21 de abr de 2017


[Resenha] O Verão em Que Tudo Mudou - Gabriela Freitas, Thaís Wandrofski & Vinícius Grossos

Ficha Técnica 

Título: O Verão em Que Tudo Mudou
Autor: Gabriela Freitas, Thaís Wandrofski & Vinícius Grossos
ISBN: 978-85-62409-92-9
Páginas: 304
Ano: 2017
Editora: Intrínseca
A vida às vezes guarda inúmeras surpresas. Sem avisar, ela muda de direção. Na hora você não entende, já que “tudo parecia estar bem”. Então percebe que havia sinais.... um sentimento, uma lembrança, um fato que parecia bobo, mas não era... É quando a gente entende que todo o caminho estava errado, que nada fazia muito sentido. Pelo menos, pra você. Fred sente-se absolutamente comum diante de um mundo com tanta gente especial. Lavínia, ao alcançar aquilo que parecia um sonho, algo pelo qual tanto lutou descobre que a nova conquista nunca foi realmente um desejo seu. E Sol, sem perceber, vive sempre à espreita, desconfiada, em constante alerta, tentando controlar tudo ao redor, na esperança de não se ferir novamente... Mas que controle podemos ter diante de tudo? Três jovens, de cidades distantes, com diferentes realidades, descobrindo o mundo a partir de suas próprias escolhas: complexo, difícil, libertador.Três histórias que se cruzam, no exato momento em que se coloca, diante de cada uma delas, uma exigência capaz de definir algo para o resto de suas vidas.

Resenha


Três autores nacionais se juntaram para um livro de contos, estes que se passam entre o meses de dezembro e fevereiro, época mais conhecida também como a do verão. Cada conto acompanha uma personagem distinta, e em mais ou menos 100 páginas somos apresentados ao seu pequeno universo e as questões pontuais de suas vidas.

DSC_0940.JPG

Com temas completamente diferentes e construções tão singulares quanto, os três contos possuem um fator em comum além da época do ano: sonhos. Iremos ver personagens, todos eles jovens, entrando na vida adulta, em processo de amadurecimento e com diversas dúvidas sobre quem eles querem ser no futuro. É baseado nesses sonhos, e principalmente nas mudanças necessárias para torná-los reais, que as histórias vão se desenvolvendo, e meio a isso, os conflitos, romances e muitas reflexões que surgem no processo.

O primeiro conto é escrito pelo Vinícius Grossos e é intitulado “Quando Infinitos se Encontram”. Lá é narrada a história de Frederico na véspera de Natal, um jovem que trabalha na livraria de sua cidade, e se depara com uma cliente o tanto quanto enfurecida logo na hora que ele precisa fechar a loja. Desse explosivo encontro, surge uma estranha e divertida jornada pela noite de Natal, com direito a astronautas, super-heróis e pizza.
Meus olhos se enchem de lágrimas, por algum motivo. Cada palavra dela me emociona de uma maneira insana. Eu me sinto confiante, livre, feliz. Sinto-me capaz.
Quero que essa sensação dure para sempre.
P. 49
DSC_0941.JPG

O próximo conto é o da Gabriela Freitas, e esta sem dúvidas é a história com mais nuances do livro. Aqui iremos conhecer a Lavínia que acabou de ser aprovada para a universidade, mas que não sabe ao certo se é isso que sua vida precisa no exato momento. Então, ela tira um mês de férias para colocar sua cabeça no lugar e talvez assim resolver suas pendências e conseguir decidir qual rumo tomar dali pra frente. “Mantenha-se Viva!” conta com um passado perturbador, um romance arrebatador, além de muita praia e sol.
– E vê se vai às praias.
– É a meta do meu verão.
– Não, não é isso!
– Não?
– A meta do seu verão é descobrir o que é que te faz feliz.
P. 110 
DSC_0943.JPG

A terceira e última história é sobre Sol e foi escrita pela Thaís Wandrofski. No conto “Pôr do Sol” acompanhamos a protagonista em seu processo de mudança, após sua melhor amiga lhe apontar um de seus defeitos. Decidida a melhorar e ser uma pessoa mais altruísta, Sol fará de tudo para colocar o próximo em primeiro lugar. E essa mudança virá regada a brownies, mensagens de texto e uma super festa de aniversário.
O espanto em suas feições agora é maior ainda e sinto uma pontada de felicidade. Se eu conseguir surpreendê-la é porque agi de forma correta. É porque fiz algo diferente. Uma mudança!
P. 228 
DSC_0944.JPG

Eu gostei de todos os contos, porém em graus diferentes. Todos os autores possuem uma boa escrita e usam e abusam de frases de impacto, estas que ajudam as diversas ilustrações do livro a enriquecerem a obra. O primeiro conto foi o que mais me identifiquei com as personagens, são acessíveis e extremamente carismáticas; já o segundo na minha opinião é o mais maduro dos três e que conseguiu desenvolver melhor a evolução da personagem principal; a última história foi a que menos me atraiu, não pela escrita ou pelas talvez por ser a mais simplória ou talvez por ter achado que algumas coisas se perderam no desenvolvimento.

Com uma edição belíssima, super ilustrada e colorida, “O Verão em que Tudo Mudou” é uma obra gostosa, com histórias bem escritas e personagens ricas. Vale dizer também que cada conto traz uma playlist selecionada pelos autores para enriquecer a leitura. Apesar de já não estarmos mais no verão, acredito que o livro é uma boa pedida para quem busca aquela leitura rápida, mas ainda assim, de qualidade.

Compare e Compre
Comentários
4
Compartilhe

4 comentários:

  1. Oi Tácio, tudo bem?
    Eu não muito fã de contos, confesso, mas de vez em quando acabo lendo um ou outro. Achei a capa desse livro bonita e as histórias meio que chamaram minha atenção, o que pode vir a ser um fator determinante na minha decisão de ler a obra.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. Tácio!
    Tava com saudade de ti garoto!
    Bom ver mais um livro de contos escrito por trÊs autores nacionais.
    E mesmo que não abordem um mesmo tema, o fato de poder conhecer a escrita de cada um, vale a pena poder ler o livro.
    Bom feriado!
    “Compreender que há outros pontos de vista é o início da sabedoria.” (Campbell)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir
  3. Olá, Tácio!!
    Ah esse livro, amo ele, quero muito ler, ainda mais por ser um livro escrito por três autores brasileiros, deve ser bem divertido.
    Amei a capa!!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Achei fofa a capa do livro e a diagramação também parece estar um amor.
    Gostei do enredo da obra e de saber que é um nacional.
    Apesar de eu não gostar muito de livros de contos, fiquei bem curiosa com este.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações