26 de mar de 2017


[Resenha] Escândalos na Primavera - Lisa Kleypas

Ficha Técnica 

Título: Escândalos na Primavera
Título Original: Scandal in Spring
Autor: Lisa Kleypas
ISBN: 978-85-8041-656-5
Páginas: 224
Ano: 2017
Tradutor: Maria Clara de Biase
Editora: Arqueiro
Daisy Bowman sempre preferiu um bom livro a qualquer baile. Talvez por isso já esteja na terceira temporada de eventos sociais em Londres sem encontrar um marido. Cansado da solteirice da filha, Thomas Bowman lhe dá um ultimato: se não conseguir arranjar logo um pretendente adequado, ela será forçada a se casar com Matthew Swift, seu braço direito na empresa. Daisy está horrorizada com a possibilidade de viver para sempre com alguém tão sério e controlador, tão parecido com seu pai. Mas não admitirá a derrota. Com a ajuda de suas amigas, está decidida a se casar com qualquer um, menos o Sr. Swift. Ela só não contava com o charme inesperado de Matthew nem com a ardente atração que nasce entre os dois. Será que o homem ganancioso de quem se lembrava era apenas fachada e ele na verdade é tão romântico quanto os heróis dos livros que ela lê? Ou, como sua irmã Lillian suspeita, o Sr. Swift é apenas um interesseiro com algum segredo escandaloso muito bem guardado? Fechando com chave de ouro a série As Quatro Estações do Amor, Escândalos Na Primavera é um presente para os leitores de Lisa Kleypas, que podem ter certeza de uma coisa: embora as estações do ano sempre terminem, a amizade desse quarteto de amigas é eterna.

Resenha


Ai gente, nem sei descrever como me sinto quanto uma série que eu amo chega ao fim... As Quatro Estações do Amor foi aquela série do tipo amor arrebatador, entende? ❤ Quatro jovens que se conhecem depois de tanto ficarem no canto dos bailes londrinos por serem "pouco aceitáveis" para os padrões: uma possui título, mas não tem dinheiro para um dote, outra além de não ter título tem um pai dono de cassino e as outras duas têm dinheiro, mas são americanas sem título. As Flores Secas.

Uma amizade inusitada, um plano em que uma ajudaria a outra a se casar com cavalheiros adequados e aqui temos uma série que mexeu demais com minhas emoções. Agora que Annabelle, Lillian e Evie já encontraram seus pares e estão muito felizes chegou a vez da Daisy.

Daisy Bowman é a irmã mais nova de Lillian e as duas sempre foram inseparáveis. Mas para Thomas Bowman ela sempre foi a filha que menos entendeu e, depois de três anos na Inglaterra afastado de seus negócios na América, ele decide dar um ultimato à filha: se ela não encontrar um marido em dois meses deverá se casar com o Sr. Matthew Swift. O problema é que Daisy não suporta o rapaz, que é quase um clone de seu pai em ambições e atitudes, tudo que ela não deseja, além de nem tem uma aparência ou humor que a agrade.
Talvez Swift pudesse ser mais tolerável se tivesse algum charme ou atrativo. Mas ele não fora abençoado com nenhuma graça. Nenhum senso de humor, nenhuma amabilidade perceptível. Era esquisito, alto, desproporcional e tão magro que os braços e as pernas pareciam ramos de videira. Daisy se lembrou de como o casaco de Mattew dava a impressão de pender de seus ombros largos como se não houvesse nada no interior.
P. 11
Como se isso fosse pouco, Daisy vive sonhando acordada. Sempre lendo um livro, para ela não existe maneira de não comparar a realidade com tudo que vê nos livros, seus mocinhos tão românticos, fortes e decididos (imagina se a coitada vivesse nos dias de hoje e lesse livros como esses? Isso é o que a maioria de nós vive - eu, inclusive!) e tudo mais. O que ele menos pensa é como administrar uma casa, preocupações domésticas, mas nem por isso quer ser uma solteirona, ela quer ter sua própria família: marido... filhos.
Daisy sabia que não era nenhuma beldade. Era baixa, frágil e, embora já tivesse sido elogiada por seus olhos e cabelos escuros, que contrastavam com a pele clara, também ouvira muitas vezes se referirem a ela usando as palavras "miúda" e "travessa". (...)
Também fora observado que Daisy passava tempo de mais com seus livros, o que provavelmente era verdade. Se lhe permitissem, passaria a maior parte do dia lendo e sonhando. Qualquer nobre sensato sem dúvida concluiria que ela não seria uma esposa útil em questões de administração doméstica, inclusive naqueles deveres que exigiam total atenção a detalhes. E estaria certo.
Daisy não poderia se importar menos com o conteúdo da despensa ou quanto de sabão encomendar para a lavagem diária de roupas. Interessava-se muito mais por romances, poesia e história.
P. 15
É assim que, com a ajuda da irmã e das amigas, ela se vê novamente em Stony Cross Park, a propriedade de Westcliff em Hampshire  para uma temporada de caça promovida pelo conde, contanto com alguns partidos aceitáveis que podem ajudá-la a encontrar um marido aceitável. Mas as coisas passam a ficar interessantes quando Matthew Swift chega à Inglaterra a convite de Thomas Bowman para cuidar da expansão da empresa, supervisionando a construção de uma nova fábrica em Bristol.
As mudanças não eram só físicas. A maturidade lhe dera um ar confiante, de um homem que conhecia as próprias habilidades.
P. 18
Certamente Daisy não contava rever Matthew tão cedo e muito menos perceber o quanto ele mudou, e para MUITO MELHOR, kkkk. Esse reencontro serviu para mexer demais com seus sentimentos, em um momento que foi encurralada pelo pai para encontrar um marido ou se casar com quem ele escolher, alguém tão parecido com ele mesmo e tão diferente dela, alguém frio, pragmático.

Para Matthew esse encontro não estava sendo nada fácil. Desde que passou a trabalhar para o Sr. Bowman e conheceu a jovem Daisy, apaixonou-se por ela. Claro que ela nunca lhe dirigiu muitos olhares ou atenção além do que a etiqueta exigia, mas para ele, aqueles eram momentos incríveis, só de estar no mesmo ambiente que ela, compartilhando de sua companhia indiretamente. Mas nos últimos anos tinha sido mais fácil viver com um oceano os separando, era um sentimento muito forte e que sabia nunca poder ser correspondido.
Daisy merecia um marido íntegro e honesto. Não um que construíra sua vida baseada em mentiras.
Mas isso não o impedia de amá-la. Sempre a amara com uma intensidade que parecia irradiar de seus poros.
P. 30
Quanto mais lemos o livro, mais ficamos curiosos com o segredo que Matthew guarda a respeito de seu passado, até porque fica claro que agora Daisy corresponde ao seu sentimento, ainda que para ela inicialmente seja apenas uma atração incontrolável e ainda assim é notável a rejeição dele ao casamento desejado pelo Sr. Bowman.

Um romance incrível! Simplesmente o final ideal para uma série tão incrível quanto. Já estou com saudades de Annabelle, Simon, Lillian, Marcus, Evie, Sebastian, Daisy e Matthew, mas graças a Deus que temos outros romances de época para preencher nossos corações .

Compare e Compre
Comentários
8
Compartilhe

8 comentários:

  1. Me identifiquei muito com Daisy, tambem sonho acordada. O que me chamou atenção tambem foi saber que o final ficou perfeito. Ansiosa para começar a ler essa série <3
    http://livrosseriesfilmesemais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi um final perfeito mesmo, Ketellyn <3 Sou suspeita porque amo romances de época, mas a Lisa arrasou nas Quatro Estações

      Excluir
  2. Lay!
    Que danado de segredo será esse que Matthew carregada? Tudo bem, já sei, você vai dizer para que eu leia o livro e o farei mesmo em algum momento.
    A Lisa é uma autora fenomenal e seus livros sempre impressionam.
    Bom ver um final de série tão satisfatório.
    Desejo uma semana abençoada!
    “A simplicidade é o último degrau da sabedoria.” (Khalil Gibran)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro, Rudy, kkkkk
      É maravilhoso <3 Você vai amar <3

      Excluir
  3. Eu não li a serie de livros da Lisa, porém essa resenha me deixa cada vez mais curiosa.
    Espero que algum dia, saraiva, por exemplo, faça aquela promoção maravilhosa e que os livros da Lisa esteja lá

    ResponderExcluir
  4. acredita que eu nunca li nada da lisa?
    eu não sou muito fã de romances de época (toda vida que eu digo isso imagino que vou morrer... pois o tanto de : como assim?!?!)
    mas eu me identifiquei com a personagem e por causa disso eu fiquei curiosa em ler para conhecê-la

    ResponderExcluir
  5. Se tem uma coisa que eu amo, essa coisa é romance de época! Adoro demais. Já conhecia a série mas ainda não li nenhum, planejo comprar nos próximos meses pois já ouvi tanta coisa boa.....
    (Gente quando li "talvez swift" eu juro que entendi Taylor Swift. Meu cérebro de fã não me da uma folga!!)

    BJS

    ResponderExcluir
  6. Confesso que não li a resenha com medo de spoiler da série, só li o primeiro livro mas já tô louca pra ler os outros <3

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações