21 de fev de 2018


[Cinema] Pantera Negra

Existem filmes de super heróis e existe Pantera Negra. O novo filme da Marvel é um dos melhores dos últimos anos e, ao contrário dos seus colegas de estúdio, não é só um prelúdio para o próximo filme da franquia.

Resultado de imagem para black panther

A história segue o príncipe T’Challa de volta seu país natal após a morte de seu pai num atentado. Ele deve assumir o trono de Wakanda, um país fictício no nordeste da África (a localização varia de uma história pra outra), considerada a nação mais tecnologicamente evoluída do universo da Marvel. Quando um artefato é roubado de um museu, surge uma nova ameaça ao trono e o rei precisa lidar com um conflito que pode chegar a uma escala internacional.

É surpreendente como o roteiro entrega o que os outros filmes dos Vingadores se recusavam a entregar até hoje: um filme de ação convincente, com um bom herói, um vilão compreensível e coadjuvantes que se desenvolvem ao longo da trama. A maioria dos personagens secundários recebe uma segunda camada de personalidade que faz com que sua ações soem mais verossímeis. Nós somos capazes de simpatizar com Nakia, por exemplo, porque entendemos suas motivações, porque nos identificamos com sua necessidade de justiça.

O que me leva aos personagens e aos atores que os interpretam (e que elenco, senhoras e senhores). Eu lembro de que quando os atores foram anunciados, a internet correu pra exclamar que esse filme seria épico porque não tem como errar com um elenco desses. Todos os atores são excelentes e, apesar de alguns receberem mais tempo em frente às câmeras que outros, eles conseguem entregar atuações magníficas de personagens multidimensionais.

Resultado de imagem para black panther
um elenco desses, bicho
Chadwick Boseman interpreta T’Challa como um homem justo, que sabe que está apto a governar seu povo apesar de suas dúvidas sobre que direção seguir. Ele tem uma relação muito amorosa com sua família (o que faz dele um dos melhores partidos do universo cinemático da Marvel) e respeitosa com seus conselheiros. Boseman injeta um ar de orgulho e nobreza em sua interpretação que faz com que ele realmente pareça ser da realeza.

Lupita Nyong’o é Nakia, a espiã que quer levar justiça a todos os cantos e é tão honesta com seus sentimentos que põe suas ambições acima de suas pretensões românticas. Me aqueceu o coração ver que a missão em que ela estava no começo da história era a de resgatar vítimas do tráfico de pessoas. Sus furtividade só é equiparada às suas habilidades de combate e sua vontade de ajudar outras pessoas.

Resultado de imagem para black panther

Okoye é interpretada por Danai Gurira, que já era sinônimo de guerreira brutal em The Walking Dead. Aqui ela dá uma carga dramática extra à lider das Dora Milaje, a guarda real de Wakanda. Okoye é uma lutadora e líder primorosa que sente o peso da responsabilidade quando precisa decidir entre servir à coroa ou servir ao rei.

Shuri, personagem da Letitia Wright, é uma das minhas favoritas. Ela é uma cientista extremamente inteligente e divertida, além de ser uma guerreira habilidosa. É a personagem feminina menos séria do filme e uma das mais inspiradoras, prova de que é possível ser princesa e cientista ao mesmo tempo (taí princesa Jujuba que não me deixa mentir). A relação dela como irmão também é um dos pontos fortes do filme, que humaniza os dois personagens ao mostrá-los defendendo e ocasionalmente zoando um ao outro.

De todas as personagens femininas, a que menos tem chance de se desenvolver é a rainha Ramonda, a rainha que Angela Bassett nasceu pra interpretar. Impondo graça e presença à personagem, ela faz com que cada cena sua seja um evento. Resta torcer pra ela ter mais participação nos próximos filmes.

Apesar dos personagens masculinos também serem interessantes, dois merecem mais destaque. Um deles é Ulysses Klaue, interpretado de forma magistral (como sempre) pelo Andy Serkis. Minha cena favorita é a do interrogatório, que rende um momento impagável de Serkis cantando What is love (já quero esse áudio pra usar como toque do celular).

Resultado de imagem para black panther killmonger

E Michael B. Jordan, ah, o que dizer de Michael B. Jordan? O ator interpreta o melhor vilão da Marvel, com motivações tão genuínas e compreensíveis que a gente quase torce por ele. Sua força nasce da perda e da dor, não só da sua mas de seus ancestrais. Killmonger é a contrapartida violenta do Pantera Negra, onde o Pantera protege, Killmonger destrói, ambos com o mesmo inimigo em comum. Do ponto de vista histórico, eles são como Martin Luther King e Malcolm X. Do ponto de vista fictício, como Charles Xavier e Magneto (que foram inspirados nas figuras históricas).

E a relevância de Pantera Negra vai além do roteiro impecável e um elenco estelar. A trilha sonora lindíssima foi produzida em parceria com Kendrick Lamar e mistura elementos de música tradicional africana e hip hop e se mescla com perfeição aos outros elementos do cenário. O design de produção também é lindíssimo, aliando paisagens reais ao que é chamado de afrofuturismo.

Resultado de imagem para black panther costumes

Mas o aspecto técnico mais fantástico do filme é o figurino. Ruth Carter se inspirou em trajes e adereços reais, como os tons terrosos usados pelo povo Himba (na Namíbia), os anéis de pescoço dos Ndebele (do Zimbábue) e as tradicionais máscaras usadas por inúmeros povos. Wakanda é um reino formado por tribos que seguem o mesmo líder mas que mantém traços culturais distintos, o que torna a cultura do país fictício rica e exuberante. Eu espero no mínimo uma indicação ao Oscar no ano que vem.

Há algum tempo eu disse que filmes de super herói (essa categoria tão saturada), não compoem um gênero separado e que as melhores adaptações de quadrinhos são aquelas que se enquadram em um gênero pré-estabelecido. Pois Pantera Negra é um drama político de blaxploitation, que por acaso tem um super herói como protagonista e isso torna o filme ainda mais relevante. É só ver as fotos das estreias em diversos países pra ver como ele impactou as pessoas. Pessoas negras estão se sentindo representadas de forma positiva no cinema e isso é maravilhoso.

Numa escala de um a cinco momentos em que Lupita Nyong’o foi uma deusa, o quanto eu gostei do filme:

Resultado de imagem para lupita nyong'oResultado de imagem para lupita nyong'oResultado de imagem para lupita nyong'oResultado de imagem para lupita nyong'o oscarResultado de imagem para lupita nyong'o
Comentários
2
Compartilhe

2 comentários:

  1. Tamy!
    Bom ver que é um dos melhores filmes da franquia nos últimos tempos.
    Bacana ver que é uma super produção que valoriza a cultura africana e tem suas mulheres, muita tensão, ação e adrenalina.
    Gostei!
    “Acredite que você pode, assim você já está no meio do caminho.” (Theodore Roosevelt)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu não tinha visto o trailer do filme, mas ouvir fala muito dele e que é muito bom. Pela forma como você falou, eu gostei me fez ter uma curiosidade em assistir ao filme.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações