4 de fev de 2018


[Resenha] Chronos: Viajantes do Tempo - Rysa Walker

Ficha Técnica 

Título: Chronos: Viajantes do Tempo
Título Original: Timebound
Autor: Rysa Walker
ISBN: 978-85-9454-062-1
Páginas: 317
Ano: 2017
Tradutor: Fernanda Lizardo
Editora: DarkSide® Books
Chronos: Viajantes do Tempo
Na vida, tudo tem uma ordem certa para acontecer: os sapatos devem ser colocados depois das meias, a geleia deve ser passada no pão depois da manteiga — netos nascem depois dos avós. Kate Pierce-Keller nunca havia dado atenção a este último item, até sua avó surgir com revelações e um objeto que podem colocar sua existência em risco. Tudo parece um absurdo no início, mas uma leve interferência na linha temporal faz com que os pais de Kate sumam do mapa e ela seja a próxima da lista. Arriscando sua vida, ela aceita a missão de tentar voltar no tempo para evitar um homicídio que é a chave de tudo e colocar as coisas no seu devido lugar. Mas se ela for bem sucedida, a interferência também terá um custo pessoal. Neste primeiro volume, o leitor é transportado para a Exposição Universal de 1893, em Chicago, quando a Roda Gigante foi apresentada pela primeira vez e o serial killer H. H. Holmes dirigia um hotel construído especialmente para receber os visitantes da feira (e sumir com seus corpos). Em meio a tantos fatos históricos e curiosos, Kate precisa agir pontualmente para não estragar nada, e ainda impedir a ascensão de um culto religioso bastante poderoso que ameaça afetar o universo como o conhecemos. A viagem no tempo sempre fascinou o ser humano e foi tema de obras que marcaram época como o clássico A Máquina do Tempo, de H. G. Wells, O Fim da Eternidade, de Isaac Asimov, o filme mais querido da década de oitenta, De Volta para o Futuro, o cult que impressionou uma geração, Donnie Darko, e a aclamada série Outlander, de Diana Gabaldon. Todo mundo já quis mudar alguma coisa do seu passado, mas é difícil calcular o impacto disso no presente. Além do mais, quem decide que essa mudança pode ser feita? Esses e outros dilemas são construídos e trabalhados de maneira afiada por Rysa Walker em seu romance de estreia, que chega ao Brasil pela DarkSide® Books em uma edição especial que vai durar séculos — e deixaria até mesmo Doctor Who curioso. Chronos: Viajantes do Tempo, o primeiro volume da Trilogia Chronos, foi ganhador do prêmio Amazon Breakthrough Novel Award em 2013 e, com isso, recebeu o sinal verde para ser impresso pela Skyscape Publishing, um selo editorial da Amazon. Com o reconhecimento da obra, Rysa Walker passou a se dedicar integralmente ao seu ofício de escritora e deu continuidade às viagens de Kate pelas décadas. Agora, a autora também integra a coleção DarkLove, a linha editorial da DarkSide® Books que revela as vozes femininas mais surpreendentes do nosso — e de qualquer outro — tempo.

Resenha


Chronos: Viajantes do Tempo é o primeiro livro de uma trilogia e nos apresenta Kate. Uma garota de 17 anos, que além de lidar com todas as transformações em sua vida de adolescente, precisa saber administrar a relação com a sua família que está fora das convenções. Seus pais não estão mais juntos, ela passa um período com cada um, guarda compartilhada, e tem uma avó que tem pouco contato, mas que sempre lembra da neta em datas específicas.

Eis que essa avó distante, Katherine, decide que quer passar mais tempo com a adolescente. O relacionamento de Katherine, avó de Kate, com Deborah, mãe da garota e sua filha, não é dos melhores, pelo contrário. Devido uma tragédia familiar, onde Deborah se sentiu negligenciada pela mãe, nunca mais conseguiram voltar ao relacionamento de antes. Porém, agora teriam que conviver com certa frequência já que avó decidiu comprar uma casa para ficar mais próxima e participar da vida de sua neta. Além de transferir a Kate uma responsabilidade enorme.
"Pode ser uma coincidência que o nome da minha avó seja Katherine, mas acho que não. E, sim, ela é historiadora, mas estou começando a desconfiar que ser historiador significa algo muito diferente para ela do que significa para a minha mãe."
P. 38
Kate descobre que tem a possibilidade de viajar no tempo. Com a ajuda de um medalhão, a garota pode abrir um portal que permite as viagens no tempo. E como em qualquer história sobre viagens no tempo, Kate é alertada por sua vó sobre os perigos de mexer na linha temporal. A protagonista é obrigada a receber essa grande responsabilidade e precisa viajar no tempo para consertar a linha do tempo que conhece ou tudo aquilo que já teve contato pode deixar de existir.

A autora Rysa Walker destina muitas páginas para explicar, através dos diálogos de Kate e sua avó, como funcionam as viagens no tempo. Explicação esta que poderia não tomar mais da metade do livro. A escolha de se prolongar tanto na explicação pode dar a sensação de que nada está acontecendo de verdade. Outros detalhes, como o vilão que causa tantos danos a linha do tempo, são pouco explorados devido ao grande número de páginas destinado a se falar das viagens. Outro ponto importante de ressaltar é a sinopse longa do livro e que praticamente conta muito da história. A sinopse nos dá uma prévia do que se esperar do enredo, mas a história em si é melhor descobrir ao decorrer da leitura. A edição da DarkSide, como sempre, é belíssima e as páginas amareladas facilitam a leitura. Agora é esperar a continuação para descobrir o que Rysa Walker reserva para sua protagonista.
As coisas teriam sido muito mais simples se eu cresse que Prudence iria (ou até mesmo poderia) manter sua palavra, mas eu não acreditava nisso - simplesmente existiam variáveis demais.
P. 271
AmazonSubmarino | Americanas | Fnac | Livraria da Folha | Cultura
Comentários
6
Compartilhe

6 comentários:

  1. Auri!
    Sou apaixonada por livros que falam sobre viagem no tempo e vi aqui um enredo diferenciado da maioria, porque apesar de ter romance, é mais voltado para a busca da verdade, não a que ela pensava ser verdade, mas a que realmente aconteceu e isso é fantástico.
    Gostei demais.
    Desejo uma ótima semana e um mês mais que abençoado!!
    “Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você.” (Cynthia Kersey)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  2. Ooi,
    gosto muito de livros com viagens no tempo, que pena que alguns detalhes não foram tão explorados.
    A sinopse é bem grande mesmo, fiquei curiosa para ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Já vi o livro mas nunca me chamou atenção, a historia é bem interessante e gosto muito da trama e sobre viajem do tempo, algo que adoro muito.

    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  4. Oi Auri!
    Não me lembro de ter lido algo com a temática de "viagem no tempo", por isso quando vi esse lançamento (que é claro, conquistou muita gente mais pela edição,rs) fiquei bem curiosa. Fiquei meio decepcionada de saber que terá um romance na história. Não em entenda mal, amo romances, mas nesse caso não acho que era algo necessário na história, não da forma que foi colocado.
    Por se tratar de uma trilogia espero que a autora foque mas na relação entre Kate e sua avó, e na viagem do tempo em si, não perca tempo explicando de novo o que já se tornou cansativo nesse primeiro livro. Pretendo ler!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, Auri!

    Darkside Books, me encanta com suas capas belíssimas, porém me desaponta muito com as sinopses extensas e cheias de detalhes que trazem. E acho que foi justamente essa sinopse longa que tirou um pouco meu interesse em ler a obra, e não é a primeira vez que a editora provoca isso.

    Ainda assim, parece um livro que traz um tema interessante e de certa forma, um pouco clichê (na minha opinião), e que apresente uma proposta de enredo e personagens bem interessantes que precisa ser bem trabalhado.

    ResponderExcluir
  6. Amo filmes e livros sobre viagem no tempo, creio que seja meu assunto favorito, principalmente em documentàrios. Me amarrei nesse livro desde a primeira resenha que li. Pelo jeito o livro é meio detalhista em coisas desnecessárias, mas mesmo assim vale pela curiosidade.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações