25 de mar de 2017


[Seriando um Pouquinho] Penny Dreadful


Sinopse: Penny Dreadful é uma série de terror com toques sobrenaturais que se passa na cidade de Londres na época vitoriana. A história conta com personagens clássicos da literatura como Frankenstein, Conde Drácula e Dorian Gray, e seus contos de horror, origem e formação se misturam à narrativa dos protagonistas. A série é estrelada pelos atores Josh Hartnett e Eva Green, e conta com Sam Mendes como produtor executivo da atração. Penny Dreadful é a aposta do canal Showtime no gênero do terror e do suspense, e tem uma abordagem psicossexual da trama de monstros, criaturas e demônios.

Esta série é uma obra de arte e uma grande homenagem aos personagens clássicos das histórias de terror. Para começar, o nome da série é uma referência aos contos de ficção e terror comercializados no século XIX, na Inglaterra que custavam um centavo. O cenário, figurino, texto (ou poesia por diversas vezes) mostram a qualidade da produção.


A série consegue agradar tanto aos fãs dos contos de terror, quanto ao público em geral. Por se tratar de uma adaptação dos contos, temos elementos que destoam em alguns detalhes das tramas originais. Como se trata de diversos personagens dos contos de terror, é difícil manter todas as referências corretas sobre eles, mesmo assim, é um trabalho muito bem feito com um resultado que satisfaz o público. As imagens sempre escuras, com um filtro com um tom azulado ajudam a manter o clima sombrio e envolve o telespectador. Com diversas cenas de sexo, sangue, nudez, a classificação é para maiores de 18 anos, entretanto a produção tem o cuidado de não expor desnecessariamente corpos nus ou as cenas de sexo, são cuidadosamente escritas e belas.

Sobre a ambientação, os cenários são impressionantes, vários ambientes onde as cenas acontecem trazem a sensação de agonia e desconforto, sem deixar as personagens caírem no banal. Dentre a gama de personagens sombrios, como vampiros, demônio e bruxas, destaco as Bruxas, representantes do Demônio na segunda temporada, elas são amedrontadoras, cativantes e determinadas, quando aliamos isso à caracterização e ao belíssimo texto, temos um grupo de vilãs muito bom.

 


Falando em personagem bom, não tem como não falar de Vanessa Ives, interpretada brilhantemente por Eva Green. Em uma série com tantos personagens emblemáticos, é difícil fazer um personagem agradar a todos os públicos. Mas Eva Green rouba todos os olhares e sentimentos que temos pela série (essa mulher é uma diva). Em três temporadas, posso dizer sem medo de errar que, se você ainda não assistiu a série e pretende começar, os episódios focados em Vanessa Ives são os melhores, mais densos, dramáticos e sofridos.



Isso não tira os méritos do restante do elenco, que conta com Rory Kinnear (John Clare), Billy Piper (Lily), Harry Treadway (Victor Frankenstein), Reeve Carney (Dorian Gray), Rory Kinnear (Monstro/John Clare), Timothy Dalton (Sir Malcolm ), Helen McRory (a bruxa Madame Kali) e Josh Hartnett (Ethan). As tramas que cada um está envolvido, fazem sentido e os criadores conseguem unir esses personagens em alguns momentos, sem parecer uma montagem Frankenstein, com o perdão do trocadilho. Eles realmente fazem sentido juntos, mas cada um tem sua trama individual.


Até hoje eu (e grande parte do público) não entendo porque uma série com esta qualidade foi finalizada precocemente na terceira temporada. Cada temporada teve seu arco e a sua trama se desenvolver no compasso certo, exceto a última. Ao final da segunda, que tem uma das cenas mais lindas, poéticas e tristes que eu já vi. Foi possível acreditar que a série teria um longo caminho e poderíamos acompanhar mais de perto cada personagem. Entretanto, com o anúncio do canal que a terceira seria a última temporada, somo levados a uma temporada que começa a passos lentos, mas em alguns momentos as coisas se resolvem rapidamente para que exista um fim, sem deixar margem para uma possível continuação. Isso mesmo, a trama acaba na terceira temporada com um fim dramático e poético também, mas acaba mesmo, quando vocês assistirem, vocês vão me entender. Na minha opinião, não foi um final ruim (como eu disse, foi poético e lindo), mas acredito que pela qualidade da série, merecíamos mais, mais temporadas, mais desenvolvimento das relações, mesmo que o final fosse este, que ele ocorresse mais tarde, bem mais tarde.


Bem, mas isso não tira o mérito da produção. Por ter temporadas curtas, é fácil fazer uma maratona para assistir (ou reassistir) dos 27 episódios. Produzida pela a Showtime e distribuída no Brasil pela HBO, também faz parte do catálogo da Netflix. Fica aí esta dica.


Elenco:
Timothy Dalton como Sir Malcolm Murray
Eva Green como Vanessa Ives
Josh Hartnett como Ethan Chandler
Harry Treadaway como o Dr. Victor Frankenstein
Reeve Carney como Dorian Gray
Billie Piper como Brona Croft/Lily
Rory Kinnear como o monstro de Frankenstein/John Clare.
Danny Sapani como Sembene
Olivia Llewellyn como Mina Murray.
Simon Russell Beale como Ferdinand Lyle
Helen McCrory como Madame Kali
David Warner como o Dr. Abraham Van Helsing.



Comentários
6
Compartilhe

6 comentários:

  1. Miau!
    Não conhecia a série e fiquei bem interessada, tanto pelo conteúdo, trazendo os clássicos do terror, como pelos protagonistas/atores, que são de grande qualidade.
    Vou ver se consigo assistir no HBo, pena que as temporadas foram encerradas.
    “Não basta conquistar a sabedoria, é preciso usá-la.” (Cícero)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Já tinha visto a capa da serie em alguns sites, mas nunca parei para ver sobre o que se tratava e apesar de interessante por enquanto não pretendo assistir, estou com varias que estou assistindo no momento.

    ResponderExcluir
  3. Adorei, simplesmente a-do-re-i
    Tão legal ver personagens classicos sendo homenagedos. Ainda mais do genero terror, um coisa que gosto muito. Assim que termina minha series irei correr para conhecer essa

    ResponderExcluir
  4. eu não terminei de assistir
    comecei mas só tinha a primeira temporada e por causa disso acabei deixando de lado
    a eva green está ótima, na verdade é dificil dizer quem não é ótimo nessa série!

    ResponderExcluir
  5. Eu já tentei ver a série porém não gosto mt de série que tem mt cena de sexo, parece que estão apelando sabe? Bom, mas eu amooo a Eva Green, sou louca por essa mulher, e logo darei outra chance para a série. Uma amiga minha é viciada, e me cutuca toda hora para eu voltar a assistir!

    ResponderExcluir
  6. Tô atolada em séries atrasadas mas como uma boa viciada em séries sempre acabo colocando mais uma na grade e com certeza essa vai <3

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações