4 de jun de 2017


[Resenha] Morgenstern - Kelly Hamiso

Ficha Técnica 

Título: Morgenstern
Autor: Kelly Hamiso
ISBN: 978-85-428-0902-2
Páginas: 368
Ano: 2016
Editora: Novo Século
Sarah Vega é uma jovem dedicada aos estudos e à família. Além de estudar Fisioterapia, ajuda a mãe no carrinho de cachorro-quente e cuida do pai cadeirante. Um amor incondicional que ela só compartilha com os fiéis amigos. Paciente, está à espera do homem certo, alguém que fará a diferença em sua vida. Há quem diga que esse homem é Andreas, um rapaz charmoso e atencioso, completamente apaixonado por Sarah. Ela, apesar de querê-lo bem, não sente o mesmo. Uma inesperada visita a uma academia faz seu mundo virar de cabeça para baixo. Quando se depara com o campeão de MMA Hans Scheidemann – a Muralha Alemã –, Sarah se vê envolvida em um turbilhão de paixões e dúvidas. Afinal, Hans tem seus segredos, capazes até mesmo de colocar a garota em perigo. Tudo se complica ainda mais quando uma vidente lhe faz uma revelação inusitada: Sarah tem um dom especial e faz parte de um seleto grupo – as Estrelas da Manhã – do qual depende o equilíbrio do mundo. Numa trama tão alucinante quanto comovente, repleta de romance, esoterismo, ação e emoções à flor da pele, Sarah terá de fazer as escolhas certas. Disso depende não apenas seu futuro, mas o de toda a humanidade.

Resenha


Sarah tem vinte e três anos, mora em Osasco e divide sua atenção entre a faculdade de Fisioterapia, o trabalho em um hospital, ajudar a mãe no carrinho de cachorro-quente e cuidar do pai cadeirante, que é extremamente dependente dela e da esposa (mas muito mais da filha). Assim, Sarah não tem tempo para uma vida social agitada, por isso seus curtos momentos de descanso procura estar perto dos amigos Gil, Ramon e Paulo. Mas existe Andreas, um rapaz da faculdade que há mais de um ano insiste em ter uma chance com Sarah, mas ela o vê apenas como um amigo, mesmo que todos à sua volta torçam para que ela fique com o rapaz. Ela espera o seu grande amor, alguém que arrebatará o seu coração.
- Eu jamais deixaria de viver um amor por medo de sofrer. Viveria o momento intensamente, curtindo cada segundo do relacionamento. Se acabasse era porque tinha que acabar, Ramon. Não dá para prever quem vai ficar.
P. 262
O que Sarah não imaginava é a guinada que sua vida teria após visitar uma academia em São Paulo por conta de uma aula da faculdade. Lá ela conhece o lutador de MMA Hans Scheidemann – a Muralha Alemã. Hans é alemão, mas desde muito novo mora no Brasil e, portanto, naturalizou-se brasileiro, tem trinta e seis anos, luta desde os dezoito, é pentacampeão de boxe na categoria peso-pesado e depois de se aposentar do esporte passou a lutar MMA profissional, certamente não era o tipo de homem que despertaria a atenção de Sarah - isso era o que ela pensava inicialmente, mas quando seus olhares se cruzaram, ela sentiu algo diferente.

Ao contrário de Sarah, Hans não acredita em amor, desde que sofreu uma decepção muito jovem, sua vida amorosa é inexistente, tudo resume-se a sexo, o que para ele não é nem um pouco difícil de conseguir com seu 1,95m e 120kg de puro músculo lapidado por dezoito anos de treino pesado. Mas até ele precisa aceitar que Sarah despertou sentimentos novos nele, entretanto, a diferença de idade logo foi uma barreira para ele.
Era um campeão, uma muralha, e Sarah era um golpe perfeito, executado com força, velocidade e precisão. Naquele dia, a luta entre a razão e o coração havia terminado: a razão estava na lona.
P. 98
Embora demonstre interesse em Hans, Sarah não consegue muitos avanços no início e, além disso, quando seus amigos e familiares descobrem seu interesse no lutador, vêm à tona uma série de preconceitos: ele é lutador - o que certamente o leva a ser agressivo e resolver tudo na base da porrada - e ele é mais velho - logo, só quer usá-la. O maior defensor dessa bandeira é Átila, o pai dependente de Sarah, que não quer dividir a atenção da filha, a única pessoa que ele aceita que ela namore é Andreas - agora veja só se eu aguento com isso?!

Mas então, além disso, através de Gil, Sarah conhece uma vidente que lhe diz que ele é uma Estrela da Manhã, um ser iluminado que te o poder de prever e mudar o futuro para melhor, mas ela é muito cética quanto a esse assunto, mas a mensagem da vidente é clara: enquanto ela não aceitar, tudo será muito mais difícil em sua vida.

Não posso deixar de falar de um personagem que eu adorei do início ao fim. Seu Antônio, ou simplesmente Véio como Hans o chamava carinhosamente, é um personagem que não tem como não amar, suas palavras são sábias, duras ou de conforto a depender da situação. A relação dele com Hans é linda, é uma relação de amizade, cumplicidade mútua, algo que Hans não tem muito em sua vida.
Porque quando a velhice realmente chegar, tudo que você julga importante agora passará a ser mera lembrança. Já o amor, Campeão, ele é eterno, não envelhece e nos faz sentir verdadeiramente vivos. Deus nos fez de amor. Não podemos passar a vida vazios desse sentimento.
P. 122
A estória criada pela Kelly tinha tudo para me agradar, mas para mim ela pecou no excesso de situações e em muitos momentos eu já não sabia mais qual era o objetivo do livro: ser um romance? focar no lado espiritual do que era ser uma Estrela da Manhã? E todas as reviravoltas que haviam?! Nossa! Vi muitas resenhas positivas do livro, mas para mim podia ter sido melhor se tivesse menos plots, é tanto "bum" que me senti literalmente bombardeada durante a leitura, mas não de uma maneira sempre positiva. Tantos personagens, tanta coisa acontecendo - principalmente coisas ruins - que já me perguntava em algumas cenas se algo mais de ruim poderia acontecer... Sei que muitas pessoas gostam, sentem-se empolgadas quando o livro tem essa carga excessiva de adrenalina, mas para mim não é assim.

Claro que isso não significa que o livro é ruim, longe disso. Não funcionou para mim, mas muitas pessoas gostaram. Vocês já leram? O que acharam?
Conhecem a autora e seu site? http://www.kellyhamiso.com.br/

Cultura | Saraiva 
Comentários
6
Compartilhe

6 comentários:

  1. Lay!
    Vou concordar que quando um livro tem muitos assuntos misturados e sem muita conexão, fica difícil ter uma conexão maior com a leitura.
    Ainda assim, fiquei curiosa por saber mais o que é um Estrela da manhã e como isso pode mudar a vida dela.
    Bom domingo e semaninha cheia de luz e paz!
    “A sabedoria consiste em compreender que o tempo dedicado ao trabalho nunca é perdido.” (Ralph Waldo Emerson)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu não conhecia este livro, e lendo sua resenha, achei o livro com muita informação e não gosto muito de histórias com muitas reviravoltas e informação, mas mesmo assim eu leria este livro, pois a história parece ser interessante.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu já tinha visto uma resenha desse livro em outro blog, e lá dizia totalmente o oposto do que li aqui hahaha Enquanto no referido blog elogiavam bastante o enredo, dizendo que os diversos núcleos da história casavam bem com o leitor, aqui vejo que sua experiência com o desenrolar da trama foi bem diferente.
    Acho que terei de ler pra tirar minhas próprias conclusões.
    Mas confesso que fico com um pé atrás. rs
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Não tinha conhecido esse livro e pelo que li e uma historia super interessante, a forma de como a autora escreveu a historia, misturando coisas de vidente com coisas da vida, romance mas mesmo assim gostei da trama dele.

    ResponderExcluir
  5. Fiquei apaixonada pela capa, infelizmente o enredo não foi algo que me chamou atenção.

    ResponderExcluir
  6. nunca tinha lido a capa a maravilhosa me chamou muita a arencao, mais a historia nao e tao legal aasim ne? mais vou adicionar pois achoq ue vou gostar nem qye sja o final rsrs

    beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações