacilar quando ela é confrontada com a Bebê A, a primeira doadora universal, e com o misterioso e maligno Doador Q.

Resenha


Uma sinopse instigante e que revelou uma história confusa. Doadores de sono, de Karen Russell, é um livro que promete muito em sua sinopse e atende pouco na história. Narrado por Trish, uma mulher que perdeu a irmã mais velha para a insônia letal. Na obra, a insônia é um mal que mata centenas de pessoas e que não pode ser controlada por medicamentos. Pela falta de sono/descanso, o corpo dos insones não aguenta o longo período sem repouso. 

GER_SELO_PARCEIROS_2016_GERCom a tragédia familiar, Trish decide entrar para o Corpo do Sono, uma empresa que incentiva e armazena o "bom sono" das pessoas saudáveis para repassar para aquelas que não conseguem dormir. A protagonista tem como função convencer os possíveis doadores, sempre contando a história de como sua irmã morreu pela falta de sono tranquilo. Sua irmã Dori era o seu "trunfo" para o convencimento. A coleta se dava por duas formas: doadores se dirigiam ao centro de doações ou uma van era enviada a cada do doador. Doadores estes que respondiam um inteso e imenso questionário. O sono é coletado através de um equipamento especial e, após a coleta, é tratado e distribuído para quem sofre o mal da insônia. 

Além de Trish, narradora da história, duas personagens tem um grau de importância para o desenrolar da narrativa. Bebê A, doadora universal, que tem um sono muito bom e é explorada pela Corpo do Sono. A exploração fica tão evidente que seu pai começa a se questionar sobre as interferências causadas na vida de sua filha e coloca em risco a doação do "bom sono" da bebê. E a outra personagem é o Doador Q, que se se tornou famoso após doar seu sono contaminado e provocou danos a vida dos que receberam esse "sono ruim". Com este fato a credibilidade da empresa foi colocada a prova. Trish precisa lidar com esse inconveniente que é o Doador Q, precisa continuar na tarefa de incentivar os doadores de sono e fazer com que a Bebê A não deixe de ser a principal doadora de sono. O sono do bebê é tão poderoso que neutraliza os efeitos dos pesadelos causados pelo sono do Doador Q. 

A história lhe pareceu confusa e sem um objetivo definido? Pois foi exatamente isso que me pareceu. Um livro com capítulos curtos, que na maioria das vezes ajuda a história fluir, no caso de Doadores de Sono deixou brechas e questionamentos. Uma obra com menos de 200 páginas e que dá para ser lida em um dia, mas que apresentou alguns problemas para a compreensão da história. A premissa do livro de Karen é empolgante, tão empolgante que dá muita vontade de conferir o desenvolvimento da narrativa. Mas quando chega o momento dessa expectativa ser atendida, deixa muito a desejar. Diversas questões em aberto e um desenvolvimento raso, a mistura de alguns fatos deixou o livro extremamente confuso. Um exemplo da não clareza é de como se dá a distribuição do sono doado. Tudo muito solto, falta explicação para fatos importantes da história, autora não se aprofunda nos detalhes que poderiam enriquecer o seu livro e tornar a narrativa tão atraente quanto foi a sua sinopse. 

Compare e Compre
Comentários
3
Compartilhe

3 comentários:

  1. Auri!
    Nem consigo imaginar uma pessoa que tem falta de sono e precisa de outra como doadora.
    Mesmo sem um objetivo definido, gostaria de ler esse livro.
    "O conhecimento chega, mas a sabedoria demora."(Alfred Tennyson)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Oi Auri, que decepção esse livro hein! Ate hoje só vi uma resenha desse livro, e olha que eu tinha gostado. Como você falou, a sinopse deixa a gente curioso, querendo saber como a historia se desenvolve com um tema tão diferente. Uma pena que não atende as expectativas. Pela resenha percebi que no final fica um livro sem pé nem cabeça. Agora eu nao leio mais.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Achei a história muito confusa isso sim, não curti a premissa da história. O bom que lemos a resenha e já sabemos que não atende as nossas expectativas. Valeu pela opinião foi muito útil. Beijocas

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações