28 de set de 2018


[Resenha] Bem-Vindo à Casa dos Espíritos - Christopher Buehlman

Ficha Técnica 

Título: Bem-Vindo à Casa dos Espíritos
Título Original: The Necromancer’s House
Autor: Christopher Buehlman
ISBN: 978-85-9454-008-9
Páginas: 384
Ano: 2018
Tradutor: Carolina Caires Coelho
Editora: Darkside Books
Você é o nosso convidado de honra para ler o que poucos conseguem ver. Uma casa perdida no meio do nada parece ser um bom lugar para esconder os mais sombrios segredos. Principalmente quando se trata de uma casa invisível a olhos não autorizados por seu dono, o enigmático Andrew Ranulf. Há muitas coisas que você deveria saber sobre Andrew. A mais importante de todas seria manter distância dele. Mas talvez você não consiga resistir à tentação de descobrir o que esse cara está evocando. Ele é um fenômeno que surge em todos os lugares onde Bem-vindo à Casa dos Espíritos é lançado. Não diga que não foi avisado. Protagonista do livro de Christopher Buehlman, Andrew é um imigrante russo que guarda em casa uma perigosa relíquia da antiga União Soviética. Membro dos Alcoólicos Anônimos, há dez anos longe das garrafas, ele também é um bruxo famoso. Sua técnica de conversar com os mortos através de vídeos atrai muitos clientes. Por mais estranho que pareça, Andrew também tem sentimentos e possui uma dona para o seu gélido coração: uma sereia de carne, osso e escamas. Todo cuidado é pouco para não seguirmos seu canto até o fundo do lago. Misturando antigas fábulas com uma narrativa moderna que encanta leitores em todo o mundo, Bem-vindo à Casa dos Espíritos é mais um lançamento para os destemidos leitores da DarkSide® Books em 2018. Andrew Pyper – autor de O Demonologista, outro best-seller da editora que surpreendeu o mercado brasileiro – é o primeiro a afirmar: “Bem-vindo à Casa dos Espíritos é ao mesmo tempo belo e aterrorizante, mágico e realista, literalmente maravilhoso".

Resenha

Andrew Ranulf é um renomado mago que possui uma casa para lá de peculiar. Com tons obscuros e criaturas fantásticas, a residência de Ranulf é principalmente conhecida por conseguir contactar os mortos através de fitas de VHS.

Enquanto precisa equilibrar o seu sucesso com sua vida pessoal, Andrew que é membro dos Alcoólicos Anônimos, percebe que muitos dos seus problemas e complicações podem ser resquícios de um certo acontecimento do seu passado. Assim, o mago dedica seus poderes e energia para se vingar de uma criatura que lhe raptou certa vez, e que chegou a hora de pagar o preço de tal ato. 
Andrew sente um arrepio na espinha e se afasta do computador, como quem se afasta das lembranças que a palavra Volga causam nele.

Fu, fu, fu, sinto cheiro de ossos russos.

Ele percebe que suas palmas das mãos estão suando e as seca na calça.
P. 64
“Bem-Vindo à Casa dos Espíritos” é uma obra extremamente folclórica, escrita pelo premiado autor norte-americano Christopher Buehlman. Com influências da mitologia russa, o autor consegue criar um universo mágico diferente, com ricas vertentes e inúmeras possibilidades, onde as diversas personagem conseguem se relacionar, apesar de fazerem parte de distintos nichos.

Possuindo uma construção caótica, “Bem-Vindo à Casa dos Espíritos” definitivamente não é uma leitura que agradará à todos. Seus capítulo são curtinhos, o que faz com que o leitor consiga ler muito sem se cansar, porém, em contrapartida, os capítulos parecem soltos, confusos e muitas vezes sem relação com o conteúdo prévio ou com o seguinte. Demora um pouco até a narrativa se afunilar e começar a fazer sentido, sem deixar o leitor com a sensação de estar perdido.

Acredito que tal aspecto da narrativa, que não é muito descritiva nem interligada, é devido a literatura de Buehlman ser bastante voltada à poemas e peças teatrais. Logo, seu romance, propositalmente ou não, acaba carregando traços mais de versos, ao invés de uma escrita mais dissertativa.
Os três olham para Andrew estreitando os olhos, com suspeita. Na verdade, eles têm um olhar tão malvado que Andrew para de andar na direção do trio. Não tem certeza de que aquilo é o que parece ser.
E, então, percebe.
Magia.
P. 193
O ponto alto da obra, ao meu ver, é a possibilidade de imersão à uma nova cultura, no caso a russa. O autor traz personagens conhecidos do folclore russo para enriquecer seu universo, porém, infelizmente, tal artifício é utilizado de uma maneira muito rasa e sem complexidade. Os nomes estão ali, as personagens estão ali, mas as informações necessárias para o entendimento delas, não.

“Bem-Vindo à Casa dos Espíritos” é uma obra que parece ser algo que não é, o que não a torna ruim de forma alguma, porém pode frustrar o leitor mais conservador. Definitivamente, este é um livro desafiador, seja por sua escrita que foge do lugar comum ou seja pela complexidade de sua ambientação. Provavelmente, o que mais agrada aqui são as riquezas das diversas personagens e suas nuances, que apesar de serem fictícias, beiram a exatidão.
Ele está imundo, os cabelos cheios de pedaços de batata, a pele com sangue. Sem falar dos olhos. A veia em sua esclera apareceu de novo.
Dói.
P. 229
Comentários
4
Compartilhe

4 comentários:

  1. Já tinha lido o nome do autor, mas não sabia da existência desta obra e a capa é maravilhosa!
    Adoro esse ar meio nostálgico que a obra remete. E pelo título, achei que teria uma pitadinha a mais de terror.rs mas pelo que li acima, é bem fraquinho nesta parte.
    Mas gostei muito de saber sobre os personagens e seus vários "lados".
    Se tiver oportunidade, quero sim, poder conferir!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Tácio!
    Bom sempre poder conhecer mais sobre uma outra cultural, ainda mais como a Rússia.
    Gosto dos capítulos curtos e acredito que dê para pegar a dinâmica da escrita e acompanhar bem o livro.
    Bom final de semana.
    “Sede felizes; os amigos desaparecem quando somos infelizes.” (Eurípedes)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Oi Tácio

    n é meu tipo de leitura, nem me arrisco!

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Tácio!
    Segunda resenha que leio desse livro e que me deixa ainda mais com vontade de ler e conhecer a história, parece ter um bom enredo, espero ler em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações