10 de dez de 2016


[Conhecendo o Autor] Samanta Holtz


Olá, queridos! Meu nome é Samanta Holtz, sou autora de romances e hoje estou aqui a convite da linda Layane para contar a vocês como foi o caminho entre meu sonho de ser escritora, que começou lá na infância, até o dia em que tudo se tornou realidade. E hoje, mesmo ciente de que ainda há tanto a ser vencido e conquistado, posso dizer que sou muito mais realizada do que eu poderia imaginar... graças a vocês, amados leitores! Calma, já vou explicar... ;)

Quando eu tinha sete anos de idade, tomei uma decisão: “quando eu crescer, quero ser redatora do Mauricio de Sousa”. Era uma decisão tão firme dentro de mim que eu já comecei a “treinar” fazendo meus próprios gibis! Reunia uma pilha de folhas sulfite, grampeava no meio, dobrava e criava historinhas. Minha mãe tem várias delas guardadas em uma caixa de sapatos! (rs) Era engraçado que eu não tinha nenhum exemplo ou incentivo fora uma vontade enorme, dentro de mim, de criar aqueles gibis. Acho que era o primeiro sinal que meu coração me dava de que meu destino era contar histórias...

Eu acredito muito nisso: que cada um de nós nasce com um dom, uma missão a cumprir. Claro, o livre arbítrio existe e é com base nele que a gente decide se vai ou não responder ao chamado interior e trabalhar aquele dom para torná-lo melhor a cada dia (pois nascer com uma aptidão não anula a necessidade de desenvolvê-la). Para mim, escrever e contar histórias foi algo que brotou naturalmente, sem seguir o exemplo de ninguém próximo. Era uma paixão, quase uma necessidade. E, quando minha família percebeu isso, eles me incentivaram muito a desenvolver esse dom. O primeiro resultado foi um concurso de redação da minha cidade (Porto Feliz – SP), do qual participei aos 9 anos de idade e conquistei o primeiro lugar. Na escola, minhas redações eram bastante elogiadas, e eu lotava cadernos e mais cadernos com reflexões, poesias e pequenos contos. Até que, aos 14 anos, abri um velho caderno nas páginas finais e comecei a escrever o que, até então, seria um conto. Levava o caderno comigo para todos os lados, escrevia sem parar e percebi que, quanto mais eu escrevia, mais os personagens e a trama tomavam forma dentro de mim. Novas ideias, novas conexões, novas cenas... de repente, as ideias se tornaram grandes demais para aquelas páginas, e o caderno acabou muito antes da história ter chegado ao fim. Então, decidi: passaria tudo para o computador!


O desafio era que, em casa, éramos em 3 irmãs e tínhamos um único computador. Então, dividíamos dias e horários para que cada uma pudesse usar e navegar na internet (que era discada, naquele tempo! Rs). Para mim, além dos dias e horários que eram meus, acabavam sobrando as madrugadas, e eu passei várias delas escrevendo loucamente em nosso PC, para chegar à escola na manhã seguinte com olheiras fundas, mas um grande sorriso de satisfação. Foi mais de um ano nesse ritmo de escrita e estudos e, quando escrevi a palavra “FIM” na última página, eu me dei conta de que não havia escrito um conto... eu havia criado um livro!

Esse primeiro livro concluído foi “Renascer de um Outono”. Eu imprimi algumas cópias simples em uma gráfica da cidade e entreguei para alguns familiares lerem. Até que criei coragem para entregar à minha professora de português da época, a Ernides Martelini, que me devolveu o livro com um recado que tenho guardado até hoje:


Foi a partir desse bilhete que eu pensei: “caramba... talvez eu possa mesmo tentar isso. Ser escritora...”. Receber a aprovação de alguém como a Ernides significou o mundo, e criei coragem para tentar a publicação em várias editoras. Foi um festival de “nãos” (risos), mas isso não me impediu de continuar escrevendo e, dez anos depois de começar aquela primeira história no final de um caderno velho, consegui meu primeiro contrato de publicação para “O pássaro”, meu terceiro livro escrito.

“Renascer de um outono” acabou sendo minha terceira publicação, logo após “Quero ser Beth Levitt”, e até hoje sou grata por cada “não” que recebi na adolescência. A história realmente não estava pronta para ser publicada, e graças a Deus eu tive a chance de relê-la com mais maturidade para melhorar o texto e fazer as alterações necessárias para que chegasse às mãos do público da maneira mais linda, como meus leitores a merecem! E, hoje, entre tantas vitórias, comemoro a minha contratação na Editora Sextante, onde tive meu quarto romance publicado recentemente, “Quando o amor bater à sua porta”!

 

 

Sei que ainda terei muitos novos motivos para comemorar e, hoje, com tudo o que já foi alcançado, posso ver que a verdadeira realização do meu sonho não está somente em ver meus livros nas livrarias do país... o momento em que me sinto verdadeiramente completa é quando recebo o amor e carinho de cada um de vocês, meus leitores, que me permitem saber quanto minhas histórias tocaram seus corações, e me dão, assim, a certeza de que estou no caminho certo, usando minhas palavras para o bem. Obrigada por fazerem parte da minha história! Vamos seguir em frente juntos :)

Layane, obrigada pela oportunidade de dividir minha história com os leitores do seu blog! ❤

Com muito amor,
Sam :*

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ 

Curtiram conhecer um pouco mais a Sam? Fofa, não é mesmo? Tive o prazer de conhecê-la na Bienal de São Paulo e fiquei encantada com a simpatia e generosidade
Comentários
6
Compartilhe

6 comentários:

  1. Sempre bom conhecer um pouquinho mais dos autores, principalmente dos nacionais.
    A Samanta tem cara de ser um amor né :)
    Suas obras parecem ser ótimas, estou bem interessada.
    Espero conhecer e ler em breve os livros dela.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  2. Samantha!
    Já disseram que você parece muito com a Ana Carolina - cantora? As duas são lindas!
    E concordo plenamente com você: todos temos uma missão aqui na terra, mesmo que ainda não saibamos qual seja, temos de ir em busca de nossos sonhos, pois através deles, nossa missão será cumprida.
    Desejo ainda mais e mais sucesso para vocÊ! E mais livros para nós...kkkkk
    “Desejo a você e a sua família um Natal de Luz! Abençoado e repleto de alegrias. Boas Festas!”
    (Priscilla Rodighiero)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Uau que incrível! Eu também acredito que cada um de nós nasce pra algo especifico nesse mundo. Que bom que ela seguiu o que seu coração pedia.
    As capas são lindas e eu vim reparar mais na autora com esse Quando o amor bater à sua porta. Todos estão lendo, fazendo resenha e amando. Pretendo ler muito em breve. Abraços

    ResponderExcluir
  4. Gente, ela parece ser mesmo magnânima. Nunca li nada dela, mas tenho visto resenhas e comentários e sei que ela é bastante talentosa. Me identifiquei muito em alguns pontos e me vi sorrindo em outros, é muito bom ver os sonhos das pessoas dado certo, não é?
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS de Natal que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  5. Adorei conhecer um pouco mais sobre a Samanta, conhecia apenas o livro "Quando O Amor Bate Á Sua Porta", que inclusive está na minha lista de desejados, pois gostei bastante das resenhas que li.
    Muito legal a história de como ela escreveu o primeiro livro, muito nova. E mesmo assim o dom da escrita já aflorava... concordo com tudo o que ela disse no começo, acho que todos nascemos com uma "missão." E depois de ler tudo o que ela contou, tenho absoluta certeza que o da Samantha é escrever! Fiquei ainda mais ansiosa pra adquirir os livros dela :)
    Muito sucesso! Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Tive o prazer de conhecer a Samanta na Bienal de SP desse ano e ela é um amor, assim como os livros dela! Fiquei muito encantada com o post, porque adoro conhecer um pouco mais dos autores nacionais. Desejo muito sucesso para ela, sempre!
    Beijos.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações