11 de nov de 2017


[Resenha] Melhor que Chocolate - Laura Florand

Ficha Técnica 

Título: Melhor que Chocolate
Título Original: The Chocolate Thief
Autor: Laura Florand
ISBN: 978-85-67028-55-2
Páginas: 285
Ano: 2015
Tradutor: Marsely de Marco Martins Dantas
Editora: Única
Amor. Chocolate. Paris. Que atire a primeira pedra quem não gostaria de ter essas três coisas misturadas em meio a uma aventura inesquecível. Pois é mais fácil do que parece, basta abrir este delicioso (sem exageros) romance de Laura Florand. Cade Corey é uma jovem executiva que cuida do negócio bilionário de chocolate da família, uma empresa popular nos Estados Unidos. Ela sonha em construir uma linha premium de seus produtos, e, como boa conhecedora do seu negócio, sabe que encontrará o chocolate perfeito em Paris. Na verdade, o chocolate perfeito está, mais especificamente, nas mãos igualmente perfeitas de Sylvain Marquis, o melhor chocolatier da cidade. O problema é que Sylvain se recusa a associar sua arte a uma grande empresa que só pensa em destruir sua técnica para reproduzi-la em grande escala. Isso para ele é um insulto, e não uma proposta! Contudo, embora o francês jure que está em paz para tocar a vida, aquela americana teimosa não lhe sai da cabeça. E Cade sente o mesmo: adoraria simplesmente fechar negócio com outro especialista parisiense, entretanto, não consegue esquecer os olhos cortantes de Sylvain e sua personalidade arrogante, porém tão viciante quanto seus doces. Paris está prestes a ficar pequena para o que existe entre eles. Pegue uma boa xícara de café e saboreie tudo aquilo que é melhor que chocolate. Você não vai se arrepender!

Resenha


Seguindo com minha maratona de leituras para a apresentação do Clube do Livro Leitura Salvador de Novembro, que terá como tema Clube dos Cupcakes, cheguei ao primeiro livro da Laura Florand, da série Amor e Chocolate, publicado pela Editora Única.

Em Melhor que Chocolate conheceremos Cade Covey, uma jovem executiva bilionária que cresceu em uma família apaixonada por chocolates. A família Covey é a proprietária da empresa Chocolates Covey, a maior empresa do ramo nos Estados Unidos, vendendo chocolates de qualidade com preços acessíveis. Cade mora em Covey, Maryland (sim a cidade tem o sobrenome da família), mas após quatro anos de formada e depois de trabalhar duro na empresa, ela sente que está na hora de correr atrás da concretização de um desejo antigo: fazer com que a empresa invista em uma linha premium de chocolates e nada melhor para concretizar esse objetivo do que ir à Paris em busca de uma parceria com o melhor chocolatier da cidade, Sylvain Marquis.
Chocolat. Se você quer seduzir uma mulher que, de outra maneira, não teria olhado duas vezes para você, chocolate bom é melhor do que uma poção do amor.
P. 26
Sylvain Marquis é conhecido pelo seu trabalho primoroso com chocolate e não é a toa que é o atual melhor chocolatier de Paris, com prêmio concedido pela prefeitura da cidade. Mas nem sempre foi assim. Nascido e criado em Créteil, periferia de Paris, seus pais queriam que ele fosse aprendiz de fazendeiro, mas ele descobriu logo cedo sua paixão pelo chocolate e que além de amar trabalhar com isso, ainda lhe daria fácil acesso às mulheres, uma vez que ele foi um adolescente tímido e desengonçado.

Quem o vê hoje nem imagina esse passado e principalmente não o vê como uma pessoa tímida, afinal, quando o assunto é trabalho, Sylvain sabe que é realmente um dos melhores, se não o melhor, mas quando o assunto é vida pessoal, aí sim é uma negação. Sylvain acredita que as mulheres chegam até ele por conta do seu chocolate, que sempre estão interessadas em seu trabalho, em usá-lo sem se importarem com seus sentimentos, mas sempre que isso acontece, ele fica com o coração partido, pois, mesmo pensando assim da maioria das mulheres, não consegue não se envolver.
Somente nos dois últimos anos atingira certo nível de inteligência em seus relacionamentos, certo equilíbrio que não tinha antes. Parou de se apaixonar por tudo que brilha, parou de entregar o próprio coração numa bandeja de prata. Aprendeu que, se quisesse achar um tesouro, teria de caçá-lo e ser muito cuidadoso ao fazê-lo.
Entretanto, detestava ser tão cuidadoso. Não era da sua natureza. Ele queria achar a pessoa certa e dar a ela seu coração, sua cabeça, seu corpo. Ele queria chegar ao apartamento e sentir o cheiro dela, cozinhar com ela, e queria ter filhos com o passar do tempo, filhos que iriam acordá-los a cada dias horas e deixar os brinquedos espalhados para ele tropeçar.
Ele queria um prêmio verdadeiro.
P. 74
Sylvain é um romântico incurável e quando Cade chega com a proposta indecente de levar o seu chocolate para ser "massificado" e vendido em supermercados, além de ter certeza que ela é uma riquinha mimada, que sempre teve tudo o que quis e de maneira fácil, ele não consegue não desejá-la. Por outro lado, Cade também não foi muito feliz em seus relacionamentos, afinal, vindo de uma família bilionária e famosa, ela sempre soube de sua responsabilidade, de quantas pessoas dependiam dela e como muitos aproximavam-se dela apenas para se aproveitar.

Cade sempre foi muito certinha, mas nesse período em que está afastada - apenas fisicamente -  da empresa, ela se descobre muito mais determinada em seus objetivos e é assim que, após a recusa de Sylvain de trabalhar com a Covey e todas as outras recusas que ela recebe enquanto está em Paris, ela acaba se envolvendo em algumas situações que lembram muito o avô dela, mostrando uma conexão entre eles maior do que ela imaginava - o que justifica o título original do livro.

Achei que os demais personagens passaram muito rápido pelo livro, mas como se trata de uma série (que pelo que vi tem seis livros publicados no exterior), de repente em algum deles esses personagens possam ganhar suas próprias histórias, não é mesmo?!

Melhor que Chocolate é um livro divertido, com um romance gostoso onde os protagonistas aprendem a enfrentar seus medos e confiar no outro. Além de nos deixar absolutamente desesperados para comer muitos doces (e para quem come chocolate - que não é mais o meu caso - acho que é ainda pior), então sugiro que estejam preparados, com um bom estoque ao alcance de suas mãos, kkkkk.
— Cade, cada sonho que tenho é com você no meu apartamento, com você no meu laboratoire, com você com nossos bebês, com você fazendo o jantar para nós em uma noite fria... E rimos muito, dançamos e... Sempre juntos. Cada chocolate que fiz desde que a conheci, eu fiz para você.P. 267
Amazon | Livraria da Folha | Cultura |
Comentários
1
Compartilhe

Um comentário:

  1. Lay!
    Paris, chocolate e amor são perfeitos...
    Como não acompanhar a 'boa briga' entre Sylvain e Cade?
    Cade me parece determinada e acaba conquistando Sylvain, irredutível em sua posição...
    Animadíssima em poder ler esse romance quente, regado a muito chocolate.
    Desejo um final de semana carregadinho de luz e paz!
    “ Inteligência não é não cometer erros, mas saber resolvê-los rapidamente.” (Bertolt Brecht)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA novembro 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações