2 de dez de 2017


[Próxima Parada] Dachau, Munique



Olá amores!!

Na nossa parada de hoje veremos um pouquinho do passado da humanidade. Daqueles que não temos orgulho de ter existido.

Campo de Concentração de Dachau

Fiz uma visita à cidade de Munique na Alemanha e aproveitei para fazer um tour histórico pelo primeiro Campo de Concentração Nazista, o campo de Dachau. Visitar um campo de concentração ou qualquer local que representa ou que, na História ocorreu algo do gênero, não é divertido ou sequer animado, porém acredito que são visitas necessárias para nos reconstruímos e evitarmos cometer os mesmos erros do passado.

Para quem não está muito familiarizado com o Holocausto, posso indicar aqui alguns filmes que tentam retratar um pouco dessa fase obscura da humanidade:

 - O Menino do Pijama Listrado
 - Olga (Brasileiro)
 - O Pianista
 - O Diário de Anne Frank
 - A Lista de Schindler
 - Bent

Dachau, criado em 1933, foi o primeiro Campo de Concentração Nazista, localizado nos arredores da cidade de Munique. 

Abaixo, segue um link para versão em Português do Brasil da história de Dachau, desde a sua criação até a Libertação dos prisioneiros após o fim da Segunda Guerra Mundial.


Visitando o Museu você terá acesso a uma exposição que conta a História de Dachau, os comandantes da SS que ali estiveram, bem como também relatos de sobreviventes, história de alguns prisioneiros famosos, amostra de utensílios dos prisioneiros e até mesmo um filme elaborado pelo Museu com 30 minutos de duração.

Prédio Central construído pelos Prisioneiros para a SS. Atualmente abriga a exposição do Museu
Lá você poderá entender um pouco como que funcionava a "lógica" de punição que cada tipo de prisioneiro era submetido, desde a trabalhos de humilhação, a construções, trabalho escravo para empresas Alemãs, até testes de laboratório como cobaias humanas.

Os Barracões nos quais os prisioneiros eram alojados eram mais um exemplo de como eram vistos como uma subespécie da raça humana, segundo a visão Nazista. No período de superlotação do Campo de concentração, os alojamentos se transformaram em foco de piolhos e doenças que eram passadas de detento para detento, causando o aumento exponencial de mortos naquele local.

Vestiário com os armários onde ficavam todos os pertences dos prisioneiros

Quarto de Banho dos Barracões

Banheiro Comunitário do Barracão

Representação de como eram os dormitórios dos barracões
Havia uma segunda prisão dentro do campo de concentração, onde presos "especiais" ficavam alojados, como padres, médicos e prisineiros políticos, chegavam a ter um tratamento diferenciado como maior porção de alimento e cela individual.

Construção com carcere para prisioneiros 'especiais'
A minha passagem por Dachau foi uma experiência sufocante! Mas me fortaleceu em alguns princípios que trago para minha vida, como Respeito às diferenças e à vida!

Entrar nas salas do Crematório, da Câmara de Gás e nos pontos de fuzilamento, que hoje possuem monumentos em respeito aos que ali foram mortos e suas famílias, me fez pensar o quanto o ser Humano pode deixar uma fraqueza de caráter aliado ao poder e aceitação de um grupo maior, destruir vidas, cultura, histórias, por uma ideia de superioridade. A linha entre o pensar diferente e a ideia de superioridade nos dias de hoje esta quase inexistente.

Crematório

Câmara de gás

Area de Execução
Ao fim da minha visita à Dachau, minha mente tinha um único pensamento. 

'Precisamos cuidar para não revivermos situações como o Holocauto devido a ideias de superioridade, preconceitos e intolerâncias, em Definitivo!'

Fico por aqui, numa despedida não tão animada como as anteriores. Nos vemos próximo mês com uma parada tão rica quanto essa, mas com toda certeza mais feliz!

Abraço a Todxs!
Comentários
6
Compartilhe

6 comentários:

  1. Vitória!
    Deve ter sido uma grande viagem de conhecimento e dor... chorei só de ver as fotos, fico imaginando se tivesse visitado in loco...
    Gosto de tudo que se relaciona ao Holocausto, justamente para conhecermos uma parte da história que felizmente não vivemos, mas temos de ter consciência sobre toda maldade...
    Que dezembro seja repleto de realizações e o final de semana cheio de luz e paz!
    “Dentre os mais dignos predicados de um homem está o de saber dizer a verdade.” (Renato Kehl)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Olá, não sei se teria coragem de visitar algum campo de concentração, uma vez que tais lugares contam com um ar de infelicidade que deixa a pessoa até com mal estar. Contudo, tais heranças desse período infeliz da história deve ser preservado justamente para que isso nunca volte acontecer. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Vitoria
    Nossa, me deu um aperto no coração
    Acho que eu n teria coragem de visitar!


    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá Vitória! Uma parte da História da humanidade que me intriga bastante é a 2ª Guerra. Não compreendo como o ser humano pode ser tão cruel. Mas concordo com você, é necessário conhecer os erros para que não possamos repeti-lo. Não seria a minha primeira opção de passeio ao visitar a Alemanha mas com certeza eu iria conhecer Dachau. Beijos

    ResponderExcluir
  5. E muito interessante poder visitar este local e pode repensar e refletir, sobre a competência do homem, e o que ele capaz de fazer para conquistar o que deseja. O importante e homenagear as pessoas que infelizmente morreram neste local, e ser um monumento, um lugar que retrata um momento infeliz, mas importante da estória do mundo, para que isto não volte a acontecer. Espero um dia ter a oportunidade de ir até esta cidade e visitar este campo.

    ResponderExcluir
  6. Eu não teria coragem de visitar, não! É preciso ser muito forte! Eu ficaria enojada...

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações