27 de fev de 2018


[Resenha] Bem Atrás de Você - Lisa Gardner

Ficha Técnica

Título: Bem Atrás de Você
Título Original: Right Behind You
Autor: Lisa Gardner
ISBN: 978-85-8235-496-4
Páginas: 349
Ano: 2018
Tradutor: Eric Novello
Editora: Gutenberg
Após uma tragédia que o separou por oito anos de sua irmã mais nova, Sharlah, o jovem Telly ressurge como o principal suspeito de uma onda de assassinatos. Só uma pessoa é capaz de desenhar o perfil do criminoso: o hábil ex-agente do FBI Pierce Quincy, que é convocado para colaborar no caso. Mas seu envolvimento como pai adotivo de Sharlah pode obscurecer sua linha de raciocínio ou levá-lo para um emaranhado de pistas desconexas, mostrando que o caso pode ir muito além do que parece ser.


Resenha

Ah, que saudade eu estava de ler uma obra da Lisa Gardner. Mestre na escrita do thriller e suspense, havia um bom tempo que as obras de Gardner não chegavam por essas bandas do planeta Terra. Amém Gutenberg.

Em “Bem Atrás de Você” iremos nos deparar com a clássica multi-narrativa de Lisa, ao nos contar uma história familiar o tanto quanto incômoda. Enquanto eram crianças – ela com 5 anos de idade e ele com 9 anos – os irmãos Sharlah e Telly vivenciaram uma tragédia sem precedentes: seu pai extremamente alterado e furioso, após matar a sua esposa com facadas, vai atrás das crianças, porém o jovem Telly querendo defender sua irmã, pega um taco de beisebol e atinge seu pai, levando-o a óbito.

Oito anos se passam e descobrimos que os irmãos foram separados, cada qual enviado para uma família diferente. Agora com 13 anos de idade, Sharlah vive sob os cuidados do casal Pierce Quincy e Rainie Conner, e ainda sofre fortes consequências daquela fatídica noite. Mas, parece que o passado não deixará a menina seguir em frente tão fácil assim, pois certo dia seu irmão aparece nas manchetes de jornais, acusado de assassinar quatro pessoas, incluindo seus pais adotivos. Em seus pertences encontram fotos de Sharlah, e a polícia logo compreende que ela é a provável próxima vítima de Telly.

Urgentemente Quincy e Rainie, que são um agente aposentado do FBI e uma policial, decidem ajudar a investigação, antes que Telly consiga encontrar sua irmã. Porém o grande questionamento é; por qual motivo Telly surtou poucos meses antes de completar 18 anos? Qual o propósito em assassinar seus pais adotivos que lhe tratavam bem? Por que ele quer ir atrás de sua irmã 8 anos após vê-la pela última vez? Há muito nessa história que precisa ser desvendado, e tudo aponta para o que mais pode ter acontecido naquela noite em que os pais das crianças foram mortos.

Eu tenho sorte. Sei disso. E estou me esforçando bastante para colar meus cacos e melhorar e controlar meus impulsos.
Mas em alguns dias ainda é difícil ser eu mesma.
P. 19

Para quem não conhece, Lisa Gardner é especialista em romances policiais, com muita reviravolta, muitas surpresas e personagens bem desenvolvidos. Com diversos prêmios na estante e uma extensa lista de #1’s na lista do The New York Times, uma das maiores características da escrita de Lisa é escrever sob diversas perspectivas, tipo três ou quatro.

“Bem Atrás de Você” não fica atrás neste quesito. O livro é narrado pela Sharlah em primeira pessoa, porém temos capítulos sempre intercalando os acontecimentos que envolvem outras personagens como Telly, Quincy, Rainie e às vezes até a xerife ou outro policial qualquer. O que isso acarreta pra história? Muitas e muitas camadas de mistérios, que vão sendo destrinchados ao leitor pouco a pouco, literalmente a cada fim de capítulo.

Dito isto, fico contente em dizer que a obra é muito boa, bem escrita, com um desenvolvimento excelente, tanto nos acontecimentos quanto no quesito das personagens. Por boa parte da leitura pensei que já tinha desvendado todo o plot do livro, porém fui pego de surpresa, e apesar de ter chegado perto, me vi mergulhando em reviravoltas que nunca teria imaginado que o livro seria capaz de possuir.

[...] O passado é um luxo que crianças acolhidas não têm. Estamos ocupadas demais vivendo no presente. Quaisquer pensamentos que nutrisse sobre meus pais, já não penso mais. Quaisquer emoções que nutrisse em relação àquilo que o meu irmão fez, eu não as sinto mais.
Agora meu pergunto se Telly tinha feito o mesmo até hoje de manhã, quando saiu da cama, carregou a primeira arma e puxou o gatilho.
P. 84

Apesar de todo o mistério e ação que rondam os eventos da obra, ouso dizer que o ponto principal aqui são as relações familiares, e principalmente, o verdadeiro significado da palavra família e como é se sentir pertencente a uma. Pensando aqui, as obras que li de Gardner em sua maioria sempre trataram casos envolvendo família, porém este aqui leva tal relacionamento à outro nível.

No geral, “Bem Atrás de Você” não deixa a desejar em nada tratando-se de um thriller. Com uma escrita única e personagens bem verossímeis e ricos, Lisa Gardner entrega mais uma obra de deixar o leitor aficcionado até conseguir terminar de ler. Minha maior crítica não seria à escrita em si, mas sim para a edição, que achei ter páginas um pouco finais demais, e o corte das folhas, pelo menos no meu exemplar, não está bem retinho, deixando o papel cheio de pelotinhas.

“Família é algo poderoso, não acha? Ah, as coisas que fazemos pela família.”
P. 340

No mais, pode mandar mais Lisa Gardner pra gente Gutenberg, porque o amor aqui é real, não dá pra se cansar. Vale ressaltar que Quincy e Rainie são personagens antigos da Lisa, e existem vários outros casos com eles, sendo “Bem Atrás de Você” a primeira vez em anos que Gardner escreve sobre eles – um pedido por parte de seus leitores, que votaram em uma enquete em seu site. Mas não se preocupem, esse fato não afeta em nada a leitura deste volume, mas seria excelente podermos conhecer esses personagens desde o início de suas aventuras. Fica a dica Guten ;D.

Comentários
2
Compartilhe

2 comentários:

  1. Olá!
    Gosto muito de livros com essa tematica, onde há um suspense e misterio por trás de toda historia. O livro tem uma premissa muito boa e já me deixou bem curiosa pela situação e já me fizeram criar perguntas sobre a trama, então já anotei na lista de leitura.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  2. Tácio!
    Bacana ver que a autora enfatizou a família e seus relacionamentos, semp´re importante.
    Dessa autora já tive oportunidade de ler uns três livros e gosto muito da forma como ela cria seus enredos.
    Esse ainda não li, mas por sua resenha, vejo que é carregado de suspense e mistério que nos prende do início ao final.
    Preciso ler.
    “Eu escolho um homem que não duvide de minha coragem, que não me acredite inocente, que tenha a coragem de me tratar como uma mulher.” (Anaïs Nin)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações