30 de mar. de 2019


[Resenha] Quando a Noite Cai - Carina Rissi

Ficha Técnica 

Título: Quando a Noite Cai
Autor: Carina Rissi
ISBN: 978-85-7686-580-3
Páginas: 476
Ano: 2017
Editora: Verus
Briana Pinheiro sabe que não é a pessoa mais sortuda do mundo. Sempre que ela está por perto algo vai mal, especialmente no trabalho. Por isso é tão difícil manter um emprego. E a garota realmente precisa de grana, já que a pensão da família não anda nada bem. Mas esse não é o único motivo pelo qual Briana anda perdendo o sono. Quando a noite cai e o sono vem, ela é transportada para terras distantes: um mundo com espadas, castelos e um guerreiro irlandês que teima em lhe roubar os sonhos... e o coração. Depois de ser demitida — pela terceira vez no mês! —, Briana reúne coragem e esperanças e sai em busca de um novo trabalho. É quando Gael O’Connor cruza seu caminho. O irlandês de olhar misterioso e poucas palavras lhe oferece uma vaga em uma de suas empresas. Só tem um probleminha: seu novo chefe é exatamente igual ao guerreiro dos seus sonhos. Enquanto tenta manter a má sorte longe do escritório, Briana acaba por misturar realidade e fantasia e se apaixona pelo belo, irresistível e enigmático Gael. Em uma viagem à Irlanda, a paixão explode e, com ela, o mundo de Briana, pois a garota vai descobrir que seu conto de fadas está em risco — e que talvez nem mesmo o amor verdadeiro seja capaz de triunfar...

Resenha


Nossa, nem sabia que tinha sentido tanta falta das histórias da Carina Rissi, com seus personagens e diálogos divertidos.

Quando a Noite Cai nos apresenta Briana Pinheiro, uma jovem de 23 anos que tem uma certa afinidade com situações desastrosas - a garota é um verdadeiro imã de problemas - e é assim que a história começa, com ela se envolvendo em uma tremenda confusão no restaurante onde está trabalhando há alguns dias e sendo demitida em seguida - a terceira demissão do mês. Mas isso não é novidade para ela e sua família.
Desistir nem sempre é perder. Muitas vezes abandonar o que não está funcionando é a única maneira de ter a chance de um recomeço.
P. 311
A família de Briana tem uma pensão, mas desde a morte do pai, enquanto a mãe e a irmã cuidam do local, ela tem se dedicado a conseguir um emprego para conseguir manter as despesas em dia, mas isso não tem sido fácil, além de não conseguir ficar uma semana em qualquer emprego, a pensão tem apenas uma hóspede há anos - Dona Lola - que já é praticamente da família a essa altura.

Como se isso tudo não fosse suficiente, desde seu aniversário de 18 anos ela tem um sonho recorrente sobre uma história de amor de uma princesa e um guerreiro irlandês. Como Briana mesmo diz, os sonhos mais parecem uma série onde, a cada noite, ela tem acesso a um episódio da história de Lorcan e Ciara. Esses personagens a perseguem há cinco anos e Lorcan é recorrente nos desenhos que ela faz até que, ao sair frustrada de uma quase entrevista de emprego e de quase ter sido atropelada, ela vê Lorcan diante de seus olhos - e nem está dormindo.
— Dona Lola, não existe nada entre nós. — Eu a soltei, rindo. — De verdade.
— Pode repetir isso pra si mesma, se te traz algum conforto. Mas eu sei o que eu vi. Vocês se encontraram. E, quando isso acontece, nada mais pode ser feito.
P. 186
Enquanto seu quase atropelador lhe dá toda assistência necessária, Briana não deixa de notar o quanto ele é lindo/quase cópia idêntica de Lorcan, e é aí que sua sorte parece mudar. Gael O’Connor é um empresário bem sucedido e está em busca de uma assistente pessoal e assim, finalmente Briana tem a chance de um emprego novamente e quem sabe assim ajudar nas contas em casa, além é claro de ficar próximo de Gael.

Ao trabalhar com Gael, Briana começa a enxergar as diferenças entre ele e Lorcan, mas ainda assim não consegue deixar de sentir atração pelo novo chefe - difícil, sem dúvida. Quanto mais tempo passam juntos, mas a relação entre eles se torna mais próxima e Lorenzo - amigo de Gael e antigo assessor - percebe como ele está diferente após a chegada de Briana, mais leve e relaxado como nunca havia visto antes.
— Você não sai da minha cabeça. — No tempo de uma pulsação, ele estava diante de mim outra vez, a tormenta dentro de si ganhando força. — Eu tento não pensar em você, mas é impossível, porque você está bem ali, batucando na mesa com o lápis, trançando o cabelo, sorrindo para o celular enquanto responde a alguém, sendo gentil e educada com todo mundo. Estou cansado de fingir que não te vejo, que ão penso em você, que não te desejo, e de me sentir miserável por isso. Eu sei que você é capaz de entender o que eu digo. Eu sei que é, porque você é a única pessoa que realmente pode me ver por dentro.
P. 244
Quando a Noite Cai é narrado em primeira pessoa pela Briana, então só temos a visão dela, mas é tão divertida que nem senti falta do lado do Gael. Além disso, a narrativa alterna o presente e os sonhos de Briana, o que nos faz relacionar as duas histórias e entender que mistério ronda o passado de Gael.

O livro tem romance, drama, humor e fantasia e me fez suspirar e torcer para que Gael se desse uma chance para ser feliz e que a onda de azar de Briana desse uma trégua para a garota, sem falar que eles viajam a negócios para a Irlanda e eu fiquei sonhando acordada com o dia que poderei visitar esse país, que Vitória já mostrou um pouco aqui no blog na coluna Próxima Parada. Carina também aborda temas como a importância da amizade e da família como alicerces e foi muito feliz em como reuniu tudo isso nesse livro que, embora tenha mais de quatrocentas páginas, a leitura é absolutamente leve e a gente nem percebe que tem tudo isso - na verdade, no final eu ainda queria mais.

Se você curte uma boa comédia romântica, mais uma vez a Carina não deixa a desejar, vale muito a pena a leitura desse romance.
É natural do ser humano lutar. E, sempre que nos sentimos ameaçados, acuados, amedrontados ou feridos, nós atacamos, porque é o jeito mais fácil de mascarar a dor. Perdoar exige muito mais: mais bravura, mais coragem, mais força.
P. 410-411
Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob 😉
Comentários
2
Compartilhe

2 comentários:

  1. Não vejo a hora de poder conferir as letras da autora! Tudo que já li a respeito do trabalho dela é positivo!
    E pelo que li acima, esta é mais uma história baseada em fatos reais..rs(identificação total) na parte do desastre ambulante!
    Lerei!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro os livros da Carina, Angela, todos são assim grandes e todos tem a mesma capacidade de nos contagiar do início do fim

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações