30 de dez de 2017


[Resenha] Batgirl na Super Hero High - Lisa Yee

Ficha Técnica

Título: Batgirl na Super Hero High
Título Original: Batgirl at Super Hero High
Autor: Lisa Yee
ISBN: 978-85-7980-371-0
Páginas: 250
Ano: 2017
Tradutor: Raquel Zampil
Editora: Rocco Jovens Leitores

No terceiro livro da série DC Super Hero Girls, parte de um bem-sucedido projeto multiplataforma que apresenta personagens clássicos da DC Comics para as novas gerações, Barbara Gordon é uma garota muito inteligente, gênio da tecnologia e ótima detetive. Embora não tenha superpoderes, esses talentos a levam a conseguir uma vaga na Super Hero High, e ela não desiste até convencer o pai, o Comissário Gordon, a deixá-la frequentar a famosa escola de super-heróis, ao lado de Supergirl, sua melhor amiga, e de outras super-heroínas. Lá, ela rapidamente se torna uma das alunas preferidas do professor de Robótica e Ciência da Computação, e vai precisar ganhar uma batalha de computadores para salvar a Terra. Mas será que sua inteligência e domínio da tecnologia serão suficientes? Barbara Gordon sempre teve o coração de uma heroína. Transformada em Batgirl, ela deverá provar que pode ser uma.

Resenha


Batgirl na Super Hero High é o terceiro livro da série DC Super Hero Girls e nos conta a trajetória de Barbara Gordon na famosa escola para heróis. No livro anterior, Barbara ganha destaque ao ser escalada para trabalhar na parte de tecnologia do colégio, ela prestava serviços a Super Hero High e foi muito importante na batalha contra um vilão que tentou dominar a Terra.

Por causa da sua bravura e de sua inteligência que salvou a todos, Barbara - a nossa Batgirl - recebeu a oportunidade de deixar Gotham High para ingressar na Super Hero High. Mas como uma garota "comum" poderia se destacar entre tantos jovens com superpoderes? Essa é uma das inseguranças de Barbara, além do medo constante de seu pai, que relutou para permitir que sua filha estudasse na Super Hero, a garota tem muita disposição para mostrar que é capaz e que merece estar no colégio tanto qualquer outro estudante. É um tanto difícil porque ela acaba sentindo os fatores de não ser uma adolescente com poderes ou com habilidades físicas invejáveis e isso interfere em como ela se enxerga dentro da escola.

Barbara é muito inteligente. Ela sempre foi muito ligada na parte de tecnologia e não é por acaso que o novo professor de Robótica e Ciência da Computação vê na jovem um potencial a ser explorado. Potencial este que já tinha sido reconhecido pela escola, uma vez que ela prestava serviços nessa área. O problema é, como grande parte dos adolescentes e das heroínas dos livros anteriores, Batgirl vive dilemas, tem a aprovação duvidosa de seu pai em relação ao colégio, o desejo de se mostrar capaz. Felizmente ela passa por essa fase com a ajuda de sua melhor amiga Supergirl e do grupo de meninas do bem (apelidei carinhosamente o grupo das heroínas que se importam).

Como em seus antecessores, Batgirl na Super Hero High tem uma diagramação muito boa, cores vibrantes e que chamam atenção do público para o qual está destinado. Também dividido em três partes, segue o mesmo padrão dos anteriores. A jovem é iniciada no colégio, tem os conflitos pessoais e uma batalha pela qual ela passa e tira disso uma lição. Trata-se de uma leitura para o público infanto, com características bem diferentes das personagens que nós que gostamos de quadrinhos estamos acostumados. Contudo, acho uma iniciativa válida para as crianças terem esse contato com essas personagens e de uma maneira mais leve e divertida. O próximo livro da série é com Katana!

Amazon | Livraria da Folha | Cultura
Comentários
4
Compartilhe

4 comentários:

  1. Olá, essa série conta com uma proposta bem simpática, capaz de encantar o público infantil com derivações de personagens icônicos dos quadrinhos da DC. O trabalho da editora também não decepciona, o que atrai mais ainda os leitores. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Auri. Muito boa a ideia de uma escola de heróis, com certeza é cheia de acontecimentos!

    ResponderExcluir
  3. Olá Auri! Gostei da iniciativa da editora para aproximar o público infantil da leitura através dos quadrinhos. A obra também é importante para ressaltar o girl power e mostrar a evolução das personagens. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Auri!
    Gostando de ver mais uma super heroína tãi bem descrita em mais um livro.
    Que dilema da supergirl, hein? E imagino o quanto deva ser difícil para ela ter de deixar a fazenda e se embrenhar na escola para controlar seus poderes e poder ajudar o mundo!
    Adorei!
    Um Novo Ano repleto de realizações!!
    “Para ganhar um ano novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.” (Carlos Drummond de Andrade)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações