27 de abr de 2018


[Resenha] História é Tudo Que me Deixou - Adam Silvera

Ficha Técnica 

Título: História é tudo que me deixou
Título Original: History is all you left me
Autor: Adam Silvera
ISBN: 978-85-93911-07-1
Páginas: 304
Ano: 2017
Tradutor: Cristina Lasaitis
Editora: Hoo Editora
Vem aí, do autor best-seller do New York Times, uma história cheia de tristeza e transtornos mentais sobre as consequências devastadoras que a recusa por abandonar o luto pode desencadear. Quando o primeiro amor e ex-namorado de Griffin, Theo, morre afogado em um acidente, seu universo implode. Embora Theo tivesse se mudado para a Califórnia para cursar a faculdade e começado a namorar Jackson, Griffin nunca duvidou de que Theo voltaria para ele quando chegasse a hora certa. Porém, o futuro que ele tanto desejava está despedaçado. Para piorar as coisas, a única pessoa que realmente entende sua tristeza é o Jackson. Mas, não importa o quanto eles conversem e se entendam, a espiral depressiva de Griffin continua. Ele está se perdendo em suas compulsões obsessivas e escolhas destrutivas, e os segredos que ele tem guardado o estão consumindo. Se Griffin pretende reconstruir sua vida, ele precisará visitar e confrontar o que viveu com Theo, história por história. 

Resenha

Se você me ama, nunca mais coloque matemática neste relacionamento.
Griffin
P. 56
Li em algum lugar que o primeiro amor é sempre fadado ao fracasso. É o amor que vai te fazer chorar, que talvez te traga boas lembranças, mas raramente dura pra sempre. Com certa frequência, é o amor que deixa marcas e termina de forma abrupta. Esse certamente é o caso para Griffin e Theo. Os dois eram amigos na adolescência e se tornaram namorados, ficando juntos por mais ou menos um ano, até terminarem porque Theo iria para a faculdade e Griffin não queria que o relacionamento dos dois fosse um fardo ou uma distração para o rapaz. Tempos depois de começar a namorar Jackson, Theo morreu afogado, deixando de coração partido dois garotos apaixonados por ele.

Griff (como o ex-namorado o chamava) é um narrador só meio que confiável. Ele é rancoroso, tem TOC e ainda conversa com o ex-namorado morto. É a partir do seu ponto de vista que vemos toda a história, enquanto ele narra os acontecimentos para Theo e revive o relacionamento deles desde o começo. O livro alterna entre a narração no presente e no passado. No presente, Griff vai ao funeral de Theo e enfrenta o luto nos meses seguintes; no passado, ele reconta a história de como dois dos três membros da sua “tropa” viraram namorados e tudo o que aconteceu desde o momento em que eles saíram do armário um para o outro.

Imagem relacionada
Timothée Chalamet seria uma escolha óbvia pra interpretar Griff num filme
Estranhamente, Griff se aproxima de Jackson, que também amava Theo e ficou arrasado com a morte dele, principalmente porque viu tudo acontecer. Essa aproximação esquisita, que nem parece amizade, vai fazer com que o narrador entre numa jornada em busca dos últimos meses de Theo e do perdão a si mesmo por todos os segredos que escondeu.

O livro é muito cativante, apesar de às vezes ser difícil criar empatia com o narrador, por ele ser muito ressentido (quase um Dom Casmurro adolescente e com TOC). Além de idealizar o amor perdido a ponto de ignorar que seu primeiro namorado não era uma pessoa perfeita e certamente cometeu inúmeros erros. Apesar disso, a história dos dois é muito bonita e romântica e é difícil não torcer por um final feliz, mesmo sabendo como a história termina. Mesmo sabendo que o primeiro amor quase nunca acaba bem.
Resultado de imagem para justin taylor queer as folk
eu li imaginando o Randy Harrison como Theo
Theo é de fato um personagem fascinante, com seu amor por quebra-cabeças e animações e um jeito gentil e amoroso. Jackson também é gentil e, apesar de estar emocionalmente esgotado, está disposto a enfrentar o que vier como Theo gostaria que ele fizesse. E Wade, pobre Wade, foi duplamente abandonado pelos amigos e tenta entender o que está acontecendo depois de meses de confusão. A narrativa é toda sobre os rapazes e são pouquíssimas as personagens femininas que tem alguma relevância e aparecem de forma significativa.

O único deslize imperdoável do autor foi mencionar que Wade se fantasiou de “Doctor Who” no halloween, sendo que este é o nome da série e não do personagem (já houveram 14 versões diferentes do personagem, interpretado por 14 atores diferentes e é impossível que o Wade estivesse vestido da série inteira).
Imagem relacionada
Keiynan Lonsdale seria um ótimo Wade
Este é certamente um livro pra quem gosta de romance e drama, bastante drama (independente da idade). Pode também servir como introdução a romances LGBT ou literatura adolescente.
Comentários
2
Compartilhe

2 comentários:

  1. Hey Tamy :)

    Bem, eu não sei bem o que interpretar dessa resenha. O livro parece uma confusão, necessária, em que você sente que precisa se jogar nele. Não sei se o leria, talvez em alguma oportunidade.
    Não foi pelo tema nem pela forma em que se aborda o tema, mas a premissa não me cativou o tanto quanto eu esperava.
    O que gostei muito nesse post, foi você expor alguns atores que na sua percepção se encaixariam bem no papel dos personagens do livro. Espero ver essa exposição mais vezes ;)

    ResponderExcluir
  2. Primeiro eu preciso dizer que a sinopse, o título e a capa casam muito bem. Já li dois livros onde as personagens tinham TOC, portanto acho que não acharia estranho ler sobre nesse. A questão é que aqui é retratado junto com o luto. Imagino que exista alguns desentendimentos e confusões entre o Griffin e o Jackson porque querendo ou não os dois tiveram relacionamentos com o Theo e nenhum amor é igual. Fiquei um tanto curiosa para saber como é essa aproximação dos dois, mas devo dizer que fiquei meio chateada por ele ter deixado o amigo dele de lado. Agora sobre Doctor Who, acredito que nem seja um erro do autor, pode ser um erro de tradução.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações