27 de ago de 2017


[Resenha] Volúpia de Veludo - Loretta Chase

Ficha Técnica 

Título: Volúpia de Veludo
Título Original: Vixen in Velvet
Autor: Loretta Chase
ISBN: 978-85-8041-717-3
Páginas: 320
Ano: 2017
Tradutor: Simone Reisner
Editora: Arqueiro
Simon Fairfax, o fatalmente charmoso marquês de Lisburne, acaba de retornar relutantemente a Londres para cumprir uma obrigação familiar. Ainda assim, ele arranja tempo para seduzir Leonie Noirot, sócia da Maison Noirot. Só que, para a modista, o refinado ateliê vem sempre em primeiro lugar, e ela está mais preocupada com a missão de transformar a deselegante prima do marquês em um lindo cisne do que com assuntos românticos. Simon, porém, está tão obcecado em conquistá-la que não é capaz de apreciar a inteligência da moça, que tem um talento incrível para inventar curvas – e lucros. Ela resolve então ensinar-lhe uma lição propondo uma aposta que vai mudar a atitude dele de uma vez por todas. Ou será que a maior mudança da temporada acabará acontecendo dentro de Leonie? Volúpia de veludo, terceiro livro da série As Modistas, é uma história de amor envolvente, com personagens femininas fortes e determinadas que transitam com perfeição entre o romantismo e a sensualidade.

Resenha


No terceiro livro da série As Moditas, Loretta Chase nos apresenta a história da caçula das irmãs Noirot. Com o casamento das irmãs mais velhas - Marcelline com o duque de Clevedon e Sophia com o conde de Longmore - Leonie se vê cuidando praticamente sozinha da Maison Noirot, afinal a duquesa está grávida e precisa de repouso e Sophia e Longmore estão na Escócia até que o "escândalo da viúva" seja esquecido pela sociedade londrina.

Como já vimos nos livros anteriores, cada irmã tem um talento e Leonie é a grande administradora do ateliê. Ela é a pessoa que contrata e gerencia as "crises" com as costureiras, é quem negocia com fornecedores, é a cabeça analítica do negócio e, embora esteja absolutamente feliz com a felicidade das irmãs, ela não tem tempo para pensar em romance, seu foco é conseguir uma nova cliente que poderá ser o diferencial para a Maison, conquistar a prima de lady Clara Fairfax, lady Gladys Fairfax.

Para quem leu Escândalo de Cetim deve lembrar que ela foi citada e é a pessoa que Sophia finge ser ao entrar na loja concorrente e ela foi descrita como uma pessoa de temperamento forte e impossível de se agradar, então essa seria uma missão difícil para Leonie, principalmente sem a ajuda das irmãs e é durante esse processo que ela conhecerá lorde Simon Blair, o quarto marquês de Lisburne.

Desde pouco depois da morte do pai, Simon, sua mãe e seu primo (que foi criado junto com Simon, como um irmão mais novo desde a morte do pai, quando ainda era muito novo) foram morar no continente e por lá permaneceram por muitos anos, mas agora, com o lançamento do livro de poesias do seu primo, o visconde de Swanton, que acabou tornando-se o queridinho das damas inglesas, ele veio à Londres acompanhar o distraído e sonhador primo, mas já estava prevendo quão enfadonha seria essa estadia.
- O senhor não gosta da poesia de lorde Swanton, mas o acompanhou a Londres para o lançamento do livro dele. Isso é uma grande prova de lealdade.
Ele riu.
- Um homem precisa estar ao lado do seu amigo nos momentos difíceis.
- Para protegê-lo das jovens alucinadas?
- Esse não era o plano original. Estávamos preparados para um retorno humilhante.
P. 48
Conhecer Leonie lhe dá um propósito, conquistá-la passa a ser seu objetivo e a jovem, tão estável e organizada, verá um cavalheiro lhe dispensar uma atenção que ela não estava certa de que deveria aceitar, mas, aos vinte e um anos, talvez fosse a vez dos sangues Noirot e DeLuceys que correm em suas veias se manifestarem.
Ele estava mexendo com seus sentimentos. Estava despertando nela desejo.
Ela – a irmã Noirot sensata, que tinha os dois pés plantados com firmeza no chão – havia de alguma forma permitido que ele a transformasse em uma idiota sonhadora.
P. 113
Leonie tem um objetivo e para ela o trabalho vem em primeiro, segundo e terceiro lugar. Manter a loja e o legado da prima Emma (que abrigou ela e as irmãs em Paris quando elas mais precisaram e lhes ensinou uma profissão) era fundamental e para conseguir novas clientes e fundos para a Sociedade das Costureiras (entidade que criou com as irmãs para ajudar mulheres em dificuldade) era imprescindível ser determinada e com seu temperamento objetivo, detalhista e perfeccionista ela tem conseguido gerenciar a loja, mesmo sem as irmãs, mas é claro que o custo disso é muito alto. Ela vive para a loja, ela não tem vida pessoal e esse é um dos motivos de ter amado esse casal. Simon vem com um temperamento parecido com o dela, determinado, analítico e ele observa muito os detalhes e compreende Leonie, ele percebe do que ela precisa, mas ambos tem consciência de que trata-se de atração física, então o relacionamento flui aos poucos.
Ela estava feliz pela irmã. Por ambas. De verdade. Elas haviam se apaixonado e seus amados haviam se casado com elas, apesar de descobrirem que faziam parte dos Terríveis DeLuceys, além de serem Noirots, a parelha francesa dos DeLuceys. Isso era milagroso e magnífico. Elas estavam felizes, e ela queria isso para as irmãs.
O problema era que ela estava cansada, a noite fora difícil e desestimulante, e ela não havia comido e, portanto, sim, ela estava... emotiva.
Ela sabia de tudo isso. Assim, resolveu controlar-se.
E de repente ele atravessou a porta trazendo os sanduíches que preparara para ela com as próprias mãos aristocráticas.
Naquele momento, ela desistiu de lutar e apaixonou-se por ele.
P. 154
Além de ter amado Leonie e Simon, também adorei lorde Swanton e seus poemas (que eu não entendo), sua mente romântica e pouco objetiva para a maioria das pessoas. Outro personagem maravilhoso e que me surpreendeu foi lady Gladys Fairfax, na verdade o que parecia ser um gênio ruim era apenas uma maneira de se defender das duras críticas que recebia e eu adorei o final que Loretta criou para eles. E não poderia deixar de falar de Clara, personagem que também une a série além das irmãs Noirot. Mesmo tendo aparecido bem menos nesse livro, espero que ela tenha um bom final em Romance Entre Rendas.

Agora é esperar por ele e saber como será o final da série As Modistas.

Cultura | Saraiva | Fnac | Livraria da Folha
Comentários
6
Compartilhe

6 comentários:

  1. Eu ainda não li nada da Loretta Chase, mas As Modistas parece ser uma série de livros muito agradáveis, então como amante de romances não posso deixar de dar uma chance.
    Eu gosto muito dessa capa também, talvez porque tenho uma queda por esse tom de vermelho em específico e apesar de ter ouvido de alguns, que esse volume perde um pouco em relação aos outros, Leonie e Simon parecem um casal bem interessante, mesmo que sejam super diferentes de mim, pois esse instinto analítico é algo que não considero ter.
    A série parece estar indo muito bem até aqui, então espero que o próximo ou próximos volumes continuem com o mesmo encanto!
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Gladys também me surpreendeu Lay, não esperava gostar tanto dela, ela e Loenie me fizeram gostar muito desse romance, por serem mulheres fortes e determinadas. A história é leve e muito boa, o primeiro ainda é meu queridinho, mas curti muito essa leitura também e as capas dessa série estão arrasadoras <3

    ResponderExcluir
  3. Lay!
    Não tive oportunidade ainda de ler nada da autora em relação a essa série e acho até interessante o enredo que conta a história das irmãs modistas.
    Uma pena esse livro não ter sido um dos melhores da série, mas ainda é bom, trazendo uma protagonista perfeccista e cheia de amor para dar.
    A capa é lindíssima!
    Desejo uma semana mais que tranquilo e abençoado!
    “Deus com Sua infinita Sabedoria, escondeu o Inferno no meio do Paraíso para que nós sempre estivéssemos atentos.” (Paulo Coelho)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  4. Eu estou doida para ler essa série!
    Já ouvi várias críticas positivas e já não sei como não li ainda.
    Adoro romances de época e esse parece ser tão romântico e fofo como os outros.
    Já quero conhecer essa casal.

    ResponderExcluir
  5. Hey,

    Não li a resena por medo de spoiler, pois pretendo ler a série.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Gostei muito do livro, tem uma premissa maravilhosa. Já li varias resenhas dos outros livro e me deixa muito curiosa com a trama, com certeza já está em minha lista de leitura.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações