13 de nov de 2018


[Resenha] Chronos: Limites do Tempo - Rysa Walker

Ficha Técnica 

Título: Chronos: Limites do Tempo
Título Original: Time’s Edge
Autor: Rysa Walker
ISBN: 978-85-9454-125-3
Páginas: 384
Ano: 2018
Tradutor: Fernanda Lizardo
Editora: Darkside Books
Os leitores brasileiros embarcaram em um salto temporal com a DarkSide® Books e voltaram para casa com lembranças que vão durar para sempre. Em Chronos: Viajantes do Tempo, primeiro livro da premiada trilogia de Rysa Walker, acompanhamos a história de Kate Pierce-Keller, que não só descobriu que possui um gene que a permite viajar no tempo, como também saltou para o século xix para impedir um homicídio e ajustar a linha temporal que desmanchou sua família. Agora, em Chronos: Limites do Tempo, Kate está frente a frente com uma conspiração envolvendo os ciristas, um culto religioso que ameaça afetar o universo como o conhecemos ao fazer mudanças nas linhas temporais para aumentar sua rede de poder. Para impedi-los de alterar a realidade de maneira irreversível, ela foi incumbida de coletar todas as chaves chronos através do tempo antes que elas parem nas mãos erradas. Tudo precisa ser detalhadamente planejado e nada pode dar errado: um movimento em falso e os ciristas descobrem seu plano, comprometendo o futuro de milhões de inocentes. Conforme Kate revela as camadas da mente doentia de seu avô, uma das principais figuras envolvidas na ascensão do culto, e as memórias aterrorizantes de quando foi perseguida pelo serial killer H.H. Holmes a atormentam, sua missão fica cada vez mais complexa. Os aliados são poucos, e qualquer um pode ser um espião. Em Chronos: Limites do Tempo, Rysa Walker faz o leitor presenciar momentos críticos e marcantes da história norte-americana: o assassinato do presidente John F. Kennedy, em 1963; a Boston de 1905, onde o escapista Harry Houdini apresentava seus truques; e o interior do estado da Georgia, em 1938, onde as leis de segregação racial ainda eram uma triste realidade. Nesta sequência de tirar o fôlego, Rysa Walker apresenta um jogo de ações e consequências em que limites são testados literalmente o tempo todo — como toda boa história envolvendo viagens no tempo deve ser, afinal, cada caminho traçado pode ter implicações perigosíssimas. E o finalzinho deste segundo volume vai deixar qualquer um com vontade de saltar no tempo para saber como tudo termina. Chronos: Limites do Tempo chega para arrebatar os leitores de todas as épocas e lugares em mais uma publicação da linha DarkLove — dedicada a revelar novas vozes femininas na literatura. Preparados para uma nova jornada?

Resenha

Após descobrir todo um universo antes desconhecido, Kate tem que continuar ajudando sua avó a impedir que Saul, seu avô, cometa uma destruição em massa, através do uso das chaves CHRONOS. O plano de Saul é criar um grupo religioso, onde seus integrantes sejam selecionados a dedo, enquanto para o restante da sociedade; nada além da morte.

Neste segundo volume da Trilogia Chronos, Kate precisa continuar viajando para o passado, na tentativa de descobrir como seu avô pretende dizimar parte dos habitantes do planeta. É imprescindível que o cuidado seja redobrado, já que o inimigo também pode viajar no tempo. Isso faz com que Kate una suas forças à Kiernan, sem ter a certeza que pode confiar 100% nele. Balanceando sua vida entre passado e presente, Kate deve correr, antes que seja tarde demais para que qualquer viagem no tempo, possa solucionar seus problemas.

Mas fico em silêncio quando os braços de Kiernan me envolvem, e seus dedos voam sobre a interface da minha chave CHRONOS a fim de registrar o ponto estável em seu quarto. “Kate, temos que ir. Não há nada que possamos fazer aqui.
P. 94

Como disse anteriormente, “Limites do Tempo” é o segundo volume da trilogia escrita por Rysa Walker, sequência de “Chronos: Viajantes do Tempo”. Aqui, a autora mantém sua mesma fórmula narrativa, sendo Kate a narradora de sua própria história. Senti que os capítulos ficaram um pouco mais extensos do que os do volume anterior, fazendo com que as vezes a leitura ficasse sobrecarregada. Não houve muitas adições de personagens, e os eventos continuam basicamente em torno de Kate e seus aliados.

Agora que Kate domina melhor a chave CHRONOS, as viagens no tempo são mais constantes, acontecendo em várias linhas temporais, em anos diferentes e sem necessariamente serem longas como a viagem à Exposição Universal do primeiro volume.

Ao mesmo tempo que tais viagens são mais frequentes, senti que tal artifício tornou as personagens incapazes de viajar no tempo como Kate, em meras coadjuvantes. Mais uma vez, a autora deu um jeito de sumir com os pais de Kate, e além disso, limitou muito a interação de Kate com sua avó Katherine, Connor e até mesmo Trey.

Não é de se admirar que sra. Meyer tenha me achado familiar. Se você ignorar a barriga distendida – algo que estou tendo muita dificuldade para fazer –, a deusa da fertilidade em sua sala de estar se parece exatamente comigo.
P. 156

Até então, a trilogia Chronos não fez meus olhos brilharem. A leitura não é ruim, e a prova disso é que li cada exemplar bem rápido. Mas, acho às vezes a história confusa demais, sem contar que não tenho afeição alguma por Kate. Senti também, principalmente neste segundo volume, que muitas passagens ficaram arrastadas e desnecessárias, enchendo o livro de coisas que não acrescentam em nada ao plot principal.

De qualquer forma, a edição do livro continua impecável e com uma excelente diagramação. Para o terceiro e último volume da saga, eu espero que a Rysa Walker consiga acelerar as coisas, dar mais fôlego às personagens e lapidar seu trabalho para não pecar nos excessos. Eu vejo um bom potencial em “Chronos” e estou na torcida para a série ter um desfecho de respeito.

Alguns segundos depois, a porta do lado direito da capela é aberta e a luz do sol se infiltra, enquadrando a silhueta de um homem parado à entrada. À medida que o homem avança alguns passos, a porta vai se fechando lentamente atrás dele.
P. 261

Compre na Amazon
Comentários
5
Compartilhe

5 comentários:

  1. Antes de tudo é preciso mais uma vez, elogiar o trabalho impecável da DarkSide!Ow danada de Editora que tem um carinho especial com suas capas. Sou apaixonada!
    Ainda não pude começar esta trilogia,mas não é só contigo que os olhos não brilharam. Tenho lido muita coisas nos últimos tempos e esta falta de inovação no roteiro, tem dado uma desanimada nos fãs.
    Eu sou meio complicada com viagens no tempo e afins, me confundo muito. Troco tudo :/ mas mesmo assim, quero sim, poder começar a série em breve e ver se comigo funcionará!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Tácio!
    Tenho o primeiro livro da série aqui para leitura, porém ainda não consegui fazê-la.
    O assunto me interessa muito, mas fiquei um tanto preocupada com seu comentário sobre ser confuso e não tão fácil de entender, poré, ainda assim, quero arriscar a leitura.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Olá Tácio,
    Bem, como disse anteriormente, eu nunca li nada com essa temática, e sendo sincera, até então a trilogia não me encanta tanto.
    Confesso que esperava um pouco mais da relação da Kate com sua avó, já que essa é peça importante da história, mas percebo que a autora quer ganhar o leitor somente pelas viagens, o que claro, é um bom artifício, mas não curti esse formato!
    Com um enredo tão original, é uma pena que tenha ficado cansativo...
    Ah, não tenho dúvidas de que a edição é maravilhosa!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Amo a capa desta série, é uma das mais lindas que já vi, dá vontade de ler na hora, pena que não é tão bom assim.
    Eu não li essa série de livros, nem nada da autora, mas pretendo ler.

    Beijos, Jady
    garotaeraumavez.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Já tinha ouvido falar do primeiro livro, mas não tinha muito vontade de ler sobre ele mas vejo que há uma historia interessante. O segundo livro me deixou bastante curiosa por ele, tem aquele elemento que eu gosto muito que é viajem no tempo..

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações