25 de set de 2018


[Resenha] Canta Comigo - Kristen Proby

Ficha Técnica 

Título: Canta Comigo
Título Original: Rock With Me
Autor: Kristen Proby
ISBN: 978-85-68056-53-0
Páginas: 320
Ano: 2018
Tradutor: Bianca Briones
Editora: Charme
O ​homem do momento, Leo Nash, da mundialmente famosa banda de rock, Nash, é a última pessoa na face da ​T​erra em que Samantha Williams confiaria. Ela já aprendeu, da maneira mais difícil, o que é amar uma celebridade, e não deseja passar por isso novamente. Toda vez que Sam é rude com Leo, ele quer impedi-la de continuar com aquela atitude. O que ele fez com ela, afinal? Leo não está acostumado com as mulheres tratando-o como se fosse venenoso e não permitir​á​ que Sam fuja cada vez que ele chega perto. Leo já teve o suficiente de pessoas correndo dele por uma vida inteira. E quando Sam quer fugir, ele quer persegui-la. Mas será que Sam é tão difícil quanto Leo pensa? A atração sexual entre eles é tão palpável que Sam pode praticamente segurá-la em sua mão, e não há como ela resistir à promessa de prazer que estar com Leo lhe proporcionaria​. O problema é que o prazer sempre vem com a dor e​,​ quando os segredos são revelados e a confiança é desafiada, a pegunta que fica é: quem vai correr e quem vai perseguir?

Resenha


Continuamos com a série With Me In Seattle da Kristen Proby e dessa vez vamos conhecer mais dois personagens que já fomos apresentados: Samantha Williams e Leo Nash. Para quem não lembra, Sam é irmã de Luke e no primeiro livro defendeu o irmão com unhas e dentes com a possibilidade de Nat ser mais uma interesseira. Já Leo foi apresentado no livro anterior, Joga Comigo, quando se apresenta na festa de casamento de Jules e a gente descobre que ele e Megan são melhores amigos, inclusive se consideram irmãos.

Leo é vocalista e cofundador da banda de rock mais famosa dos últimos anos, Nash, e depois de cinco anos ininterruptos de gravações de CDs, apresentações e muitas turnês de divulgação ele está em uma merecida pausa em Seattle, onde poderá reencontrar a irmã e recarregar as energias. Só não estava em seus planos conhecer Sam e ficar atraído por ela.

Sam é editora em uma revista e ama seu trabalho, mas ser irmã de uma celebridade não é uma tarefa nada fácil. Depois de ser usada diversas vezes por ser irmã do galã Luke Williams, seja em sua vida particular ou profissional, ela criou um muro de proteção e não pretende se envolver mais com pessoas famosas e afastou-se de tantas outras.
— Que porra acabou de acontecer? — Seus olhos se estreitam no meu rosto, os polegares dobrados nos bolsos da calça jeans.
— Não sei do que você está falando.
— Sabe, sim. Você estava se soltando, e, em seguida, de repente, voltou a ser a rainha do gelo.
Não sou uma rainha do gelo! Sou a porra de um ser humano, mas nunca vou deixar que vejam como posso ser vulnerável novamente. Nunca mais!
P. 12
Embora sinta-se atraída por Leo, Sam é bastante inflexível quando o assunto é deixar novas pessoas se aproximarem, mesmo que essa pessoa seja Leo, que, com sua proximidade de Meg, certamente fará parte do círculo de convivência dela. Mas Leo é persistente e, mesmo não querendo envolver-se em um relacionamento, não quer deixar de aproveitar o que está sentindo por Sam.
— Meu trabalho é muito duro para manter relacionamentos, Sam. A confiança é difícil de manter, em ambos os lados. Estou sempre viajando. —  Ele encolhe os ombros e parece triste por um segundo, mas encobre com um sorriso.
P. 52
Como os dois tem questões em manter relacionamentos, a curiosidade é de saber até onde eles irão e, quanto mais a gente conhece os personagens, com a narrativa alternada entre Leo e Sam, mais ficamos curiosos sobre o passado deles que os levaram a manter esse distanciamento de relacionamentos amorosos.
— Eu estava em um relacionamento, que terminou muito mal — sussurro. — Não confio nas pessoas com facilidade, e não me vejo jamais cofiando em alguém o suficiente para me comprometer dessa maneira.
P. 53
Gostei bastante dos personagens, mas confesso que embora tenha entendido a aversão de Sam com relação as celebridades, achei suas atitudes exageradas em muitas situações. No mais, a história foi bem construída. Embora o início seja por conta de uma atração física, o casal tem sintonia em várias situações, gostam de correr, tem afinidade musical e o principal, conversam abertamente sobre muitos assuntos, que não sentem-se a vontade para falar nem mesmo com seus familiares.
— Ah, Raio de Sol — sussurro, e sorrio suavemente. — Não descobriu ainda que estou completamente apaixonado por você?
P. 216
Outra coisa que adoro, e quem já me conhece sabe disso, é quando os personagens dos outros livros interagem no atual da série e nesse não apenas aparecem, há evolução nas histórias dos casais dos livros Fica Comigo, Luta Comigo e Joga Comigo e também já tem apresentação do que será o próximo livro (que já havia começado em Joga Comigo), adoro essa sequência de acontecimentos e já estou ansiosa pelo livro do Caleb Montgomery, Salva Comigo.
— O que há de errado?
Ele balança a cabeça, como se estivesse sendo arrancado de um sonho, e vira a mão para entrelaçar seus dedos nos meus.
— Percorremos um longo caminho desde a primeira vez que nos sentamos neste café.
— Sim, definitivamente. —  Concordo com a cabeça e a inclino para ele. — Você está feliz?
— Ah, Raio de Sol. — Ele suspira e puxa minha mão até seus lábios, passando sobre meus dedos, e sorri largamente para mim. — Feliz nem começa a definir como me sinto.
P. 315
Amazon
Comentários
5
Compartilhe

5 comentários:

  1. E lá vem um dos meus gêneros favoritos!
    Ainda mais quando o romance vem acompanhado de música.
    Mesmo sem ter lido nada anteriormente, pelo que entendi, dá sim, para ler os livros mesmo sem ser na ordem, pois a cada nova história, personagens diferentes vão sendo retratados.
    Tá, tem o lance das referências do passado..é, talvez não seja tão bom ler fora de ordem!rs
    Mas mesmo assim, adorei saber um pouco mais sobre o casal da vez: Léo e Sam e com certeza, quero saber aonde todo esse não se envolver vai parar!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Lay!
    Bom ver que o que começou com uma atração física, passou para um romance mais concreto.
    Pena ela ter atitudes exageradas.
    Bom ver que tem personagens de outros livros.
    “Sede felizes; os amigos desaparecem quando somos infelizes.” (Eurípedes)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA SETEMBRO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  3. Hey,

    Não conhecia a série, e não lembro se li as resenhas anteriores, mas de qualquer forma infeliz não é do tipo de livro que chama a minha atenção.

    ResponderExcluir
  4. Oi Lay

    esse é o tipo de livro que gosto
    a sinopse me interessou
    qro ler!!!

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Layane!
    Que linda capa...Pela sinopse parece ter um enredo bom.
    Eu ainda não li os livros, mas já vou add nos desejados pois me interessou mto.
    Bjs!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações