28 de out de 2018


[Resenha] A Decodificadora - Emi de Morais

Ficha Técnica 

Título: A Decodificadora
Autor: Emi de Morais
ISBN: 978-85-68056-34-9
Páginas: 280
Ano: 2017
Editora: Charme
Quando desembarcou em Boston para atender a convocação do mais importante comandante da segurança nacional americana, o agente Murilo Marconi só tinha em mente sua ascensão profissional. Entretanto, o que inicialmente parecia ser uma excelente oportunidade de trabalho, acabou se transformando em uma operação perigosamente sensual quando se vê dominado por sentimentos inesperados em relação à decodificadora do cartel: a pequena e deslumbrante Babi Savi, que era a chave do sucesso daquela missão, mas que não se mostrou propensa a colaborar. Atraídos um pelo outro, Marconi e Babi enfrentam a batalha do coração e também a realidade de estarem trabalhando para lados opostos da lei. Paixão, razão e adrenalina fazem de A Decodificadora um romance envolvente e sensual. O primeiro livro de uma série policial que vai te arrebatar da primeira até a última página.

Resenha


Quando vi esse lançamento da Charme, adorei a sinopse, mas inicialmente o livro foi publicado apenas em e-book e, para quem me acompanha aqui, sabe que tenho tentado me adaptar a leitura digital, o que já faço hoje em dia, mas é bem menos do que gostaria. Quando recebi essa cortesia impressa fiquei radiante, pois finalmente leria o livro da Emi (que conheci na Bienal do Rio e é uma fofa 🤗).

Em A Decodificadora, primeiro livro da série Os Agentes da BSS, conheceremos um pouco do que é a BSS, mas o foco aqui é na história da Bárbara Savi e do agente Murilo Marconi.

Babi tem 23 anos e uma vida bastante complicada, mas ao acordar em um local completamente desconhecido, ela sabe que está ainda mais encrencada. Órfã, a família de Babi resume-se a ela e o irmão caçula, Tiago, mas desde que ele foi sequestrado pelo perigoso traficante internacional Julián Martinez ela tem trabalhado para ele como decodificadora para manter seu irmão vivo.

Ao acordar e ser duramente interrogada por desconhecidos que podem ser de um cartel rival ou policiais, Babi descobre que está nos Estados Unidos e o pânico de não estar acessível quando a mensagem precisar ser entregue a deixa apavorada, pois disso depende a vida de Tiago. É nesse ambiente que ela conhecerá Murilo.
— E por que você acha que eu quero me livrar dele? E se eu for uma deles?
— Por que uma garota linda e cheia de vida, com uma inteligência incomum, que poderia ser usada em seu próprio benefício, se aliaria ao dono de um cartel de drogas e trabalharia para ele sem ganhar sequer um centavo? Você não é estúpida, tampouco uma alienada. Então, não, você não é uma deles.
P. 22
Murilo tem 31 anos e vem progredindo rapidamente na carreira. Após seis meses de vigilância árdua sob Babi para descobrir os detalhes da rede do traficante, Murilo não imaginava que o caso já estava nas mãos do mais importante comandante da segurança nacional dos Estados Unidos, Dylan Meyer. Assim, convocado para ir rapidamente à Boston com o objetivo de interrogar uma suspeita, ele não imaginava encontrar Babi, muito menos no estado em que estava após horas de interrogatório infrutífero.

Murilo é quem mais avança na obtenção de informações com Babi e assim eles voltam ao Brasil com a equipe de elite formada por Samuel, Fritz, Ramon, Jason, mas é claro que todos foram apresentados à ela com outros nomes e como integrantes de um cartel rival (embora ela não tenha se convencido dessa parte).
O agente ficou olhando Babi se afastar nos braços do amigo. Ela estava abalada. Qualquer um estaria, afinal, não precisava ser especialista para detectar o sofrimento na voz do menino que falou ao telefone.
Ele tinha visto a dor e o desespero nos olhos de Babi, e tudo que ele estranhamente quis foi confortá-la e dizer que eles iriam trazer seu irmão de volta.
P. 79
Enquanto Murilo e os outros agentes tentam conquistar a confiança de Babi para que ela colabore com eles, ela precisa retomar sua vida ao mais natural possível para que possa receber a próxima mensagem e garantir a segurança de Tiago. Isso envolve voltar a trabalhar, encontrar seu melhor amigo, Will, e rever a namorada, Laura.

Próximo de Babi, Murilo não consegue esconder que o desejo que desenvolveu por ela ao longo dos meses em que a vigiou só aumentou e, o fato de conhecê-la cada dia mais, sua força de vontade em manter o irmão vivo, envolvendo-se com algo do qual não tem ideia da proporção das consequências, aceitando que estranhos entrem em sua vida sem nem saber se sairá viva depois de toda essa confusão, só o faz encantar-se ainda mais.
Murilo estava se controlando para não tirar Laura de perto de Babi. Ele ficava repetindo para si mesmo que não tinha direitos sobre ela. Nenhum. que merda. Não podia acreditar que estava assim por causa de uma mulher. Nunca tinha se sentido assim por ninguém, e aconteceu justo por uma garota teimosa que colocou na sua cabeça dura que ser gay era sua melhor opção. Maldição.
P. 113 
Bárbara é forte, outras em seu lugar certamente já teriam desmoronado. Murilo é determinado e sedutor e quer que ela entenda que pode confiar nele, apesar de seu passado com os homens que ele não sabe o que é, mas tem certeza que é o que a levou a tentar ser lésbica (não convence nem ela mesma, basta ver a reação do seu corpo com a proximidade de Murilo). E assim, a determinação dele falará mais alto e os dois se envolverão emocionalmente em meio a operação arriscada em que estão envolvidos.

Romance, operações de reconhecimento, tiros, sequestros, pessoas do passado que ressurgem como fantasmas, pessoas do presente que se revelarão muito diferentes do que imaginamos, esses são ingredientes desse romance emocionante da Emi, tanto que já quero saber quando os próximos livros virão, afinal, fiquei extremamente curiosa para saber como os outros agentes chegaram na BSS.
Ela era a mulher de seus sonhos e quisera Deus que ele fosse o homem por quem ela tinha ansiado, porque não havia uma chance de ele deixá-la ir quando essa merda de operação estivesse terminada. O que estava sentindo era inédito e queria viver cada maldito segundo de sua vida com esse sentimento.
P. 192
Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob 😉
Comentários
6
Compartilhe

6 comentários:

  1. Imagine você policial se apaixonar pelo outro lado da força hahaha, eu imagino já as cenas dele lutando pelos sentimentos em relação a ela, e ela tmb em relação a ele, o coração divido de ambos os lados... Será que eles vão conseguir deixar a "missão" de lado e se entregar ao amor? Bem interesse, gostei do enredo, com certeza vou ler um dia.

    ResponderExcluir
  2. Realmente a capa deste livro é um OH!rs Lindíssima!
    Como não conhecia o livro, adorei a sinopse e a resenha acima.
    Gosto muito deste conhecer aos pouquinhos, deste se envolver, mesmo que os sentimentos sejam negados,ainda mais neste clima totalmente novo de operações de risco e descobertas.
    Como fã de um bom romance, o livro já vai para a lista de desejados!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante o enredo desse livro. Não tinha ouvido falar dele nem da autora.
    Acho que deve ser bem emocionante essa parte da Babi estar no meio do cartel e a polícia fingir que é um cartel rival.

    ResponderExcluir
  4. Oi Layane!
    Tenho mta curiosidade em ler livros da autora, conheço apenas através de resenhas, parece ter um enredo mto bom.
    Como gosto do gênero, espero ter oportunidade de ler em breve.
    Capa linda!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oi Layane.
    A premissa do livro não me cativou. Não sou muito fã de histórias de espionagem, então esse livro não é para mim.
    A ponto positivo é que parece ter uma boa história de fundo, além do romance.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Lay!
    Termino de ler sua resenha e confesso que fiquei dando uma de Felinni aqui e já querendo um filme baseado no livro, porque afinal, toda a trama deve dar uma boa película cinematográfica, já que tem “romance, ação, suspense, e até uma boa dose de LGBT”.
    Deve ser um daqueles livros que nos prende do início ao final.
    Ansiosa em poder ler.
    Uma boa semaninha!
    “O passado é uma cortina de vidro. Felizes os que observam o passado para poder caminhar no futuro.”(Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações