12 de mar. de 2019


[Resenha] Em Silêncio - Leddy Harper

Ficha Técnica 

Título: Em Silêncio
Título Original: Silenced
Autor: Leddy Harper
ISBN: B07P79MJWK
Páginas: 351
Ano: 2019
Tradutor: Bianca Carvalho e A.J. Ventura
Editora: Cherish Books
Quando criança, Killian Foster sobreviveu ao inimaginável. Mudo e cheio de cicatrizes, ele passa a maior parte do tempo sozinho, com seu caderno de desenhos, na floresta atrás da casa de sua tia. Até que surge Rylee Anderson... Quando Rylee vê Killian pulando a cerca da casa ao lado, ela o segue, despreparada para o garoto que encontra e para a relação que se desdobraria nos próximos sete anos. Ou o silêncio que se seguiria. Lutando entre o ódio de seu passado e a promessa de seu futuro, Killian deve fazer escolhas que poderiam afetar mais do que apenas ele. Opções que testariam o limiar entre o certo e o errado. Decisões que poderiam romper o vínculo com o único amor que conheceu. Ódio ou amor. Vingança ou perdão. Silêncio ou sua própria voz.

Resenha


Aos 11 anos Killian Foster é um garoto silencioso. Vivendo com sua tia Elise, sua vida se resume aos seus cadernos e o tempo que passa sozinho na floresta próxima a casa da tia. Mas nem sempre foi assim. Killian era um garoto com uma família que o amava, mas aos oito anos uma terrível tragédia acometeu sua família e ele se viu órfão de pai e mãe de uma hora para a outra e sendo passado pelos cuidados de vários familiares, que logo o passavam à frente como se fosse um objeto. Entretanto, ele encontrou um lar quando sua tia Elise resolveu que ela criaria o sobrinho, ainda que tivesse apenas 26 anos.

Killian sabia que Elise o amava e fazia de tudo para que ela não o devolvesse também, mas conviver com o trauma não era nada fácil, afinal, além de ver os pais mortos, ele também foi agredido psicologicamente e fisicamente: os assassinos marcaram nele o que é conhecido como Sorriso Chelsea e, desde essa noite ele não fala. Sua comunicação com a tia e com todos os médicos pelos quais passou ao longo dos anos foi feita através da escrita. Ele saiu da escola para passar a ter aulas particulares, pois, além do trauma e de não mais falar, Killian sempre teve dificuldade em acompanhar os estudos por conta de sua memória fotográfica, que não o ajudava nem um pouco nos estudos e, claro, não ajudou a superar o trauma, uma vez que ele lembrava de cada detalhe da noite em que os pais morreram.

É em uma das fugas para a floresta que ele conhece Rylee Anderson, sua vizinha. Quando Rylee viu o garoto pulando a cerca da casa de sua vizinha em direção a floresta ficou curiosa como qualquer criança de 10 anos ficaria, ou seja, foi atrás dele para saber quem era ele, desde quando morava na casa ao lado da sua e tudo mais que pudesse descobrir, ela só não estava preparada para um garoto que não falava e tinha uma cicatriz muito estranha no rosto.
Gostava de ficar perto dela. Fazia com que as imagens em minha cabeça desaparecessem e acalmavam a ansiedade que eu sentia. Aplacava a raiva que surgia quando eu pensava na noite em que perdi meus pais, Estar com ela só me deixava... feliz. Pacífico.
Posição 12%
A curiosidade vira uma amizade repleta de cumplicidade e com o passar dos anos Rylee passa a ser a única a ouvir a voz de Killian. Além disso eles aprendem um com o outro, crescem, descobrem o amor, mas Killian não consegue se libertar do trauma, da dor que vive dentro dele e, ao completar 18 anos, ele desiste do plano que tinha feito com Rylee e vai embora de Smithsville.

A história dá um salto de cinco anos e encontramos Rylee vivendo em Baltimore. Embora ela tenha terminado a faculdade e o plano fosse retornar ao Tennessee, ela está em um relacionamento de apenas quatro meses com Josh, seu primeiro relacionamento depois que Killian saiu de sua vida e ela espera conseguir seguir em frente e um dia superar o amor que ainda sente por ele, ela só não tinha ideia de que a luta de Josh traria Killian de volta para sua vida.
— Nada mudou. Eu ainda sou eu — ele argumentou com uma voz tão profunda que poderia ter sido um grunhido. — Eu ainda te amo tanto quanto no dia em que me afastei para perseguir meus demônios. Mais. Eu te amo muito mais. Porque agora estou mais perto de ser livre. E eu não quero mais do que amar você livremente. Abertamente.
Posição 62%
Ao reencontrar Rylee, Killian está decidido a não deixá-la novamente, mas nada é fácil na vida desses dois, pois Killian não desistiu de ter sua vingança - ainda que Rylee não saiba como ele conseguirá isso - e isso fará com que ela duvide de que esse relacionamento possa ser reconstruído.

Em Silêncio é um livro com uma grande carga emocional. O drama vivido por Killian não é fácil de absorver, ainda mais quando imaginamos que ele tinha apenas oito anos quando tudo aconteceu, que ficou com uma marca no rosto que o lembrava constantemente do que viveu, o medo de falar e as consequências que isso poderia trazer.

Os protagonistas me conquistaram desde o início e eu torci muito para que Rylee ficasse ao lado de Killian, que ele conseguisse se abrir com Elise e superasse todo o sofrimento que viveu e, com tudo isso, em vários momentos o fôlego escapou e as lágrimas rolaram.

Adorei essa primeira experiência com a escrita da Leddy Harper que teve drama, amizade, romance e superação e espero que outros livros dela sejam publicados aqui.
— Um olhar para este corpo — meus dedos roçaram sua pele como um pincel sobre o papel — e não haverá dúvida a respeito de a quem você pertence.
— Eu não sou propriedade, Killian. Eu não pertenço a ninguém.
Eu caí sobre minhas mãos, enjaulando-a debaixo de mim.
— Você possui meu coração, Rylee. Tudo de mim. Eu amei você ontem, amo hoje e vou amar amanhã. Sim, você pertence a mim. Sempre pertenceu. Sempre pertencerá.
Posição 74%
Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob 😉
Comentários
1
Compartilhe

Um comentário:

  1. Uau!!!Que capa incrível!! Primeira resenha que leio dele e já me apaixonei por Killian e sua história de vida.
    Pois apesar de ser marcado literalmente pela vida, não perdeu a esperança no amor e isso talvez seja o que move o livro todo!
    Com certeza, vai para a lista de desejados.
    Beijo

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações