15 de jan de 2017


[Cinema] Rogue One

Eu não tô nada bem. Eu saí da sessão de Rogue One com a sensação de que tinha assistido um dos melhores filmes de Star Wars. Não fui só eu que achei isso. Fãs e críticos passaram o último mês fazendo mil elogios ao filme e ele merece todos eles.

Pra quem nunca assistiu Star Wars, eu deixo esta pérola de sabedoria do Marshall, de How I Met Your Mother:

Resultado de imagem para marshal star wars
"Ted, as únicas pessoas que não assistiram Star Wars são os personagens de Star Wars. Porque eles viveram, Ted. Porque eles viveram as Star Wars."


Resumão: a história começa pela metade, com os episódios 4, 5 e 6 (Uma nova esperança, O Império contra-ataca e O retorno de jedi). A trilogia conta a história de um grupo de rebeldes lutando contra o Império Galático, uma ditadura espacial, e seu maior representante, o malvadão Darth Vader. O objetivo mais urgente da Aliança Rebelde é destruir a Estrela da Morte, a arma de destruição em massa do Império (imagina um troço que pode destruir um planeta inteiro só com um raio. Pois é.). Lembre da Estrela da Morte, ela vai ser importante daqui a pouco.

Vários anos depois do sucesso da série, o criador George Lucas, mucho loco nas dorgas, resolveu lançar uma trilogia nova pra contar as origens do tio Darth. Aí surgiram os episódios 1, 2 e 3 (A ameaça fantasma, Ataque dos clones e A vingança dos Sith), que não são tão bons quanto os anteriores. Quando os fãs já não tinham mais esperanças de bons filmes da saga, eis que a Disney compra a empresa do Jorjão, a Lucasfilm, e resolve fazer mais filmes de Star Wars, dessa vez com mais atenção ao roteiro.
O que nos traz a…
tan tan tarantantan tan
O que eu posso contar do roteiro, sem spoilers, é que Jyn Erso vê a mãe ser morta e o pai (um engenheiro que fugiu do Império) ser capturado. Ela é resgatada e criada por um aliado do pai mas depois é abandonada e se vira como pode, cometendo uns pequenos delitos aqui e ali. Prestes a ser presa, ela é resgatada pela Aliança Rebelde, que tem interesse nas conexões dela. Acontece que o pai da Jyn é um dos engenheiros responsáveis pela Estrela da Morte (não falei que ela ia ser importante?). Depois de uma série de decepções com a Aliança, Jyn e outros rebeldes resolvem roubar os planos da Estrela da Morte e é aí que a treta começa.
Rebeldes pela causa
Jyn (Felicity Jones) é obviamente a nossa mocinha, apesar de umas atitudes reprováveis. Muita gente reclamou quando o elenco foi anunciado, porque era o segundo filme da saga com uma mulher como protagonista, apesar de só terem mais duas mulheres no filme. Vai entender. Ela é teimosa, destemida e se irrita quando as pessoas não tomam atitudes. Ela também é muito decidida e prática, apesar de meio implicante.
Cassian Andor (Diego Luna) é o maior galã feio que você respeita. O cara é o comandante da nave, mas, apesar de também ser latino, não tem um quinto do charme do Poe (de O Despertar da Força). Cassian é obediente, responsável e muito chato. O próprio estereótipo do bom soldado. Mas tem também seus pontos positivos, que incluem uma boa mira e um senso de justiça escondido sob as várias camadas do seu bigodinho de porteiro.

K-2SO (Alan Tudyk) é o meu favorito. O segundo melhor droid da saga (só perde pro Chopper, de Star Wars Rebels), tem todas as características de um droid maneiro: é sincero, anda engraçado, usa probabilidades nas horas mais inconvenientes e não entende sarcasmo. De longe, o personagem mais legal do filme e que dá um aperto no coração da gente mais pro final da história.
Quem é C-3PO na fila do pão?
Chirrut Îmwe (Donie Yen) e Baze Malbus (Wen Jiang) são uma dupla de guerreiros com alguma conexão com os jedis. Chirrut é cego e usuário da Força (rolam uns boatos de que o bastão dele foi feito com restos de um sabre de luz) e Baze usa armadura e uma blaster DESSE TAMANHO. Os dois formam uma dupla muito eficiente tanto em combate quanto em humor, já que o lema de Chirrut ("Eu sou um com a Força e a Força está comigo") é constantemente zoado pelo amigo.

Tem outros rebeldes, mas é muito nome esquisito pra lembrar e eles não fazem tanta coisa quantos os que eu mencionei.

Do lado do Império temos tio Darth, o asmático mais amado da galáxia e o famigerado Tarkin, que comprova a minha teoria de que quanto mais feia a pessoa, mais fácil é criar a cara dela em CGI. Ele ficou idêntico ao do desenho!

É interessante notar que nesse filme, ao contrário dos outros, o Império é uma força a ser temida. A Estrela da Morte é uma arma poderosíssima, os Stormtroopers (famosos pela mira ruim) acertam o alvo, os líderes são impiedosos. Planetas destruídos, famílias assassinadas, veículos imensos que atiram e pisoteiam. É fácil entender porque as pessoas tem medo inclusive de lutar contra o Império.

Uma das coisas mais legais de Rogue One é a quantidade de referências aos filmes anteriores e às séries de tv. Quando o senador Bail Organa (eu dei um pulo quando ele apareceu) diz que tem um amigo jedi que o serviu muito bem nas Guerras Clônicas, a gente sabe que ele está falando do Obi-Wan; ou quando alguém menciona a capitã Syndulla, uma das protagonistas de Rebels. Eu parecia o Capitão América no cinema, apontando pra tela e dizendo “eu entendi essa referência”. Apesar disso, o filme funciona muito bem pra quem só viu a trilogia original.

Não há dúvidas de que o Darth é do mal
Rogue One é um filme que vale muito a pena inclusive pra você que quer começar a assistir Star Wars e entender o porquê dessa empolgação toda.

Pra assistir na ordem de lançamento: episódios 4, 5 e 6; episódios 1, 2 e 3; O despertar da Força; Rogue One.

Pra assistir em ordem cronológica: episódios 1, 2 e 3; Rogue One; episódios 4, 5 e 6; O despertar da Força.

Numa escala de um a cinco droids maneiros, o quanto eu gostei do filme:

   

Comentários
17
Compartilhe

17 comentários:

  1. Oi Tamy, adorei a frase que você colocou, até ouvi a voz do Marshall falando pro Ted (rsrs).
    Eu quero muito assistir esse filme, e espero que eu goste tanto quanto você.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveita que ainda tá em cartaz, Priscila!
      Espero que você goste.
      Bjos

      Excluir
  2. Também ainda preciso assistir, e LOGO!!!

    ResponderExcluir
  3. Nunca assisti nada de Star wars kkk nd de nada de nada. Gostaria de saber se posso ver esse filme na ignorância ou se preciso conhecer um pouquinho da série rsrs

    ResponderExcluir
  4. Olha, Thaynara, eu acho que você vai ficar meio perdida se começar por esse. Eu recomendaria assistir a trilogia original e depois ver Rogue One. Aproveita que a trilogia tá na Netflix.

    ResponderExcluir
  5. Tamy!
    Todo fã do Star Wars, como eu, quer ir assistir o filme, mesmo com nova roupagem até dos nossos androids preferidos.
    Não tem como não apreciar toda história tão antiga e com os novos efeitos especiais.
    Adorei toda sua análise.
    “Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” (Cora Coralina)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  6. Sou a única que nunca assistiu Star Wars, sou louca pra assistir mas sempre fico perdida na cronologia e nunca sei por onde começar.

    ResponderExcluir
  7. Oi Tamy, nunca vi nadinha de SW. Me sinto uma estranha na face da terra, porque todos adoraaam ne? Eu tenho vontade de assistir porque é uma serie enorme, e eu adoro livros e filmes assim, cheios de historia.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Estou doida para assistir esse novo filme de Star Wars mas ainda não tive oportunidade nem tempo para assistir, pelo que vi dos trailers parece ser mesmo um filme incrível e adorei os efeitos especiais, irei com certeza assistir essa nova historia e os droins são muito fofos !!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Tamy!!
    Preciso assistir esse filme urgente!! Pois é estou precisando ir mais ao cinema e assistir esse filme fantástico de Star Wars!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Oi Tamy!
    Nunca assisti Star Wars!! Já vi alguns pedaços enquanto meu pai assistia, mas nunca chamou minha atenção. Ainda mais sabendo que a ordem dos filmes é uma loucura!!
    Talvez eu assista um dia pra deixar de ser a esquisita que nunca assistiu kkkk Beijos

    ResponderExcluir
  12. Bom, eu não curto muito Star Wars, os livros e filmes não chamam muito minha atenção e nem despertam meu interesse, mas irei indicar esse post a pessoas que conheço e curtem Star Wars.

    ResponderExcluir
  13. Eu ainda não assisti ao filme mas estou com muita vontade. Só não sei se gosto muito do fato de ele fazer referência à filmes anteriores e séries de tv poque eu não assisti a alguns filmes e não vejo tantas séries. Espero que para mim funcione muito bem mesmo :D

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Como fã de Star Wars, estou muito ansiosa para assistir esse filme! Não irei ver no cinema, vou aguardar chegar nas locadoras. Mas de qualquer forma, o prazer será o mesmo! Pretendo rever todos os filmes, para ficar mais interessante.
    Sua crítica está fantástica!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Eu fico impressionada o tanto tempo que faz que a história de Star Wars está nas telinhas ou livros e até hoje o sucesso é sempre gigantesco. Toda essa batalha, impérios, destruição, mexem com a imaginação de quem vê. Parece um filme muito bom!

    ResponderExcluir
  16. Essa referência de How I Met Your Mother foi ótima...rs... Eu assisti apenas aos filmes, então é claro que estou super curiosa para assistir Rogue One, infelizmente não consegui assistir no cinema, mas como sou paciente, logo poderei assistir. Sua resenha me deixou com ainda mais vontade de conferir, esse robô parece mesmo ser bem simpático..rs...
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações