6 de mar de 2019


[Resenha] Doce Prisão - Jas Silva

Ficha Técnica 

Título: Doce Prisão
Autor: Jas Silva
ISBN: 978-85-8246-581-3
Páginas: 400
Ano: 2017
Editora: Astral Cultural
Após um relacionamento conturbado com Marcos, Rachel finalmente consegue se livrar dele. No entanto, com todo seu poder e orgulho, o patriarca dos Montenegro não vai deixar sua ratinha escapar tão facilmente. Enquanto tentam resolver suas diferenças, Rachel se vê novamente envolvida por ele, e Marcos começa a sentir muito mais do que apenas desejo. Mal sabem os dois que o destino havia guardado algo que mudaria suas vidas e, principalmente, seus sentimentos.




Resenha


Depois de termos conhecido a história de Mariana Montenegro, a caçula da poderosa e tradicional família de Joinville em Ilusão, chegou a hora de conhecermos a história do patriarca da família, o irmão mais velho, Marcos Montenegro.

Enquanto líamos a história de Mariana e Guilherme vimos que Marcos tinha um caso com sua assistente executiva Rachel Vidal, mas que não pretendia assumir um relacionamento com a jovem 15 anos mais nova do que ele por conta de sua posição social, afinal, sendo o patriarca de uma das famílias mais influentes de Joinville não seria adequado ter uma família com alguém de uma classe social inferior. Por esse motivo, sempre que precisava comparecer a eventos sociais ele estava sempre acompanhado de Pierla Villela, uma socialite muito respeitada que havia morado durante muitos anos fora do Brasil. Entretanto, em dado momento da história, Rachel desapareceu e Marcos ficou louco de raiva. Mas é claro que antes de Ilusão terminar ele já tinha encontrado ela. É exatamente assim que começa Doce Prisão, com Marcos abordando Rachel em Florianópolis e exigindo que ela retorne para ele.

Rachel fugiu sim, mas o fator principal dessa fuga é a piora do estado de saúde do seu pai, mas, embora entenda que ele é a única família que Rachel tem, Marcos não aceita que ela o deixe, portanto, faz de tudo para ajudar o pai dela, mas como forma de conseguir que ela volte para Joinville com ele, sendo o seu "caso secreto".

Marcos Montenegro tem 39 anos e é um grande empresário. Desde a morte dos pais ele precisou assumir toda a empresa e a criação de suas duas irmãs mais novas, que se odeiam. Marcos traz a família e a empresa em rédea curta e como consequência, suas relações seguem o mesmo padrão. Com Mariana, que não aceita esse tipo de controle, sempre houveram muitas discussões. Com Isadora, mais centrada e fria, é uma relação mais complicada, afinal, com o tempo ele viu que a irmã foi criando uma máscara para se proteger das relações e sentimentos. Rachel é mais uma mulher "complicada" em sua vida, como ele costuma dizer, mas não consegue se afastar dela.
Aos 39 anos, não era como se eu não planejasse ter meus próprios herdeiros. Eu os queria. O que me impedia de tê-los agora era um motivo egoísta, para não dizer estúpido: eu ainda não me achava preparado para abrir mão da Rachel em prol de uma vida exemplar ao lado da mulher correta para mim.
P. 07
Rachel na verdade não tem nada de complicado além do normal. Criada pelo pai após a mãe tê-los abandonado, sempre lutou bravamente para conseguir o que queria. Estou, trabalhou, conseguiu uma vaga como estagiária na empresa da família de sua melhor amiga e, provando sua competência, foi contratada após se formar. Ela só não imaginava se ver envolvida com seu chefe e completamente apaixonada por ele. Aos 24 anos, ela se vê em um momento crítico de sua vida: vendo seu pai deixá-la sem que possa fazer nada para impedir.

Como a narrativa é alternada entre Marcos e Rachel, fica claro para nós que Marcos sente-se atraído por Rachel e não sabe lidar com isso muito bem, pois a força desse sentimento o faz lembrar do pai, quando teve um caso fora do casamento, que desestruturou a família anos atrás. Por outro lado, a gente verá que Rachel é completamente apaixonada por Marcos e por isso aceitou durante tanto tempo ser apenas um caso na vida dele, na esperança de que em algum momento conseguisse transpor as barreiras que ele tinha em volta de si.
— Nunca houve outra mulher, Rachel. — Fiquei confusa. — Eu demorei a entender o porquê, mas agora que o fiz, consigo enxergar significado em cada um dos meus erros. Eu lutei bravamente contra a gente. Tentei te afastar para não ter que lidar com meus sentimentos. Mas, quando eu te perdi, toda a minha vida perdeu o sentido.
P. 310
O relacionamento entre Rachel e Marcos é muito complicado e turbulento, afinal ele é muito possessivo, ciumento e teimoso e, depois de voltar para ele, Rachel decide se impor mais na relação e não aceitar tudo que ele quer - algo que Marcos não está acostumado.

Durante a leitura de Ilusão eu fiquei muito curiosa para conhecer esse casal, mas lendo Doce Prisão eu só tinha raiva de Marcos por suas atitudes, pela maneira como tratava Rachel e por ela aceitar, acreditando que ele a amaria. Numa relação de amor e ódio, Jas trouxe muito para esse livro, para mostrar ao poderoso Marcos Montenegro que muitas vezes o poder do dinheiro e do sobrenome não resolvem todos os problemas que aparecem pelo caminho.

Além dos protagonistas, Jas também trouxe durante a história alguns trechos na perspectiva da Isadora, o que me deixou ainda mais curiosa por essa personagem. Com certeza não posso deixar de ler Perdoe meu Coração.

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob 😉
Comentários
2
Compartilhe

2 comentários:

  1. Que lindeza de capa!!! Acompanhei a resenha do primeiro livro e agora lendo a resenha deste segundo volume, preciso iniciar a série o quanto antes.
    Amo enredos assim, que remetem a famílias, personagens que de uma maneira ou outra, acabam se completando e sendo muito importantes na história.
    Tem outro ponto que me agrada e muito neste livro, o debate da diferença de idade. Assunto que eu amo ler!
    Com certeza, lerei os dois livros já lançados!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, e o bom é que temos a chance de conhecer os três irmãos, não só um pouquinho, mas eles enquanto protagonistas nos permite aprofundar esse entendimento.
      O terceiro já saiu, mas não pela Astral, a autora publicou de maneira independente.
      Beijos

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações