19 de jul de 2017


[Cinema] Homem-Aranha: De Volta ao Lar


Eu fui uma das primeiras pessoas a torcer o nariz pra nova adaptação do Homem-Aranha. E fui uma das primeiras a morder a língua também.
minha cara quando anunciaram outro filme do Homem-Aranha
Depois de assistir De Volta ao Lar, eu fiquei até com pena do Andrew Garfield. Ele é o Homem-Aranha que ninguém quis, pediu ou gostou e tem os piores filmes com os piores vilões. Tadinho. E esse filme só faz com que ele seja mais desnecessário ainda.

Mas depois de errar a mão em três filmes (Homem-Aranha 3, O Espetacular Homem-Aranha e O Espetacular Homem-Aranha 2), a Sony acertou em cheio com um filme bem diferente do esperado. Aqui a história não perde tempo contando a origem do personagem (que, convenhamos, todo o mundo já conhece) ou dando muita explicação sobre seus poderes. O foco é em como a Guerra Civil afetou Peter Parker e como é ser um super herói adolescente.
seu amigão da vizinhança
De Volta ao Lar não é uma história de origem. A gente não vai ver o tio Ben morrer outra vez (que nem os pais do Batman em todo santo filme) e, por mais que a gente saiba que “com grandes poderes vem grandes responsabilidades”, ele não fica assombrando o Peter através de flashbacks. Os diálogos tem algumas referências bem pequenas ao que aconteceu. Não repetir essa história foi uma decisão sábia, que torna este filme uma continuação de Guerra Civil e não um reboot da franquia do Homem-Aranha (até porque ninguém aguenta mais reboots do Homem-Aranha, né?).

Outro acerto do filme foi escalar atores diversos para os papéis secundários. Apesar da escalação do Michael Keaton ser um easter egg maravilhoso, o triunfo aqui está nos adolescentes. O colégio em que Peter estuda parece ser de fato uma escola comum no Queens, repleta de alunos comuns. Ao invés das caras padronizadas tão comuns em seriados e filmes de high school, vemos personagens de etnias e tipos físicos diferentes, representando bem a diversidade de uma cidade como Nova Iorque.
olha a referência passando na sua timeline
A única falha foi justamente na caracterização da tia May. A tia sempre foi um Benjamin Button dos quadrinhos: já nasceu velha, de cabelo branco e fala calma, a personificação da velhinha fofa; e, apesar disso, vem sendo interpretada por atrizes cada vez mais jovens no cinema. Mas esse rejuvenescimento físico não veio acompanhado de uma mudança na personagem. Eu entenderia se ela fosse mais jovem porque é mais ativa, como na cena deletada que a Marisa Tomei explicou. Mas isso não acontece. Ela só é mais jovem porque é a tia “gostosa” que recebe cantada do garçom.

Mas nem todas as mudanças são negativas. Saem Mary Jane e Gwen Stacy (cuja única finalidade é ser jogada na geladeira) e entram Liz e Michelle, duas garotas com personalidades mais elaboradas. Michelle é maravilhosa, com seu ar blasé, um monte de sarcasmo e cara de quem acordou e saiu. Apesar da Liz ser muito legal, é bom ver uma personagem feminina menos enfeitada e com mais cara de adolescente comum. Mas, com tantas personagens ótimas e tanto potencial, vocês não conseguiram fazer o filme passar no teste de Bechdel? Sério??
(E o Ned é exatamente como eu seria se meu melhor amigo fosse um super herói
O Abutre foi uma surpresa excelente. Um vilão que pouca gente conhece, que é uma ameaça para a sociedade mas não uma ameaça tão grande que exija a presença dos Vingadores. O que ele faz é errado e ele sabe disso, mas suas justificativas são compreensíveis. Eu quero muito vem como o negócio dele vai repercutir no Universo Cinemático.

Minha parte favorita do filme é que essa história não é um prelúdio para os outros filmes da Marvel, mas uma história particular de um dos heróis mais queridos dos quadrinhos. Peter sempre foi um dos personagens mais carismáticos e um herói com quem as pessoas se identificavam. E Tom Holland surpreende como a melhor versão do personagem até agora. Ele realmente parece um adolescente otimista e sua atuação no filme é fantástica (eu quase chorei na cena dos escombros).

Como é de praxe, algumas cenas de ação tem muitos cortes e acabam ficando um pouco confusas. Mas os efeitos visuais e a trilha sonora são sensacionais. De Volta ao Lar é uma excelente história sobre um adolescente que, por acaso, é um super herói.

Numa escala de um a cinco aracnídeos famosos, o quanto eu gostei do filme:


                                         Laracna. Aragogue, Escorpião Rei, Anansi e Lolth

P.S.: O filme tem duas cenas pós-créditos
Comentários
7
Compartilhe

7 comentários:

  1. Tammy!
    Até que enfim um filme que vale a pena ir assistir, mesmo sendo protagonizado por adolescentes e acredito que isso é que traz o frescor do filme.
    Mesmo com as poucas ressalvas que fez, como fã do Spider man, quero ir assistir.
    “Educar é semear com sabedoria e colher com paciência.” (Augusto Cury)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. ahhh, realmente ele foi bem melhor do que os outros três.
    mas, sendo sincera: achei marrom? tá foi uma releitura bem legal. mas assim, a questão cronológica vai dar problema (diz a pessoa que adora fazer conta, e fica angustiada qd as contas não batem), sem falar q poxa! que aborrescente
    engraçado questão de gosto: eu achei a tia may bem legal...

    ResponderExcluir
  3. Eu assisti este filme no cinema, e também gostei desta adaptação, bem diferente das outras, pois eles não contaram a origem do personagem como nos demais filmes, também gostei da escolha dos personagens secundários.
    Eu geralmente não curto assistir filmes de super heróis, mas acabei assistindo este filme e gostando muito.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom!!!
    Não assisti ainda, mas ainda sofro com a saída do Andrew :(

    ResponderExcluir
  5. Hey,

    Eu assisti o filme nos cinema, confesso que não foi a minha primeira escolha só assisti pq era a sessão mais próxima, nunca fui fã do homem aranha mas confesso que até me surpreendi assistindo o filme, pq eu gostei bastante.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Tinha visto esse trailer e gostei bastante de como ele fizeram essa nova adaptação, realmente já estava cansativo demais ver a historia dele sabendo que conhecemos tudo de tras para frente e de frente para tras. Não sabia que Zendaya estaria no filme, que legal, gostei dessa novidade e o filme ele tem aquela parte engraçada que acho que vale a pena assistir.

    ResponderExcluir
  7. Quando eu fiquei sabendo sobre o filme, eu também não curti muito, mas gostei de saber que você gostou, acho que vou dar uma chance para o filme.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações