6 de mar de 2018


[Resenha] Mais Lindo Que a Lua - Julia Quinn

Ficha Técnica 

Título: Mais Lindo Que a Lua
Título Original: Everything and the Moon
Autor: Julia Quinn
ISBN: 978-85-8041-797-5
Páginas: 272
Ano: 2018
Tradutor: Viviane Diniz
Editora: Arqueiro
Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim. Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças? Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas?

Resenha


Olha a Julia Quinn de volta aqui no blog... Dessa vez iniciando a dualogia Irmãs Lyndon com Mais Lindo Que a Lua, que traz a história de Victoria Lyndon.

Victoria Mary Lyndon tem dezessete anos e é a filha mais velha do novo vigário Bellfield, que fica em Kent. Após se mudar com o pai e Eleanor, sua irmã mais nova, para o campo, ela ficou sem amigos ou conhecidos, mas tinha a irmã e pouco tempo depois de ter chegado o destino lhe apresentou Robert, o conde de Macclesfield.

Robert Phillip Arthur Kemble tem vinte e quatro anos e é uma pessoa extremamente pragmática, planejador e não gosta de deixar nada ao acaso, mas acabou de conhecer a jovem Victoria e se descobriu apaixonado por ela, assim, ele tem certeza de que se casará com ela e por isso passou a visitá-la com frequência, lhe fazendo a corte. Mas quando expõe seu desejo para o pai, Hugh Kemble, marquês de Castleford, isso se mostrará impossível, pois o marquês é obcecado pelo título e jamais permitirá que seu filho case-se com uma jovem que não tenha nada a agregar à sua família. Assim, Robert, sabendo também da recusa do vigário em aceitar que de fato ama sua filha, decide fugir com Victoria para se casarem, mas isso não daria certo logo assim no início do livro, não acham?
— O que essa garota tem? Por que ela? Por que não uma das dezenas de moças que conheceu em Londres?
Robert deu de ombros, impotente.
— Não sei. Ela desperta o que há de melhor em mim, creio. Com ela ao meu lado, posso fazer qualquer coisa.
— Santo Deus! — exclamou o pai. — Como posso ter criado um filho que diz essas baboseiras românticas?
P. 35
A fuga é interceptada e uma confusão se inicia, fazendo com que Robert acredite no que o pai lhe disse, que Victoria era apenas uma interesseira e quando percebeu que Robert seria deserdado por fugir com ela, logo recuou. Por isso, na manhã seguinte ao plano falho, Robert voltou para Londres e quando Victoria conseguiu chegar em Castleford para falar com ele, o marquês deixou claro que seu filho não tinha nenhum interesse nela, o que a levou a acreditar nas palavras do próprio pai, de que Robert só queria se aproveitar dela, desvirtuá-la a abandoná-la a própria sorte. Com isso Victoria procura um emprego como preceptora e vai embora para Londres.

Sete anos se passam e ela nunca mais falou com o pai (grande responsável pelo início do mal-entendido), apenas se corresponde com Ellie, mas sua vida é muito solitária. Depois de conhecer o amor e ser enganada ela tem certeza de que nunca mais entregará o seu coração novamente. Até que reencontra Robert na casa onde trabalha atualmente.

Esses sete anos também não foram fáceis para Robert (não que se compare com Victoria), ele também sente-se traído e, mesmo que tente, não consegue esquecê-la. Tornou-se um grande libertino, envolveu-se com diversas mulheres, mas nunca demonstrou o mínimo interesse em casar-se, o que só faz com que o marquês fique cada vez mais preocupado com o futuro do seu título. Porém, quando reencontra Victoria, Robert se vê mais uma vez consumido pela necessidade de estar com ela e de vingar-se também. E tentará manchar a reputação dela a todo custo.

Victoria é quem percebe primeiro que foram vítimas do mal-entendido causado pelos pais, mas nem por isso conta para Robert, ela está decidida a seguir sua vida, a ser independente e feliz sozinha, mas quando ele descobre tudo o que aconteceu, tornará-se implacável na tentativa de reconquistá-la. 
— A vida não se trata de arrastar-se para baixo de uma pedra e ver o mundo passar, esperando que nada nos afete. — Ele se ajoelhou e começou a ajudá-la a recolher os alfinetes. — A vida é sobre se arriscar, sobre tentar alcançar a lua.
P. 154
Victoria está decidida, mas Robert também então teremos grandes embates entre os dois teimosos com direito a muitas cenas hilárias. Mais uma vez a Julia me conquistou com uma história incrível, falando sobre amor à primeira vista (que ela fala na carta logo no início do livro que não acredita #chocada), reencontros, desafios, perseverança e muito romantismo. São ou não ingredientes para um delicioso romance de época? Acho que sim, não é mesmo?!
— É por isso que vou me casar com você — disse ela, segurando o papel no ar.
— Porque lhe disse que pode me bater a seu critério?
— Não — disse ela, fungando alto —, porque não sei o que será de mim se não tiver você para me provocar. Tornei-me séria demais, Robert. Nem sempre fui assim.
— Eu sei — disse ele, gentil.
— Durante sete anos não tive permissão para rir. Então me esqueci de como era.
— Vou ajudá-la a se lembrar.
P. 236
Agora é esperar por Mais Forte Que o Sol, o livro que trará a história da Ellie, uma personagem que me intrigou pelo pouco que conheci nesse livro, mas já sei que irei adorar.

Comentários
5
Compartilhe

5 comentários:

  1. Lay!
    Bom ver que gostou, porque tem muitas resenhas duvidosas...
    A primeira coisa que devemos analisar para avaliar essa obra da Julia Quinn, é a época em que o livro foi escrito, há mais de 20 anos atrás, quando ela ainda estava no começo dos seus escritos e por isso, o livro nos faz passar por tantos perregues.
    O que não entendo é por que a editora, depois de tantas séries de sucesso da autora, resolve lançar essa série mais crua e inexperiente dela?
    Ainda sim, sendo Julia, quero ler, obvio...kkkk
    Desejo um mês mais que abençoado, carregadinho de luz e paz e uma semana esplendorosa!
    “Acredite, existem pessoas que não procuram beleza, mas sim coração.” (Cazuza)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  2. Hey,

    Não me canso de dizer pra mim mesma ler um livro da Julia Quinn urgentemente, até agora só li resenhas maravilhosas sobre os seus livros, fico até indecisa por qual começar mas gostei muito desse.

    ResponderExcluir
  3. Bendita seja a Julia Quinn que todo mundo ama, e eu ainda não li nenhum livro dela! É um absurdo, certo?
    Achei bem interessante a premissa desse livro e fui instigada. Até porque né? Acho que já declarei diversas vezes aqui meu amor por romances de época!

    Espero adquirir livros da Julia Quinn em breve!

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada da Julia Quinn mas tenho bastante vontade, seus romances são sempre bem elogiados!! Esse livro tem uma trama envolvente, duas pessoas feridas pelo passado, tentando viver suas vidas da melhor maneira possível, mas logo o amor fala mais alto, já torço para que fiquem juntos e que superem as desavenças!!

    ResponderExcluir
  5. Eu confesso que eu estava muito interessado em ler esse livro tanto que até comprei ele na promoção Dia das mulheres da Saraiva Mas eu vi tantas críticas negativas a respeito desse livro em vários blogs que acabei até desanimado

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações