9 de nov de 2016


[Resenha] Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter - Sarah MacLean

Ficha Técnica

Título: Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter
Título Original: Ten Ways to be Adored When Landing a Lord
Autor: Sarah MacLean
ISBN: 978-85-8041-529-2
Páginas: 352
Ano: 2016
Tradutor: Fabiana Colasanti
Editora: Arqueiro
73Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família. Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou. Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade. Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.

Resenha


Chegou a hora de seguir com a série "Os Números do Amor", da Sarah MacLean. Depois de ter iniciado com Nove Regras a Ignorar Antes de se Apaixonar, onde nos encantamos com Gabriel St. John, o marquês de Ralston, chegou a hora de conhecer melhor seu irmão gêmeo, lorde Nicholas St. John. Tendo amado o primeiro livro da série, estava muito empolgada para ler a sequência, ainda mais sabendo que seria a estória de Nick, que eu amei logo de cara.

Blog parceiro ArqueiroLorde Nicholas St. John é um partido perfeito à disponível na sociedade londrina no momento. Filho e irmão de um marquês, mesmo sem título, ele é rico, bonito e sem dúvida muito mais sociável do que o irmão e, como se isso não bastasse, todos viram o apoio que deu à meia-irmã quando essa chegou da Itália. Mas além de todos esses atrativos, ainda há o fato de sua inteligência e conhecimento sobre antiguidades, adquiridos através de anos de viagens por diversos países do continente, hoje lhe garantindo um lugar na Sociedade Real de Antiguidades. Claro que todos esses atrativos chamariam a atenção das mães casamenteiras de Londres em algum momento, mas graças a uma matéria na revista "Pérolas e Pelicas" com Lições para Conquistar um Lorde e uma lista de possíveis pretendentes, onde Nicholas era o primeiro da lista, sua vida na cidade ficou extremamente complicada.

Sendo literalmente caçado em todos os lugares que frequentava, viu que a única solução nesse momento era sair de Londres, ainda que estivesse com uma irmã recém chegada à cidade e que precisava de companhia. É nessa hora que o duque de Leighton, seu amigo, surge com uma proposta irrecusável no momento, procurar a irmã dele, que fugiu de casa. Embora desde que tenha voltado do Oriente, anos atrás, Nick não seja mais o bulan (o caçador como era conhecido), essa missão veio na hora certa.

Lady Isabel Townsend poderia ser uma jovem comum da sociedade, filha de um conde, seu futuro estava garantido. Porém, não é bem assim. Seu pai sempre foi conhecido como o conde perdulário e sua fama era muito conhecida em Londres. Ele casou-se, mas deixou a família na propriedade rural, Townsend Park, em Dunscrof, Yorkshire, um lugar esquecido pelo mundo, e por ele também. Com os jogos e a vida cheia de orgia, o conde gastou tudo que podia e não podia, usando o dinheiro da família e depois itens da casa em Londres e depois até a própria casa, sendo assim, Isabel nunca debutou, sua vida era em Townsend Park, onde ela gerenciava tudo, comandando os empregados, principalmente depois da última vez em que seu pai estivera ali, sete anos atrás, e sua mãe definhou até morrer. Sozinha, sem dinheiro e com um irmão de apenas três anos para criar, seria de esperar que o conde pelo menos ajudasse um pouco para que seu herdeiro tivesse uma educação adequada, mas ele não se importava.

Isabel aprendeu a se virar sozinha. Mas agora, com a morte do pai e a iminência da chegada de um tutor, ela vê as coisas piorarem significativamente. Além disso, a chegada de uma nova garota à sua casa também lhe trará uma séria preocupação. Desde a morte da mãe e a perda dos empregados, que já não recebiam seus salários, Isabel passou a abrigar mulheres em sua casa, mulheres que haviam fugido de suas vidas anteriores, mas a nova moradora era ninguém menos que a irmã de um duque.

Isabel, precisando desesperadamente de ajuda financeira, poderia pensar em se casar com alguém rico, o que resolveria o seu problema inicial, mas como confiar em alguém o segredo da Casa de Minerva? Como confiar nos homens depois de ter visto seu pai abandonar a família? Depois de ter abrigado tantas mulheres que haviam sofrido de diversas maneiras nas mãos deles? Sua única alternativa era vender sua coleção de estátuas de mármore, presente de sua mãe quando era criança. E para sua sorte, ela acaba se deparando com lorde Nicholas em Dunscrof.
- Eu não pedi para ser salva, lorde Nicholas - retrucou ela, o tom de voz subindo.
- É, bem, considerando que eu salvei a sua vida duas vezes nesses dois dias desde que a conheci, devo sugerir que peça da próxima vez.
P. 102
O encontro deles é fantástico e a atração é evidente, mas, mais do que isso, Isabel sabe que ele é a salvação, o sinal de que precisava de que o caminho certo seria vender suas estátuas (ainda que não quisesse se desfazer delas) e Nick, sabia que aquela mulher tinha muitos segredos e isso é algo que o instiga bastante.

Uma característica de Nick que já havia percebido no livro anterior e que dessa vez ficou bastante claro, é o desejo dele de proteger, de cuidar, de salvar. Agora imagine uma pessoa assim trabalhando com uma mulher independente, que nunca contou com o apoio de ninguém a não ser ela mesma?!
O que havia naquela mulher, naquela casa, naquele lugar que o fazia querer ficar, quando em toda sua vida a menor sugestão de comprometimento, de responsabilidade, ou mesmo a sutil ameaça de ficar muito tempo em um único lugar o fizera sair correndo para a próxima aventura?
P. 165
Também no primeiro livro da série, conhecemos um pouco do passado da família de Nick, então a rejeição a se "prender" a alguém de forma definitiva já foi em parte explicado, mas aqui temos acesso a informações que não tínhamos antes e que agravou esse sentimento. Portanto, quando vemos ele se questionando sobre Isabel, sobre sua influência sobre ele, é um passo para que ele supere isso.
E percebeu, naquele momento, que estava inteiramente atraído pela combinação poderosa de força e vulnerabilidade daquela mulher, uma louca que subia em telhados e percorria os campos de Yorkshire à caça de sequestradores... E ainda encontrava tempo para duvidar de seus próprios atos e questionar seu valor.
P. 245
Os personagens criados pela Sarah são maravilhosos, personagens femininas fortes, decididas, independentes, a frente das convenções da época. Além dos protagonistas que amei, temos uma participação rápida de Callie, Gabriel e Juliana, além de sermos apresentados a tantos outros tão empolgantes quanto: Lara, Rock, Jane, Kate e James são espetáculos a parte, James então, nem se fala, o jovem conde de Reddich é uma estrela e sempre que entra em cena rouba o brilho dos outros personagens, e imagine que ele só tem dez anos, kkk.

Quanto mais eu lia o livro, mais amava. Vocês já sabem que eu amo romances de época, não é segredo, mas sempre vem um novo livro e me encanta de uma maneira única.  Agora é esperar pelo próximo, Onze Leis a Cumprir na Hora de Seduzir.

Compare e Compre
Comentários
18
Compartilhe

18 comentários:

  1. Oi Lay, sempre que vejo uma resenha desse livro lembro da sensação linda que for ler. Fiquei apaixonada ainda mais com esse casal e esse se tornou meu favorito da serie. Os dois são super maravilhosos, e o final é de morrer ❤ super indico!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que final lindo né Bruna ❤ Ai ai ai

      Excluir
  2. Amei o primeiro livro e estou completamente animada pra conhecer mais essa história.
    Amo romances de época e esse já está na minha listinha de desejados.
    A história parece ser incrível! Adoro a escrita da autora.
    Sua resenha me deixou ainda mais curiosa. Espero ler a obra em breve.
    Sou apaixonada pela capa desse livro <3
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  3. Oi Layane, não conhecia essa série, mas só pela história e o fato de você ter gostado tanto do livro só me dá mais vontade de ler.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois, Priscila, se você gosta de romance de época, não pode perder ;)

      Excluir
  4. Oi Lay, eu também amei essa história, os protagonistas deram um show a parte, Nick é super fofo e amoroso e Isabel me encantou por sua força e coragem, abriu a Casa de Minerva aos 17 anos e ajudou tantas mulheres, gostei muito dessa parte da história e queria uma série sobre todas essas mulheres (eu repito isso sempre que comento desse livro kkkkk). Demorei pra reconhecer Georgiana que tá em outra série da Sarah que a Gutenberg lançou "O Clube dos Canalhas", se ainda não leu te recomendo, ela é a protagonista do último livro. Mas enfim, a história é linda e as declarações de amor fizeram meu coração derreter kkkk, amei sua resenha Lay ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lili ;)
      Nick é demais mesmo e a Isabel é maravilhosa ;) Realmente uma série sobre essas mulheres seria ótimo mesmo ❤ Eu conheço a série O Clube dos Canalhas, já tem resenha de todos aqui no blog e comentário meu na orelha justamente do livro em que ela é a protagonista ;)

      Excluir
  5. Ooi gata! Estou a um tempinho sem ler romances de época e sinto a maior falta,afinal são sempre histórias gostosas de serem lidas além de que essa autora é maravilhosa na forma de contar uma historia. E as capas de livros de época são as melhores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Elaine, eu amo, tento ler pelo menos um por mês, porque é tão bommmmmmmmmm

      Excluir
  6. Pelas resenhas realmente dá para perceber que as mulheres dessa série são fortes e decididas e eu gosto muito disso. Sobre o casal pelo quote da pág. 102 e o que você falou dá para notar que Isabel e Nick tem uma ótima química. Como ainda não li o livro anterior fiquei bem curiosa para saber mais sobre o passado do personagem e como eles vão lidar com o fato que ele não quer se ''prender'' a alguém e ela não confia em homens por causa principalmente do seu pai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem te falo, Ilana, eles são maravilhosos juntos ❤, mas leia na ordem ;)

      Excluir
  7. Esse livro parece ser uma leitura incrível! Tenho visto muitos comentários a respeito dessa série e nenhum fica pra trás. O melhor é os personagens são ótimos e super bem desenvolvidos pelo que parece, não tem nem como não ter curiosidade. Adorei os quotes que você separou.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, Eduarda e os quotes sempre para mim é a parte mais difícil, porque quero colocar tudo kkkkkkkkk

      Excluir
  8. Lay!
    Além de amar os romances de épocas, saber que tem protagonista forte e obstinada me interesse muito em poder acompanhar a leitura do livro e da série.
    “Capacidade de saber cada vez mais sobre cada vez menos, até saber tudo sobre nada.” (Millôr Fernandes)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia a série, Rudy, você vai amar ;)

      Excluir
  9. Ah, estou louca de vontade de ler essa série. Quando vi que a Sarah estava lançando uma nova série de romances de época eu fiquei maluca. Apesar de não ter lido ainda sua outra série "Clube dos Canalhas" mas estou com muita vontade de comprar. O que falta é dinheiro, haha'
    Amo romances de época desde que me esbarrei com Julia Quinn e a família Bridgerton. Desde então não larguei mais o gênero.
    Pela sua resenha, o livro deve ser maravilhoso, com aquele ar cômico que os romances de época sempre tem e narrativa leve. Adoro personagens fortes e independentes, que tiram o ar de "mocinhas que precisam de um herói".
    Nick deve ser um amor! Ele me lembrou um pouco meu namorado, muito protetor e cuidadoso. Quero muito a série! Estou louca para ler *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Karine, o mesmo aconteceu comigo, desde que conheci a Julia Quinn e os Bridgertons nunca mais larguei o gênero <3

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações