12 de jan de 2018


[Resenha] Uma Duquesa Qualquer - Tessa Dare

Ficha Técnica

Título: Uma Duquesa Qualquer 
Título Original: Any Duchess Will Do
Autor: Tessa Dare
ISBN: 978-85-8235-473-5
Páginas: 302
Ano: 2017
Tradutor: A C Reis
Editora: Gutenberg
O que fazer com um duque relutante em se casar? A Duquesa de Halford – e mãe de Griffin, o duque libertino, irresponsável, que deseja apenas os prazeres da vida – tem o plano perfeito. Na verdade, ela conhece o lugar perfeito… Spindle Cove. No paraíso das jovens solteiras, a duquesa insiste para que o filho escolha uma dama. Qualquer uma. E ela a transformará na melhor duquesa de Londres. Griff, então, decide achar alguém que acabará com os planos e com a ideia maluca de forçá-lo a se casar… Ele escolhe a atendente da taverna Touro & Flor, Pauline Simms – que nunca sonhou com duques ou com casamento, mas sim com o dinheiro que possibilitaria uma mudança completa em sua vida e na vida da pobre irmã, Daniela. O duque e a Srta. Simms estabelecem um acordo: a mãe de Griff tem uma semana para transformar a criada em uma duquesa perfeita, então Pauline deverá ser um desastre durante sete dias e, se tudo der certo (ou melhor, se tudo der completamente errado), receberá mil libras e poderá realizar o sonho de construir a própria biblioteca em Spindle Cove. Em pouco tempo, porém, o duque é surpreendido ao conhecer Pauline e descobrir que a moça é muito mais do que uma simples atendente, e a atração entre os dois é inevitável. Mas em um mundo em que as classes sociais são o que realmente importa, vence a ambição ou o coração?

Resenha


Depois de mais de um ano estamos de volta a Spindle Cove. Em Uma Duquesa Qualquer a Tessa Dare nos levará em mais um romance de época delicioso e atípico para a época.

A Duquesa de Halford está desesperada para que seu único filho se case e lhe dê netos. Griffin Eliot York é o oitavo Duque de Halford, mas também carrega os títulos de Marquês de Westmore, Conde de Ridingham, Visconde Newthorpe e Lorde Hartford-on-Trent. Filho único, sempre foi um libertino e nunca foi segredo de que seus pais esperavam muito mais dele, mas, aos trinta e cinco anos ele tem certeza de que não se casará nem haverá herdeiros para o título, é certo que tudo morrerá com ele.

Não sabendo dessa convicção do filho e não tendo mais opções, a duquesa dopou e sequestrou Griff e o levou à Spindle Cove com o único objetivo de que ele escolhesse uma jovem e ela a transformaria em uma duquesa. Para acabar com as opções da mãe, ao entrarem na Touro & Flor Griff escolhe Pauline, a atendente da taverna.
De repente, Griff se pegou segurando um sorriso. Ela era perfeita. Grosseira, sem instrução, completamente deselegante. Um pouco bonita demais. Uma garota mais sem graça serviria melhor aos seus propósitos. Mas apesar da beleza, ela teria que servir.
— Ela — ele declarou. — Eu fico com ela.
P. 20
Pauline Simms tem vinte e três anos e muita ambição de mudar de vida. Com um pai grosseiro que nunca aceitou o fato de ter tido duas filhas e nenhum filho para lhe ajudar na pequena terra que tem, Amos nunca facilitou para Pauline, muito menos aceitou o fato de que sua filha aprendeu a ler e tinha ambições de mudar de vida e levar a irmã consigo. Com uma mãe apática, há anos Pauline se encarrega de dar o amor e atenção de que a irmã, que tem retardo mental, precisa. Daniela é muito dependente de Pauline e ela faz de tudo para que a irmã sinta-se acolhida. O que ela não tinha ideia era de como sua vida mudaria naquela manhã em que tudo estava dando errado.
O príncipe de outra garota chegou. Esse foi o primeiro pensamento de Pauline quando entrou, apressada, avistou o cavalheiro bem-vestido à frente da porta. Ela via isso acontecer o tempo todo naquela vila. As jovens aristocratas buscavam refúgio em Spindle Cove pelas razões mais estranhas. Faltava-lhes refinamento ao tocar harpa, ou a cor de seus olhos não estava na moda, na Corte, nessa temporada. E então - para completo espanto de todas, a não ser de Pauline -, algum belo conde, visconde ou oficial aparecia e se casava com elas.
P. 21
Quando Griff viu como Pauline era tratada pelo pai, lhe ofereceu um emprego, ir para Londres com ele e ser uma espécie de dama de companhia para a duquesa, enquanto se submetia ao "treinamento de duquesa", mas deveria ser uma catástrofe total, em troca, receberia mil libras. Para Pauline aquela era uma chance como nunca teria outra vez na vida, entretanto, deixar Daniela sozinha era algo impensado, sendo assim, ela aceita o desafio, contanto que volte em uma semana para a irmã. Certamente será uma longa semana para os duques e sua convidada.

Admirada com a diferença no estilo de vida em Londres, Pauline verá como essa família tem amor para dar e como lhe falta comunicação, mesmo vivendo debaixo do mesmo teto. Sim, embora Griff tenha trinta e cinco anos, ele não vive sozinho como seria de se esperar, mas mesmo assim ele esconde um segredo da mãe, algo que aconteceu há um ano e que até hoje o machuca. Por outro lado, a duquesa também tem um segredo e Pauline, que chegou há poucos dias sabe dos dois e não pode compartilhar, ela só precisa descobrir uma maneira de fazer com que eles percebam que precisam demonstrar o que sentem um pelo outro.
— Oh, eu entendo perfeitamente — ela disse, olhando para a mão dele em sua manga. — Você tem instintos bons e generosos, mas estão sufocados debaixo de toda essa flema aristocrática. Você está tão asfixiado com isso que tem medo de gostar de qualquer coisa. Ou, pelo menos, tem medo de mostrar que gosta.
P. 131
Durante a semana, a admiração de Griff por Pauline aumenta cada dia mais, pelo desejo dela de abrir uma biblioteca em Spindle Cove, a forma como defende a irmã e de querer ter sempre ela por perto, afinal ela está inclusa nos seus planos para o futuro, a maneira como ela encara sua vida, mesmo tendo passado por tanta dificuldade. Por outro lado, passamos a admirar Griff também, quando descobrimos pelo que ele passou e a gente fica do lado de cá torcendo para que ele e a mãe se aproximem mais. Sem falar na torcida para que o casal fique junto mais do que apenas por uma semana.

Nesse quarto livro da série Spindle Cove a Tessa trouxe duas personagens que já são nossas conhecidas, Minerva e Susanna em uma interação rápida, mas que simboliza o que é a série e o que ela representa, amizade entre as mulheres da pequena cidade, diferentes e muitas delas rejeitadas pela Sociedade, mas que se uniram para sobreviver e enfrentar o que quer que lhes impusessem em nome de sua felicidade.
— Eu disse que não precisava de "alguém". Porque você não é apenas "alguém" para mim. Você é admirável, teimosa, linda e corajosa demais para seu próprio bem. — A mão dele se fechou, segurando o tecido do vestido dela. — Você é você. Eu quero você. Desde o momento em que entrou apressada pela porta da taverna, é você quem eu quero.
P. 180
Adorei! Mais uma vez a Tessa nos conduziu por um romance delicioso e recheado de inteligência, sensualidade e humor.

Amazon | Cultura | Fnac | Livraria da Folha

Além de encontrar esse livro nas livrarias físicas e online, lembramos que através do Cupom Válido é possível encontrar diversas lojas cadastradas e obter descontos ;)
Comentários
8
Compartilhe

8 comentários:

  1. Oi, Layane.

    Bom, para a mãe do Griffin sequestrá-lo e levá-lo para outro lugar, ela deveria tá desesperada para que ele casasse, hein?!

    Hahaha, é algo inusitado! Seria cômico, se não fosse trágico!

    Acho que era pra ser um desastre, acabou dando certo, pois plano do Duque foi arruinado pelo amor e pelo encantamento pela Paulline.

    Afinal, com certeza aos poucos, sem querer (com o único intuito de melhorar sua e de sua irmã que precisa dela) e com a convivência, ela vai acabar conquistando esse libertino, e através de sua admiração por ela também.

    ResponderExcluir
  2. Hey,

    Acredita que só li apenas um romance de época até agora ? quase um pecado kk, vejo falarem muito bem dessa autora e pela sua resenha fiquei com vontade de ler, pretendo colocar na minha listinha.

    ResponderExcluir
  3. Lay!
    É verdade! A autora é uma das melhores no gênero romance de época, por ser mais objetiva e trazer personagens mais delineados e de personalidade forte.
    Não li esse livro ainda dela, na verdade acredito que é uma série, né?
    E gosto demais quando os problemas e dramas do passado afloram e tudo vai sendo desvendado.
    Gostei.
    Bom final de semana e Novo Ano repleto de realizações!!
    “Que a paz, a saúde e o amor estejam presentes em todos os dias deste novo ano que se inicia. Feliz Ano Novo!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Hey Layane, tudo bem?

    Nossa, eu amo romances de época. É uma leitura muito gostosa de ser feita e mesmo quando a gente já sabe que os pombinhos vão ficar juntos, a gente entra naquele sentimento de torcida para que tudo saia bem no final. E é muito interessante quando problemas e segredos dos personagens são expostos, traz um "quê" para a narrativa, uma leve imprevisibilidade para os futuros acontecimentos. Algo que também é interessante, e percebi durante a leitura da sua resenha é que a autora trabalha bem a personalidade da mulher, como uma pessoa forte, trabalhadora, determinada e que tem sonhos. Retrata como a mulher é e onde quer chegar, até mesmo em uma época em que isto era desconsiderado pela sociedade.

    Não conheço nenhum trabalho da autora, mas como não faltam elogios para esta, certamente entrará na minha listinha de "Quero Ler".

    Beijinhos, e até a próxima.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    nossa, que livro em!
    Tem uma historia bem interessante e com uma premissa muito boa. Eu já tinha visto esse livro mas nunca parei para ler resenha, mas agora me deixou muito curiosa com a trama, com certeza um romance super fofo haverá.

    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  6. Ooi, uma das minhas metas literárias desse ano é ler mais romances históricos, e esse livro parece ser incrível!
    Pauline parece ser uma mulher incrivelmente forte, fiquei super curiosa para ver o romance se desenrolar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Lay
    Li apenas 2 livros da Tessa e através deles que me apaixonei pelos romances de época.
    Esse ainda não li, mas quero ler todos dela!

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li nenhuma das obras desta autora, porém tenho muita curiosidade em me aventurar nesses romances de época, principalmente neste livro em especial, que recheado de humor, e sensualidade. Com uma personagem feminina que e decidida e sabe o que quer, e vai lutar para conquistar aquilo que deseja. Além do mais a leitura me pareceu muito agradável, de forma rápida e envolvente. Super quero este livro.

    Venha participar do sorteio de um kit da caixinha da TAG Livros http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações