26 de fev de 2017


[Resenha] Contos Peculiares - Ransom Riggs

Ficha Técnica 

Título: Contos Peculiares
Título Original: Tales of the Peculiar
Autor: Ransom Riggs
ISBN: 978-85-510-0053-3
Páginas: 208
Ano: 2016
Tradutor: Edmundo Barreiros
Editora: Intrínseca
Biblioteca de Almas é o último volume da celebrada trilogia iniciada com O lar da srta. Peregrine para crianças peculiares. Neste terceiro livro, depois de sofrer com a morte do avô, conhecer crianças com habilidades peculiares em uma fenda temporal e partir pelo mar em uma busca desesperada para curar a srta. Peregrine, Jacob vai finalmente enfrentar a inevitável conclusão dessa turbulenta jornada. Jacob descobre uma poderosa habilidade e não demora a explorá-la para resgatar os amigos peculiares e as ymbrynes da fortaleza dos acólitos. Junto com ele vai Emma Bloom, uma menina capaz de produzir fogo com as mãos, e Addison MacHenry, um cão com faro especial para encontrar crianças perdidas. Partindo da Londres dos dias atuais, o grupo vai percorrer as ruelas labirínticas do chamado Recanto do Demônio, uma complexa fenda temporal que abriga todo tipo de vícios e perversões. É ali que o destino de peculiares de toda parte será decidido de uma vez por todas. Tal como os volumes anteriores da série, Biblioteca de Almas une fantasia, aventura e sombrias fotografias de época para criar uma experiência de leitura única.

Resenha


Após finalizar sua trilogia, Ransom Riggs revista seu universo peculiar ao criar este livro de contos. O título da obra soará familiar para quem leu “Cidade dos Etéreos” e/ou “Biblioteca de Almas”, pois “Contos Peculiares” é uma obra fictícia citada nestes volumes, e que serve para iluminar e ajudar Jacob e seus amigos durante suas missões.

DSC_0178.JPG

A Srta. Peregrine costumava ler contos para suas crianças, e o tal livro, como disse há pouco, é denominado Contos Peculiares. Nele, há fábulas e pequenas histórias que sempre trazem em seu enredo algum artifício peculiar, seja animais, humanos ou criaturas.

Essa versão criada por Riggs, é uma pequena reprodução do livro que a Srta. Peregrine de fato utiliza, sendo assim uma versão mais compacta. Para deixar a ideia do livro mais mágica, o autor utilizou uma de suas personagens para ser o editor de tal obra, sendo Millard Nullings o escolhido. Tal ideia lembra bastante o que J.K. Rowling fez anos atrás com “Os Contos de Beedle, o Bardo”.

DSC_0181.JPG

Houve uma época em que os peculiares eram não apenas aceitos, mas até mesmo reverenciados pelas pessoas comuns, com quem conviviam sem problemas, mas nos últimos tempo eles vinham enfrentando a ignorância, e as pessoas comuns andavam desconfiadas deles.
[A primeira ymbryne]
P. 61 
Essa edição lançada pela Intrínseca é MUITO LINDA! Digo até que é mais bonita do que as já belas e caprichadas edições da trilogia. Aqui, a capa é dura e verde, imitando uma capa de livro antiga em tecido, e todo o desenho é impresso em tinta dourada brilhante. Além disso, dentro do livro, tanto os títulos dos contos e até mesmo as notas de rodapé e números de páginas, são impressas nesse mesmo tipo de dourado.

DSC_0180.JPG

Para deixar a edição ainda mais bela, cada conto possui uma magnífica ilustração feita pelo artista Andrew Davidson. Davidson utiliza da técnica de xilogravuras para enriquecer o livro, que para quem não sabe é a arte de talhar o desenho na madeira e depois reproduzir com tinta – como se fosse um carimbo –, esse entalhe no papel. Todas imagens são muito bonitas, riquíssimas em detalhes e combinam bastante com a estética antiga e luxuosa da obra.

DSC_0184.JPG

Da escuridão emergiu um olho gigante suspenso em uma parede de carne cinza. Era uma baleia, indo rapidamente na direção de Zheng. Quando ia colidir com ele, a baleia mergulhou e desaparceu de vista.
[Cocobolo]
P. 103 
“Contos Peculiares” abrange dez contos no total, sendo que um deles já é um pouco conhecido para os fãs da saga: “As Pombas (da Catedral) de St. Paul”. Alguns contos são claramente melhores do que os outros, mas, em sua maioria, são agradáveis. Meu favorito se chama
“A Menina que Domava Pesadelos”, e acredito que há contos para todos os tipos de gosto: uns mais românticos, uns mais reflexivos, uns mais macabros… Na minha opinião, até mesmo quem não acompanhou a série, poderá usufruir deles.
A ideia a assustou. Como ela o encontraria? E quando o encontrasse, o que o impediria de matá-la também? Ela não tinha ideia, mas sabia que precisava tentar.
[A menina que domava pesadelos]
P. 145
Compare e Compre
Comentários
7
Compartilhe

7 comentários:

  1. Ainda não li a trilogia do Orfanato da Sra. Peregrine mas quero muito ler. Gostei deste livro e os contos devem mesmo ser bem interessantes. A edição está realmente linda, essas ilustrações são maravilhosas. Ótima dica e resenha.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente eu não fiz a leitura de nenhum dos livros da trilogia, mas pretendo ler pelo menos um deles até o meio do ano. Estou acompanhando várias opiniões sobre os livros e tudo indica que é uma trilogia fantástica. Acho as capas lindas e as ilustrações maravilhosas, estou muito curioso pela história e bastante encantado com o enredo! ♥

    ResponderExcluir
  3. A beleza da edição é inegável. Apesar de ter muita curiosidade com a trilogia, não li porque as fotos da capa me assustavam rsrs Li várias resenhas e perdi um pouco o medo, agora só espero uma promoção para comprar o box

    ResponderExcluir
  4. Tácio!
    Está sendo bem comum as editoras 'exigirem' novos livros de uma série que deu certo e acrescentam lindas ilustrações e um ou outro ponto de modificação para atrair os fãs.
    Não sei se é certo, mas acredito que esteja dando certo, já que muitas editoras tem praticado tal fato.
    Bom carnaval e moderação, hein?
    “Não basta saber, é preferível saber aplicar. Não é o bastante querer, é preciso saber querer.” (Johann Goethe)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Todo mundo fala que, a trilogia do Orfanato da Sra. Peregrine é muito bom, mas não tive a oportunidade de ler ainda, pretendo comprar. Louca pra ler!!
    Amei a resenha, e as xilogravuras.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Essa edição está um capricho mesmo.
    Estou bem curiosa pra ler a trilogia! Estou vendo muitos comentários positivos em relação a história e isso vem me deixando cada vez mais animada.
    Os contos parecem ser ótimos também.
    Já coloquei na minha listinha de leituras e espero ler em breve.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  7. Que edição maravilhosa, as imagens a diagramação tudo está ótimo, ainda não li a série mas tô louca para ler e assistir o filme.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações