2 de nov de 2018


[Resenha] Como se Livrar de um Escândalo - Tessa Dare

Ficha Técnica 

Título: Como se Livrar de um Escândalo
Título Original: Do You Want to Start a Scandal
Autor: Tessa Dare
ISBN: 978-85-8235-527-5
Páginas: 224
Ano: 2018
Tradutor: A C Reis
Editora: Gutenberg
Na noite do baile na Mansão Parkhurst, houve um encontro escandaloso na biblioteca. Foi Lady Canby, com o empregado, no divã? Ou a senhorita Fairchild, com um amante, contra a parede? Talvez um criado tenha feito isso… Tudo o que Charlotte Highwood sabe é que não foi ela. Mas os rumores apontam o contrário. A menos que descubra a verdadeira identidade dos amantes, a jovem será forçada a se casar com o marquês Piers Brandon, Lorde Granville – o cavalheiro mais frio, arrogante e lindo que ela já teve a infelicidade de conhecer. Quando começam a investigação dos verdadeiros amantes envolvidos no escândalo, Piers revela esconder muitos segredos. Mas ainda assim ele guarda ferozmente a verdade sobre seu passado sombrio. Parecia ser um mistério simples de resolver, mas logo perigos perturbadores surgem na vida de Piers e Charlotte. A paixão é intensa. O perigo é real. Charlotte arriscará tudo para provar sua inocência nesse caso escandaloso ou irá se entregar a um homem que jurou nunca amar?

Resenha


Quem me acompanha sabe que adoro um bom romance e, desde que conheci a escrita da Tessa Dare eu simplesmente adorei, ela é divertida em seus diálogos e sempre traz personagens marcantes e um pouco fora do padrão para a Sociedade inglesa do século XIX.

Como se Livrar de um Escândalo é um crossover das séries Spindle Cove e Castles Ever After, já lançadas aqui também pela Gutenberg. Nessa história reencontraremos Charlotte Highwood e Piers Brandon, o marquês de Granville. Lembraram? Charlotte foi com a mãe e as irmãs para Spindle Cove, conhecida como a Enseada das Solteironas, por conta da saúde frágil de Diana (foi assim que começou o primeiro livro da série) e, depois que Minerva e Diana se casaram, finalmente Charlotte terá sua temporada em Londres. Entretanto, os planos da Sra. Highwood não deram muito certo, pois, suas atitudes intempestivas de fazer com que Charlotte conseguisse um bom pretendente deixaram a garota com a fama de debutante desesperada.

Desde que Charlotte apareceu no primeiro livro da série mostrou que era uma jovem curiosa, movida por desvendar mistérios e uma sede de assumir as rédeas da própria vida. Assim, ela está em Nottinghamshire para passar duas semanas na Mansão Parkhurst, onde pretende convencer Sir Vernon e sua esposa de que é uma jovem comportada e que ela e sua melhor amiga, Delia Parkhurst, podem fazer o Grand Tour sem os pais, tendo apenas uma acompanhante.

No entanto, os planos de Charlotte podem ser comprometidos quando descobre que o marquês de Granville também passará as duas próximas semanas na Mansão Parkhurst, afinal, conhecendo a mãe que tem, sabe que é certo que ela fará de tudo para colocá-los no caminho um do outro para que se comprometam. Decidida a esclarecer que fisgá-lo não é seu objetivo, Charlotte aproveitará a primeira oportunidade para alertá-lo das possíveis situações que a mãe pode causar.
— Não se alarme! — Charlotte disse, fechando a porta atrás de si. — Eu vim para salvá-lo.
— Me salvar. —  A voz grave e profunda deslizou por ela como veludo. — De...?
— Oh, de todo tipo de coisa. Inconveniência e humilhação, principalmente. Mas a possibilidade de ossos quebrados não está descartada.
P. 08
Uma pena que a nobre atitude tenha dado errado e, com uma situação inusitada, ela acabou comprometida perante os anfitriões, sorte que Piers, mesmo tendo sido alertado e sabendo que ela desejava se casar por amor, assumiu que se casaria com ela.

Quando o nome de Piers apareceu em Diga Sim ao Marquês o personagem foi uma incógnita e quando o próprio enfim apareceu, a curiosidade foi aguçada. Um promissor diplomata, sempre viajando a serviço da Coroa Britânica, que, mesmo sabendo que sua noiva o espera e depois a morte do pai e nem assim ele volta, é, no mínimo, muito estranho. A resposta vem agora.
Mas seduzi-la não era o que ele mais queria neste momento. Ele queria deitar a cabeça no colo dela e deixar que Charlotte acariciasse seu cabelo a noite toda.
P. 65
Por conta do trabalho, Piers sempre se mostra frio, calculista, atento aos detalhes a sua volta. Mas ao conhecê-lo, vamos descobrir que há muito mais. Charlotte desperta sua atenção, pela sua vivacidade e determinação em livrá-los do escândalo e, enquanto ela tenta desvendar o mistério, também descobre fatos sobre Piers que nenhuma pessoa sequer já percebeu.

O mais incrível é que Piers, embora não acredite que poderá ser feliz ou que terá amor em sua vida, percebe que Charlotte foi mudando sua perspectiva de futuro e logo ele se viu ansiando por uma vida com ela.
Ela ainda não o tinha decifrado por completo, mas tinha reunido peças suficientes para entender o seguinte: a verdade a respeito de Piers Brandon era mais ampla e complexa do que jamais havia imaginado. Ele não era desesperadoramente perfeito. Ele era perfeitamente arrebatador.
P. 92
Piers e Charlotte tem uma sintonia única. Eles são fortes, carismáticos, inteligentes e se completam em muitos outros aspectos. Charlotte traz leveza para a vida de Piers e ele o porto seguro que ela espera de um homem.

Além dos maravilhosos protagonistas, não posso deixar de falar de outros personagens que adorei nessa história. Conhecer mais sobre o passado da Sra. Highwood faz com que a gente entenda e aceite suas atitudes casamenteiras. Rever Colin, Minerva, Diana e Aaron, ainda que rapidamente, foi ótimo, afinal eles são uma família com casamentos baseados no amor. Ah, e a breve cena de Rafe também não pode passar sem registro, até porque, faz com que Charlotte perceba mais detalhes sobre Piers. Ainda sobre a Sra. Highwood, não posso deixar de lembrar a cena hilária que ela protagoniza com um pêssego e uma berinjela, ri até não me aguentar 😂😂😂.
— Não sou um garoto, Charlotte, mas um homem. Um homem a quem foram confiados segredos da Coroa, planos de batalha e tratados internacionais. E agora... fui tomado pela noção de que você é coisa mais preciosa que já me foi confiada. — Os olhos dele queimaram ao encarar os dela. — Você é minha, agora.
P. 136
Esse livro foi incrível. Amei cada página, cada diálogo, cada cena. Tessa consegue nos envolver de uma maneira que quando a gente percebe já é de madrugada e continua lendo. Não tem como não gostar, gente. Ainda bem que a Gutenberg acabou de lançar mais dois livros dela, que eu já quero, é claro!
Havia amor em algum lugar dele, bem engarrafado, apenas esperando ser servido, como um vinho raro. Podia demorar meses ou mesmo anos, mas Charlotte estava decidida a vasculhar até os porões mais escuros e profundos da alma daquele homem - e tirar a rolha.
P. 157
Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob 😉
Comentários
7
Compartilhe

7 comentários:

  1. Com esse título já dá pra imaginar que o livro é, no mínimo bem divertido, de fazer rir mesmo. Também gosto demais da escrita da Tessa Dare, os diálogos sempre me surpreendem.

    ResponderExcluir
  2. Apesar de conhecer muito pouco o trabalho de Tessa, sei o quanto a autora é feliz com seus enredos. Este lance de juntar bom humor e romances muito improváveis é fabuloso e ela consegue sempre nos apresentar histórias que se encaixam perfeitamente!
    Adoro o protagonista rude, frio e ? Lindo!rs
    E fiquei tentando responder a mim mesma se iria querer mesmo fugir de tudo isso.rs
    Com certeza, vai para a lista de desejados!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Lay!
    Simplesmente amo a autora, embora ainda não tenha lido esse livro, mas gostei, primeiro por ela trazer uma personagem de outro livro dela, também pelas situações que cria, por ser um livro hilário e pelo romance, claro.
    Desejo um ótimo feriado e final de semana!
    “Para cada minuto que você se aborrece você perde sessenta segundos de felicidade.” (Ralph Waldo Emerson)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA NOVEMBRO - 5 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Já tinha visto esse livro mas nunca procurei em saber a trama, agora lendo me deixou muito curiosa por ele, tem uma premissa muito boa e com certeza romance de época esta sendo minha melhor leitura esse ano.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  5. Sou apaixonada por romances de época mesmo não lendo muito, porem neste ano a maioria dos livros que li foram romances de época.
    Todo mundo vive me indicando algum livro da Tessa, mas ainda não li nenhum. Dizem que ela é muito boa, que livro vc indica para eu começar?
    É bem provável que eu vá amar a autora.

    Garota, era uma vez
    https://garotaeraumavez.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Layane!
    Tbm sou louca pelo gênero e claro, doida pra ler livros da autora, em cada resenha que leio sobre seus livros tenho ctz de que vou adorar conhecer...
    As capas dessa série estão lindas...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi Layane,
    É claro que o enredo conquista, não poderia ser diferente com personagens da autora, e como você, adoro o toque de humor que os romances dela trazem.
    Bem legal ela trazer personagens já conhecidos, sendo sincera não me lembro deles, mas gostei da forma que o relacionamento começou, através de um pequeno escândalo, nada clichê né? Kkkk
    É um dos livros da autora que está na minha lista de desejados.
    Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações