29 de jul de 2018


[Resenha] A Escola do Bem e do Mal 3: Infelizes Para Sempre - Soman Chainani

Ficha Técnica 

Título: A Escola do Bem e do Mal 3: Infelizes Para Sempre
Título Original: The School for Good and Evil 3: The Last Ever After
Autor: Soman Chainani
ISBN: 978-85-8235-392-9
Páginas: 416
Ano: 2016
Tradutor: Alice Klesck
Editora: Gutenberg
Sophie e Agatha estão lutando contra o passado para conseguir mudar o futuro, em busca de um final perfeito para seu conto de fadas. Elas acreditavam que sua história havia chegado ao FIM no minuto em que se separaram, quando Agatha foi levada de volta para Gavaldon com Tedros, e Sophie ficou para trás com o lindo e renascido Diretor da Escola. Mas nada no mundo dos contos de fadas é tão simples. Agora inimigas, elas tentam se acostumar com suas novas vidas, mas a história das duas pede para ser reescrita... E isso pode afetar quem elas menos imaginam. Com as garotas separadas, o Mal assume o poder e os vilões do passado ressurgem das trevas em busca de vingança, sedentos por uma segunda chance de transformar o mundo do Bem e do Mal em um reino de escuridão, com Sophie como rainha. Agora, apenas Agatha e Tedros podem apelar ao poder da amizade e do amor do Bem para impedir a dominação do Mal e evitar que todos sejam infelizes para sempre. Mas... qual é a linha tênue que separa o Bem e o Mal?

Resenha


A cada final dos livros A Escola do Bem e do Mal e A Escola do Bem e do Mal 2: Um Mundo Sem Príncipes eu achava que finalmente Agatha e Sophie tinham encontrado seu final feliz, mas Soman sempre tinha uma carta na manga para me surpreender. No primeiro livro as escolas traziam os opostos Bem e Mal, mas com o final que Agatha e Sophie trouxeram para a sua história no livro seguinte os apostos eram Meninas e Meninos, agora, Agatha e Tedros estão juntos e com o beijo deles foram levados para Gavaldon e Sophie ficou com o jovem e renascido Diretor da Escola, Rafal, como ele diz se chamar.

Entretanto, poucos dias em Gavaldon são suficientes para que Agatha e Tedros percebam que precisam de Sophie para que então alcancem o seu final feliz. Mas para isso eles precisarão sair da pequena casa em Graves Hill, recuperar sua magia, voltar para a escola e resgatar Sophie. Complicado, não é mesmo? Some nessa equação o fato de que há uma recompensa para quem capturar as bruxas Agatha e Sophie e Tedros entrará nessa história também, assim como Callis (mãe de Agatha) e Stephan (pai de Sophie).

Enquanto isso, no outro extremo dessa história, Rafal quer que Sophie aceite sua aliança e seja sua rainha do mal, liderando a nova versão da escola, separadas agora pelo Velho Mal e Novo Mal. Quando Agatha e Tedros chegam, descobrem que sua amiga não é uma refém. Sophie gosta de poder, isso não é nenhum segredo, e quando a chance de ser rainha lhe é ofertada, ela não recusa por muito tempo.
"Eu tentei amar meu irmão. Tentei fugir do meu destino. Até achei que havia encontrado...", ele se interrompeu. "Mas isso só me levou a mais dor... a um Mal ainda maior. Parece que toda vez que você vai atrás do amor ele acaba o levando de volta para o mesmo lugar. Sua mãe, seu pai, sua melhor amiga, seu príncipe... quanto mais você busca a luz, mais escuridão você encontra. Ainda assim, você duvida de seu lugar no Mal."
P. 13
Nessa jornada, de Agatha e Tedros para que Sophie volte ao lado deles, e de Sophie como rainha do Mal e líder de seu exército na guerra contra o que resta do Bem, muitos personagens terão papéis fundamentais. Merlin é o principal deles tendo um papel de liderança nessa história e trazendo muitos sentimentos conflitantes para Tedros que sentiu - em espaços de tempo muito curtos - a perda da mãe, do pai e do amigo e mentor.

Além dele, muitos heróis do passado voltarão e, junto com novos Sempres e Nuncas, serão muito importantes. Entre eles temos: Cinderela, João e Maria, João (do Pé de Feijão), Pinóquio, Peter Pan e tantos outros, cada um trazendo uma lição valiosa.
"Além disso, já tenho uma princesa. Embora ela arranje brigas comigo sem motivo."
"E eu tenho um príncipe que nunca me ouve e sempre acha que está certo", Agatha estrilou.
"Porque metade do tempo você age como se não precisasse de mim."
"Porque você age como se eu devesse fazer o que você diz!"
"Porque você está sempre tentando ser o príncipe!"
"Bem, não tenho a menor ideia de como ser uma princesa!", Agatha rugiu.
"OBVIAMENTE!", Tedros gritou. "POR QUE VOCÊ ACHA QUE EU GOSTO TANTO DE VOCÊ?"
P. 170
Mas não são apenas os heróis que retornam e a jornada não será nada fácil para Agatha, Tedros e Sophie. Eles precisarão enfrentar os velhos medos e, descobrindo muitos segredos, também precisarão enfrentar as consequências de conhecer a verdade.

Esse é o livro mais longo até agora e em alguns momentos para mim foi desnecessário tanto prolongamento. Quanto aos personagens, novamente Sophie testou minha paciência em muitas cenas e por conta disso queria jogar o livro longe, mas a vontade de conhecer o final era maior.

Eu acreditava que esse era o último livro da série, mas soube essa semana que um há um quarto livro em pré-venda, mas para mim o final desse livro foi ótimo para encerrar a série e por mim, esse será de fato o final.

Amazon
Comentários
4
Compartilhe

4 comentários:

  1. Ainda não li nem mesmo o primeiro livro :') Mas, realmente, este me pareceu bastante extenso. Talvez até cansativo. Não tenho certeza se a série no geral seria algo que eu leria por estar fora da minha zona de conforto, mas quem sabe, é sempre bom pular um pouco para fora dela.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Já li varias resenha dessa livro e estou muito curiosa por ele. Tem uma premissa muito boa e uma historia bem interessante, me deixou muito encantada por ele..

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  3. Tenho visto várias resenhas, mas juro que ainda não consegui me decidir sobre a leitura.
    Mas saber que agora as duas estão uma contra a outra parece me dar mais incentivo para ver o que irá acontecer.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  4. Lay!
    Não li ainda nenhum dos livros da série, mas achei fantática a ideia da mudança de personalidade e como é mostrado o quanto somos formados por nossas experiÊncias e como elas vão definir quem somos de verdade.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações