8 de dez de 2018


[Próxima Parada] Liverpool, Inglaterra


Olá amores, tudo bem com vocês?

Estamos tendo um déjà vu, não é mesmo?
Como prometido, voltei a Liverpool, para dessa vez explorarmos a cidade juntinhos!

Na primeira Parada em Liverpool, conferimos o Festival Internacional de Música de Liverpool, mas agora vamos explorar a cidade famosa pela vida noturna, cultura e por também ser o lar dos The Beatles!!

Shall we? (Vamos lá?)

Nessa segunda Parada na cidade de Liverpool, teremos o grande prazer de visitar alguns dos principais pontos turísticos e interessantes (e também históricos) dessa cidade super acolhedora. Pode ser um pouco redundante, mas preciso sim dizer e exaltar o quanto o povo de Liverpool é receptivo e amigável, fui mais uma vez super bem recebida pelos cidadãos de lá e todos sempre com um belíssimo sorriso no rosto. Ah, e dessa vez também tive tempo de explorar um pouquinho da culinária local e sem dúvida a cidade está recheada de bons restaurantes e com preços super justos (particularmente achei bem baratos inclusive quando comparado aos custos da cidade que moro, Dublin na Irlanda.)

Sem mais delongas vamos explorar!

Começaremos pelo Albert Dock, que fica na baía de Liverpool, lá podemos visitar diversos museus, super interessantes como o Museu Marítimo, Museu da Escravidão, Tate museu, Museu de Liverpool, fora várias outras atividades nas praças dos arredores, Ah! e lá também fica o museu da História dos Beatles.

Albert Dock area, vista paro o Museu de Liverpool
Dentre todos esses museus ali localizados tive a oportunidade de visitar o Museu Marítimo, que para quem é entusiasta por engenharia naval e construções navais é um prato cheio! Como ele fica no mesmo prédio que o museu da Escravidão, estendi a minha visita e conheci um pouco mais sobre o processo escravocrata além daquele que já conhecemos do Brasil. Nesse aqui é preciso ter um pouco de estômago, mas que também nos serve de aprendizado para que possamos evitar que algo assim seja permitido existir novamente. Como negra e militante essa visita me deu mais força e conhecimento para continuar a minha luta diária de mulher negra que veio das favelas do nordeste brasileiro e hoje desbrava esse mundão rico em cultura e beleza que nós vivemos.

Barco loja em frente ao Museu Marítimo no Albert Dock
Algo muito positivo do Reino Unido é que a grande maioria dos museus possuem visitação gratuita, então também fiz questão de visitar o Tate museu, que funciona mais como uma galeria onde diversos artistas expõem seus trabalhos e que também recebe evento culturais como Bienais do Livro e tantos outros. A estrutura é muito convidativa, afinal estamos falando de construções Vitorianas em ferro fundido, tijolo e pedra, dai você já imagina a riqueza histórica do local.

Tate Museu na area do Albert Dock
O Museu da História dos Beatles, vale muito a pena a visita, principalmente daqueles que são fãs da banda. Esse museu conta com funções tecnológicas que ajudam a experiência ser literalmente sentida. Com vídeos, músicas, projeções de imagens, a tecnologia nos ajuda a viver a história dessa que foi e ainda é uma das maiores bandas de todo o mundo.

Entrada do Museu da História dos Beatles
Andando um pouco mais pela cidade, podemos visitar vários outros locais relacionados aos The Beatles, como o The Cavern, que foi onde a banda começou a tocar e que funciona até hoje como ponto turístico relacionado a história da Banda. Como não sou uma grande fã da banda não fiz todo o roteiro dos Beatles em Liverpool, apenas o The Cavern e o Museu da História deles, mas ainda existe vários outros pontos relacionados a banda, casas onde eles moraram na infância, e até ônibus temático que para aqueles que se interessam mais pela banda, sem dúvidas deve ser absolutamente interessante de explorar.

The Cavern Club, sempre cheio de turistas rss
Outros dois lugares que fiz questão de visitar durante essa nossa Parada cultural em Liverpool, foram as seguintes Igrejas:

- Igreja de São Lucas ( mais conhecida como A Igreja Bombardiada)

A história aqui começa em 1791 quando um Lord doa o terreno à Igreja da Inglaterra para que ali seja construída uma igreja e que nada mais seja construído depois ou debaixo dela. Então desde 1805 a 1811 Ali foi construída a igreja de São Lucas, em estilo gótico. Infelizmente durante a May Blits (durante a Segunda Guerra Mundial), onde a cidade de Liverpool foi atacada por bombas durante 7 dias, a igreja também acabou sendo incendiada por 3 dias. Por um milagre ou acaso do destino, toda estrutura externa da igreja continuou de pé, sendo destruído apenas a parte interna, a torre do sino também continuou intacta. Até hoje a igreja é vista como um simbolo de resistência e sobrevivência, uma heroína de guerra.

Vista Interna da Igreja bombada de São Lucas


Restos de uma bomba encontrada dentro da Igreja de São Lucas, é possível ver a suástica na bomba

Imagens da cidade de Liverpool após os 7 dias de ataque durante a Segunda Guerra Mundial

Vista externa da Igreja de São Lucas
- Catedral de Liverpool , também uma igreja da Inglaterra (anglicana), famosa por ser a igreja mais comprida do mundo, com 189m de comprimento. Sua construção foi iniciada em 1904 e finalizada em 1978, seguindo um estilo Neogótico. Não somente é a mais extensa Igreja do mundo mais também possui a maior torre, com 100,8m de altura, o que permite os visitantes terem uma belíssima vista da cidade de Liverpool.

Vista externa da Catedral de Liverpool

Salão central da Catedral


Vista de uma das capelas dentro da Catedral

Rica em história, arquitetura, parques naturais e pessoas incríveis, Liverpool, se tornou umas das minhas cidades queridas, que sem dúvida ainda visitarei muitas outras vezes. E você? o que achou dessa nossa visita a Liverpool? Acidade ainda tem muito a mostrar além do que conhecemos por aqui, então sem dúvida se você puder, faça uma visita à Liverpool, seja para conhecer a história dos times de futebol, dos Beatles ou para curtir uma apresentação cultura. Não tenho dúvidas que você também vai se apaixonar!

Grande beijo e nos vemos na Próxima Parada!!
Comentários
5
Compartilhe

5 comentários:

  1. Oi, Vitória Régia
    Nossa quantos lugares lindos em a cidade de Liverpool.
    Para visitar tudo gasta uns dias, mas tenho certeza que vale muito o investimento.
    Um dia ainda vou viajar fora do Brasil.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Vitória!
    Que sonho!
    Como boa fã dos Beatles, faria todo roteiro relacionado a eles sem nem pestanejar.
    Gostei de saber que a maioria dos museus são gratuitos, da para conhecer muita coisa sem custo.
    E que Catedral mais linda!
    Agora fiquei aqui sonhando em um dia poder conhecer...Valeu por compartilhar conosoco.
    Uma ótima semana!
    “Bendita seja a data que une a todo mundo numa conspiração de amor.” (Hamilton Wright Mabi)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DEZEMBRO - 7 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  3. Que viagem na história!!!! Fiquei boba com a suástica na bomba encontrada na igreja e daria tudo para ficar olhando e absorvendo tanta história em um lugar assim!
    Algo meio bucólico e com jeitinho de cenário de filme antigo!
    Adoro esta coluna e a possibilidade de sair de casa sem tirar os pés do chão!!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Sempre que vejo falar sobre Liverpool lembro dos Beatles haha
    Acho maravilhosa e morro de vontade de conhece-la, Inglaterra é meu sonho de consumo.
    Chocada com esse resto de bomba e simbolo da suástica !!!
    Adorei as fotos.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  5. Que lindo, amei as fotos.
    Gosto de conhecer lugares e amo museus apesar de nunca ter ido em um, ainda. Sou louca para conhecer lugares antigos, cheio de historias e curiosidades.

    Beijos,
    www.garotaeraumavez.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações