27 de fev de 2017


[Resenha] A Garota do Lago - Charlie Donlea

Ficha Técnica 

Título: A Garota do Lago
Título Original: Summit Lake
Autor: Charlie Donlea
ISBN: 978-85-01-10765-7
Páginas: 296
Ano: 2017
Tradutor: Carlos David Szlak
Editora: Faro Editorial
Summit Lake, uma pequena cidade entre montanhas, é esse tipo de lugar, bucólico e com encantadoras casas dispostas à beira de um longo trecho de água intocada. Duas semanas atrás, a estudante de direito Becca Eckersley foi brutalmente assassinada em uma dessas casas. Filha de um poderoso advogado, Becca estava no auge de sua vida. Atraída instintivamente pela notícia, a repórter Kelsey Castle vai até a cidade para investigar o caso. E enquanto descobre sobre as amizades de Becca, sua vida amorosa e os segredos que ela guardava, a repórter fica cada vez mais convencida de que a verdade sobre o que aconteceu com Becca pode ser a chave para superar as marcas sombrias de seu próprio passado...

Resenha


Becca Eckersley está se preparando para as provas finais, então decide ir até a casa do lago da família para estudar. Summit Lake, que fica mais ou menos 5 horas de distância de sua universidade, é uma pequena cidade no meio das montanhas, onde Becca vai mais ou menos duas vezes por ano nas datas comemorativas. Porém, essa será a última visita da jovem à cidade, pois na mesma noite em que chega à Summit Lake, Becca é brutalmente assassinada.

Sem suspeitos e sem muitas informações gerais sobre o caso, a então afastada repórter Kelsey Castle é designada para ir até Summit Lake, na tentativa de colher informações para uma futura publicação da revista para qual trabalha. Ao chegar em Summit Lake, Kelsey logo descobre que o assassinato de Becca é o principal assunto da cidade; seja porque foi o primeiro caso de homicídio da vila, seja porque o pai de Becca é um renomado advogado, ou até mesmo o fato da polícia local ter sido colocada em escanteio e substituída por profissionais do Estado.

Enquanto faz sua pesquisa e investigação própria, Kelsey perceberá rapidamente que ela e Becca tinham muito em comum, e ajudar a solucionar o caso será sua prioridade, mesmo que para isso ela tenha que agir contra a polícia e colocar sua carreira e vida em risco.
– Do que a senhorita está atrás nesse caso?
– Da verdade.
O delegado deixou escapar uma risada grosseira.
– E vai descobri-la antes de mim?
– Antes ou depois, senhor. Estou aqui só para escrever um artigo para a minha revista, e não para me intrometer em seu caminho. Mas quero escrever um artigo preciso.
P. 45 
“A Garota do Lago” é o primeiro livro do autor norte-americano Charlie Donlea. Nesta obra, Donlea busca criar uma história que consegue conectar passado e futuro e diversas personagens entre si, gerando uma teia através dos capítulos, para que desta forma, consiga culminar em um final cheio de reviravoltas e surpresas para o leitor.

A narrativa é feita por um narrador em terceira pessoa, que alterna os relatos entre o passado de Becca, até o dia de sua morte, e a investigação no presente feita por Kelsey. Haverá momentos que este narrador terá a necessidade de acompanhar outras personagens que não sejam estas duas, isso para poder justificar certos eventos, e principalmente, como ferramenta de construção da tal conectividade que citei há pouco.
– Qual é o interesse? – o dr. Ambrose perguntou no momento em que Kelsey saía do consultório. [...]
– Primeiro e único assassinato em Summit Lake. Família importante. Jovem estudante com tudo a seu favor, certinha, correta. As autoridades estaduais tiraram o caso da polícia local porque essa história cheira mal. [...]
– Cheira mal por quê?
– Porque estão tentando esconder a verdade.
P. 67 
A escrita de Charlie me agradou, e os capítulos curtos ajudaram a história fluir rapidamente, principalmente depois da página 100 mais ou menos, quando cada final de capítulo traz uma revelação importante para a solução do caso. Sendo um livro que começa de certa forma lento, pois é necessário criar uma construção para atingir o clímax, “A Garota do Lago” peca somente ao não conseguir estender por mais tempo seus questionamentos.

Apesar de ter quase 300 páginas, fica claro que os eventos ocorrem muito rápido, e as soluções são realizadas de maneira bastante práticas. Me questionei principalmente como a jornalista Kelsey, conseguiu coletar mais informações que a própria polícia e em um tempo mais rápido do que eles. Além disso, achei curioso que todas pessoas a quem Kelsey buscou ajuda, estavam bondosamente aptas a cooperarem, mesmo quando ela era uma estranha na cidade.
– Dizem que não é o crime que abala as pessoas. Você sabe disso?
– Sim – Brad respondeu, sorrindo – É esconder a verdade.
P. 141 
Talvez, com um pouco mais de desenvolvimento, principalmente nos capítulos finais, “A Garota do Lago” poderia ser um thriller excepcional. Porém, fica evidente que o autor, Charlie Donlea, é talentoso e consegue criar uma trama que prende e surpreende. Acredito que com a prática ele conseguirá melhorar isto, e não vejo a hora de poder conferir sua próxima obra.


Compare e Compre
Comentários
8
Compartilhe

8 comentários:

  1. Gostei da resenha! Achei bem interessante o livro ter os últimos meses da jovem assassinada. Isso acaba nos dando outra perspectiva da história

    ResponderExcluir
  2. Apesar de não ler muitos livros do gênero, esse me deixou bem curiosa.
    Parece ser uma história com um certo diferencial e bem desenvolvida.
    Mesmo tendo alguns pontos meio negativos, fiquei interessada e espero poder conferir em breve.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  3. Estou acompanhando o lançamento desse livro e não tinha lido nenhuma resenha até o momento. Achei incrível a sua resenha, detalhou bem o enredo e deu sua opinião sem ofuscar as expectativas alheias. A resenha só aumentou a minha vontade de fazer a leitura da obra, mesmo o autor sendo novo e não tendo muito conhecimento em estender a história e explicar determinadas atitudes, eu ainda tenho uma grande vontade de ler ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
  4. Gostei do enredo, principalmente por gostar de livros assim. Fiquei bem curiosa com o assassinato da jovem. Uma pena que as coisas tenham sido desenvolvidas de uma forma não tão boa, talvez por ser o primeiro livro do autor ainda falta uma maturidade. Gostei dos capítulos serem pequenos pois isso não deixa que a leitura fique maçante. Ótima dica, apesar de alguns defeitos quero conferir.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  5. Tácio!
    Tenho grande expectativa para a leitura desse livro, faz tempo que não leio um bom thriller policial e parece que, apesar das suas ressalvas, é um livro que envolve muito o leitor após a parte inicial e cheio de reviravoltas ao final.
    Bom carnaval e moderação, hein?
    “Não basta saber, é preferível saber aplicar. Não é o bastante querer, é preciso saber querer.” (Johann Goethe)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Quando eu vi esse lançamento já fiquei curiosa só pelo título, depois de ler a resenha então, mal posso esperar para ler, adoro livros desse gênero.

    ResponderExcluir
  7. Parece se começar a ler esse livro, não vai parar de ler nunca, vai nos prender para saber o final, e o que que aconteceu com Becca...
    Amei a resenha!!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. A história parece bem legal, cheia de mistério. Sem dúvida uma história para se surpreender.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações