2 de jan de 2019


[Resenha] Egomaníaco - Vi Keeland

Ficha Técnica 

Título: Egomaníaco
Título Original: Egomaniac
Autor: Vi Keeland
ISBN: 978-85-68056-59-2
Páginas: 320
Ano: 2018
Tradutor: Alline Salles
Editora: Charme
Na noite em que conheci Drew Jagger, ele tinha acabado de invadir meu novo escritório na Park Avenue. Liguei para a polícia antes de atacá-lo com minhas novas habilidades de Krav Maga. Ele me conteve com rapidez e depois riu, achando graça da minha tentativa de agressão. Claro que meu invasor tinha que ser arrogante. Mas, no fim, ele não era um invasor. Drew era o proprietário legítimo do meu novo escritório. Ele estava de férias enquanto seu elegante espaço era reformado. E foi assim que um golpista conseguiu me enganar alugando para mim o escritório que não estava realmente disponível para aluguel. Perdi dez mil dólares. No dia seguinte, depois de horas na delegacia, Drew ficou com pena e me fez uma oferta que não pude recusar: em troca de atender seus telefonemas enquanto sua secretária estivesse fora, ele me deixaria ficar até encontrar um lugar novo. Provavelmente, eu deveria ter ficado agradecida e mantido a boca fechada quando ouvia o conselho que ele dava aos seus clientes. Mas não conseguia deixar de expressar minha opinião. Nunca esperei que meu corpo reagisse toda vez que discutíamos. Principalmente quando parecia que era só isso que conseguíamos fazer. Nós dois éramos totalmente diferentes. Drew era amargo, bravo, lindo pra caramba e destruidor de relacionamentos. E meu trabalho era ajudar as pessoas a salvar seus casamentos. A única coisa que tínhamos em comum era o espaço que estávamos compartilhando. E uma atração que estava sendo difícil de negar a cada dia que passava.

Resenha


Egomaníaco é mais um romance maravilhoso da Vi Keeland que li e, assim como os outros, tem muita diversão, drama e romance.

Nessa história conheceremos Drew Jagger, um advogado que, aos 29 anos, já é um sucesso na área do direito de família, especializado em divórcios. Vindo de uma família abastada e com o sucesso de sua carreira, mora e tem um escritório em um prédio na privilegiada Park Avenue, em Nova Iorque.

O início dessa história se dará no momento em que Drew volta de duas semanas de merecidas férias no Havaí e encontra uma "inquilina" em seu escritório.

Emerie Rose é psicóloga especializada em terapia de casais e se mudou a pouco tempo de Oklahoma para Nova Iorque, onde pretendia se estabelecer e montar seu consultório, passando a atender seus pacientes presencialmente e não apenas através da internet. Entretanto, quando Drew entra a noite em seu escritório em reforma ela descobre que caiu em um golpe e perdeu 10 mil dólares.
— Que tipo de psicóloga você é? É especialista?
— Sou. Pensei que tivesse te falado. Faço terapia de casal.
— Terapia de casal?
— Sim, trabalho para salvar casamentos problemáticos.
— Definitivamente não falamos sobre isso. Eu teria me lembrado, considerando que também trabalho com casamentos problemáticos... Para acabar com eles permanentemente.
— Isso é um problema?
Balancei a cabeça.
— Não deveria ser.
Famosas últimas palavras.
P. 60
Mesmo não sendo a especialidade de Drew, ele ajudará Emerie a registrar o boletim de ocorrência, mas a ajuda não irá terminar por aí. Na verdade, com as complicações que acontecerão durante o registro do B.O. eles passarão os próximos dias juntos, afinal ela precisa retirar o que já tinha levado para o escritório, cancelar as entregas que tinha solicitado para serem entregues no escritório e comunicar aos pacientes que seu endereço não seria mais aquele.

Drew, que de bobo não tem nada, percebeu logo a beleza de Emerie e, pensando em ajudá-la e tê-la por perto por mais tempo, sugere que ela seja sublocatária no escritório em troca de ajudá-lo com as atividades administrativas, pois sua secretária está de licença médica.
— Você é tão cheio de si.
— Talvez, mas é a verdade. — Saí de onde estava parado detrás da minha mesa, deixando apenas em torno de cinquenta centímetros entre nós. — Me diga a verdade. Se eu fosse baixo, careca, falido, sem dente e com uma corcunda nas costas, você teria vindo brigar comigo depois de me flagrar olhando para sua bunda?
Ela abriu a boca e ficou adorável tentando pensar em uma resposta, embora sua expressão já tivesse me dito que eu tinha razão.
— Você é um egomaníaco.
— Talvez. Mas um atraente.
P. 48
Emerie e Drew brigam como cão e gato, mas a atração é visível. E enquanto o tempo vai passando e a relação entre eles vai amadurecendo, com a narrativa alternada entre os dois, vamos conhecendo mais sobre eles, vendo que Emerie não é apenas a garota ingênua que veio do interior, é uma mulher forte, corajosa, determinada, de opinião própria e muito otimista.

Na narrativa de Drew, além do presente ainda vamos conhecer seu passado, o que o deixou tão pessimista com relação aos relacionamentos amorosos e é aí que Vi nos mostra como é uma ótima escritora. Ela faz com que a gente se apaixone pelos personagens, sejam eles protagonistas ou não, e sempre vai nos mostrando mais e mais até chegar ao drama, mas sem forçar a barra além da conta e quando estamos nessa fase do drama sempre há uma mensagem para absorvermos. A desse livro foi linda 😍.

Eu amei esse livro, essa história, esses personagens e já quero mais livros da Vi aqui no Brasil!

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob 😉
Comentários
5
Compartilhe

5 comentários:

  1. Oi, Layane
    Ainda não li nada da autora, mas adorei a premissa do livro.
    Quero muito ler para saber em detalhes sobre esse casal, gosto de ler livros com mulheres fortes, decidas e corajosas como Emerie Rose.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As protagonistas dos livros que li da Vi são assim e eu adoro isso <3
      Beijos

      Excluir
  2. Lay!
    Vi Keeland escreve mais uma história fluida, sem fazer dramas desnecessários ou excesso de descrições. Suas cenas eróticas também estão muito bem escritas.
    Além de gostar muito da história que foi exposta na resenha e personagens, gostei também do visual do livro, com cada detalhe da capa.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Adoro o trabalho da autora e por tudo que li acima, mais uma vez, ela arrasou na escolha do enredo!
    Trazer essa pegada de cão e gato em histórias é algo clichê, mas adorável demais.rs
    Ainda mais quando a gente já imagina onde tudo vai acabar!
    Com certeza, vai para a listinha de desejados!!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Ainda não tinha ouvido falar dessa autora. Será que estou meio alienada? Acho que me afastei um pouco desses livros hots. Só pela capa já andei fugindo.
    Mas essa trama me chamou a atenção. Esse vai para os meus desejados já.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações