2 de jul de 2018


[Resenha] Estrelas da Sorte - Nora Roberts

Ficha Técnica 

Título: Estrelas da Sorte
Título Original: Stars of Fortune
Autor: Nora Roberts
ISBN: 978-85-8041-830-9
Páginas: 288
Ano: 2018
Tradutor: Maria Clara de Biase
Editora: Arqueiro
Sasha Riggs é uma artista assombrada por sonhos que transforma em pinturas maravilhosas, cenas que preveem o futuro. Ela nunca conseguiu assumir seu dom, mas desta vez não consegue ignorar as visões que a atormentam e viaja para a ilha grega de Corfu. É lá que encontra as pessoas com quem sonha: um mágico, um arqueólogo, um viajante, um lutador, um solitário. Elas também foram atraídas por uma força inexplicável. Dotadas de habilidades extraordinárias, cada uma terá um papel fundamental na aventura que as espera: encontrar as míticas Estrelas da Sorte, que caíram do céu, pondo em risco o destino de todos os mundos. Sasha é quem os mantém unidos e vê no mágico, Bran Killian, um homem de imensa compaixão. Ela tem dificuldade para lidar com sua vidência, mas Bran está lá para apoiá-la. Porém, os dois não devem desviar sua atenção da missão, pois uma ameaça sombria procura corromper tudo que está no caminho para alcançar as estrelas.

Resenha


Não é segredo que adoro os livros da Nora, mas quando ela mistura fantasia e romance para mim é ainda melhor. Assim como as trilogias Primos O'Dwyer e A Sina dos Sete, em Os Guardiões Nora reúne seis pessoas, que se tornarão três casais, para acabar com uma maldição. Mas as semelhanças terminam aí.

Em Estrelas da Sorte, começaremos essa trilogia e logo somos apresentados à Sasha Riggs, a personagem que irá unir esse grupo. Sasha é vidente, mas nunca lidou muito bem com esse dom. Sendo artista plástica, ela aproveita os sonhos que tem para retratá-los em suas telas, mas nos últimos tempos os sonhos se intensificaram, ela passou a ter visões mesmo acordada e, decidida a encarar de uma vez as consequências, resolveu viajar para o lugar que tanto retratou: Corfu. Ao chegar na ilha grega ela conhece a arqueóloga Riley Gwin e logo em seguida conhecem o mágico Bran Killian. O trio logo é formado e todos sabem que o que compartilharam sobre as Estrelas da Sorte é verdadeiro e é fundamental que permaneçam juntos até que os outros três apareçam para que eles formem a unidade que encontrará e protegerá as estrelas e os mundos da loucura de Nerezza, que anseia há muito tempo pelo poder que as estrelas lhe proporcionarão.
— Eu sonhei com tudo - disse ela prontamente, como numa confissão. — Tudo. Você. Sonhei com Corfu, ou finalmente descobri que era Corfu, e vim para cá. Quando saí para o terraço do hotel, vi Riley. Depois, você.
— Em sonhos. — Ele bebeu um pouco de vinho e a observou com aqueles olhos escuros. — Você é vidente. Só tem visões quando está dormindo?
— Não. — Ocorreu a Sasha que ele e Riley não reagiram como os outros, com ceticismo, sorrisos afetados ou perguntas levianas sobre o próprio futuro. — Elas vêm quando querem.
— Um grande inconveniente.Sasha deixou escapar uma risada e disse:
— Sim, um grande inconveniente. Os outros virão. Sei disso agora. Ou talvez já estejam aqui. Eles nos encontrarão, ou nós os encontraremos. Quando isso acontecer, não sei se haverá volta.P. 31
Seguindo o conhecimento de Bran e Riley sobre a busca pelas estrelas e as visões de Sasha, os outros três integrantes da equipe logo surgem em seu caminho: Sawyer King, Annika Waters e Doyle McCleary. Com os seis juntos, eles precisarão aprender a trabalhar juntos, algo muito difícil para todos, que sempre trabalharam sozinhos nessa busca.

Enquanto seguem com a busca pelas estrelas, fica claro que todos têm segredos e enquanto eles existirem não serão uma unidade e, consequentemente não acharão as estrelas. Mas confiar segredos não é fácil, principalmente os segredos desse grupo, que não são nem um pouco comuns. Estrelas da Sorte sendo indicativo, é fato que Nora irá abusar da mitologia nessa trilogia.

Quando a Nora escreve esses livros o foco é mesmo na história como um todo, mas ela aproveita também cada livro para um casal e aqui ela mostrará o romance que surgirá entre Sasha e Bran. Eu gostei bastante dos dois juntos, porque Sasha vive sozinha em sua casa nas montanhas da Carolina do Norte simplesmente para não ter que interagir com pessoas, que ela consegue sentir os sentimentos, e não ter que explicar as visões que tem. Até o contato com a mãe é restrito a alguns telefonemas e e-mails e quando ela encontra os outros cinco membros dessa equipe, ela sente finalmente o que é fazer parte de uma família e Bran é fundamental nisso, em mostrar para ela que não é fraca, que não é estranha e que ela pode sim ser feliz.
Havia inúmeros motivos para resistir, mantê-la apenas como amiga. E apenas um motivo para ignorar tudo isso.
Aquele simples toque de lábios na noite anterior acendera algo em Bran, e ele agora queria saber o quanto poderia queimar.
E Sasha o atraía, com seu coração ferido e corajoso. Certamente havia um objetivo ali.
Mas, além do objetivo, além da razão, o fogo queimava.
P. 89
Certamente mais um livro incrível da Nora e já me deixou com vontade de ler o próximo da série e saber como seguiremos nessa busca e qual será o próximo casal a se formar.

Amazon | Submarino | Americanas
Comentários
7
Compartilhe

7 comentários:

  1. Eu ainda não consegui ler nenhum livro da Nora, simplesmente porque todos me parecem iguais - não no necessariamente iguais tipo iguais, só comum. Romance, mistérios, esse tipo de coisa. Tudo muito comum. A resenha foi boa, soube explicar bem o livro e expressar os sentimentos que teve ao ler, mas não senti a mínima vontade de ler. Só mais uma personagem solitária que não quer ter que explicar seus poderes e um homem que a entende e nasce um romance. A coisa com as estrelas da sorte parecem, sim interessante. Vou ver resenhas sobre os outros livros dela que você mencionou pra ver se me interessa :)

    ResponderExcluir
  2. Olá, Layane
    Não tive oportunidade de ler livros de Nora Roberts, mas esse livro tem uma estória diferente dos outros que já li resenhas.
    A sinopse desse livro me chamou muito atenção misturando fantasia com romance, quero ter a chance de ler e saber o que acontece com a busca pelas Estrelas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu curto demais quando mistura fantasia com romance, ainda não nenhum livro da Nora, mas sabendo que ela faz isso já fico com mais vontade de conhecer o trabalho da autora. Esse parece ser uma leitura bem gostosa, e por ser trilogia é melhor ainda, adoro.
    Primeira resenha que leio aqui no blog e amei isso de colocar uns trechos do livro no meio.

    ResponderExcluir
  4. Eu amo a escrita da Nora, mas nunca consigo acompanhar o tanto de livro que ela lança haha
    Gosto quando tem fantasia e um pouco de romance, já estou super curiosa para ler!

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  5. Lay!
    Que delícia ver que nessa série a Nora mistura um componente de fantasia e cria o romance que por sinal, parece genial, como todos que ela escreve.
    Sou fã de carteirinha, não nego e que poder ler.
    “Palavras gentis não custam muito, e ainda assim conquistam muito. (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu já vi vários livros de Nora e li resenhas. Esse vi o lançamento e me deixou bastante curiosa sobre ele. A trama é bem envolvente com mistério envolto dos personagens e ainda mais sobre uma mistura de mitologia que traz no livro. Me encantou bastante!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  7. O trabalho de Nora é sempre tão bem elogiado. Infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler nenhuma de suas obras. Não sou fã de mitologia, mas amo fantasia entrelaçada á uma boa dose de romance.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações