19 de dez. de 2018


[Cinema] As Viúvas


No primeiro episódio de Feud (2017), a atriz Joan Crawford (interpretada pela magnífica Jessica Lange) procura por um novo projeto pra estrelar e produzir e manda sua empregada ir até a biblioteca e procurar “qualquer livro com uma mulher na capa”. O livro em questão era O que terá acontecido a Baby Jane?, cuja adaptação foi responsável pelo renascimento da carreira tanto de Crawford quanto de sua rival Bette Davis. O filme foi um sucesso, recebeu uma indicação ao Oscar e criou um novo subgênero de filmes de terror, conhecido como hagsploitation

Apesar de não precisar salvar a carreira de ninguém, As viúvas entrega de forma eficiente uma história sobre mulheres que precisam se arriscar num mundo dominado por homens para garantir a própria sobrevivência. E, assim como as protagonistas de Baby Jane, elas também são olhadas com pena e desprezo pelos outros. 

Viola Davis, Michelle Rodriguez, Elizabeth Debicki, and Cynthia Erivo in Widows (2018)

Em As viúvas, um grupo de criminosos morre durante a realização de um golpe que roubou dois milhões de dólares de um político, que ameaça Veronica e exige o dinheiro de volta. Ela encontra então um caderno em que o falecido marido anotou os planos para um golpe que vale cinco milhões e resolve se juntar a duas das outras viúvas para completar o plano, pagar a dívida e ficar com o resto do dinheiro. 

Viola Davis tem a ingrata missão de interpretar a esposa do Liam Neeson, uma lenda dos filmes de ação, e ela entrega uma atuação majestosa, cheia de nuances nos momentos de drama e cheia de atitude nas cenas de ação. Quem é Liam Neeson na fila do pão perto dessa mulher? Michelle Rodriguez (que eu não sei por que Hollywood insiste em escalar pra papéis de hétero) é eficiente como uma mãe trabalhadora e esforçada que só tá ali porque precisa e quer o melhor pros filhos. Elizabeth Debicki mostra serviço como uma mulher subestimada que se mostra mais obstinada do que esperavam dela e tem seus momento de brilho nas cenas mais emocionais. Outra pérola do filme é Daniel Kaluuya, que interpreta o braço direito do político roubado e o personagem mais desprezível de toda a sua carreira. 

Michelle Rodriguez and Elizabeth Debicki in Widows (2018)

Dirigido por Steve McQueen (de 12 anos de escravidão) e escrito por ele e Gillian Flynn (autora de Garota Exemplar, Lugares Escuros e Objetos Cortantes), o filme tem um elenco afiado e qualidade técnica muito superior à maioria dos filmes de ação lançados nos últimos cinco anos. A ação não parece inverossímil (cof cof missão impossível cof cof) e até as subtramas são desenvolvidas com cuidado (a que envolve o filho de Veronica e Harry destruiu meu coração). Tomara que As viúvas abra caminho para mais filmes de golpes estrelados por mulheres, com mais alma e manos efeitos visuais.

Numa escala de uma a cinco golpistas de filme que roubaram meu coração, o quanto eu gostei do filme:

Comentários
4
Compartilhe

4 comentários:

  1. Não vejo a hora de poder conferir este filme!!!Ah e ler o livro também! rs
    Amo o trabalho de Viola, e aliás, este longa está recheado de um time de atores de primeira constelação né?
    Adorei a forma como estas mulheres tão diferentes enfrentam o luto e com isso, se tornam tão astutas e oh, mulheres!!!!
    Assistirei com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Tamy!
    A começar pelo elenco que está fenomenal, gostei demais do enredo que apesar de ter drama e uma certa dificuldade para as mulheres, mostra a obstinação e o empoderamento feminino.
    Desejo um ótimo final de semana!
    “Que os sinos do Natal sejam os mensageiros de boas festas e que o ano novo seja repleto de realizações. Feliz Natal e um próspero Ano Novo!”
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DEZEMBRO - 7 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  3. Eu assisti esse filme e achei excelente. Tá certo que o começo é meio chato. Mas a Viola é excepcional. Que frieza a dessa mulher. Gostei de toda a trama, desde os preparativos até o momento que tudo é colocado em ação. Nada foi esquecido, ou quase nada.
    Adorei!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Tamy
    Ainda não vi o filme, mas quero muito tanto pelo elenco, pela trama.
    Amo Viola Davis o mulher que se entrega em cada personagem.
    Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações