4 de mar. de 2019


[Resenha] Subindo pelas Paredes - Alice Clayton

Ficha Técnica 

Título: Subindo pelas Paredes
Título Original: Wallbanger
Autor: Alice Clayton
ISBN: 978-85-8240-147-7
Páginas: 280
Ano: 2014
Tradutor: Paulo Nogueira
Editora: Benvirá
A primeira noite de Caroline em seu novo apartamento é promessa de que dias – e noites – agitada virão. Ela não poderia imaginar que dividira a fina parede de seu quarto com um cara capaz de deixar uma mulher completamente maluca na cama. Aliás, uma não Caroline já contou pelo menos três gritos e gemidos diferentes. Conviver toda madrugada com a animação do apartamento ao lado deixa Caroline ainda mais afundada na crise sexual que a acompanha há tempos. Mas ela nem sequer pode imaginar que o vizinho que ela abomina pode ser o único capaz de lhe trazer de volta seus orgasmos. Em “Subindo pelas paredes”, Alice Clayton mistura humor, paixão e boas doses de sensualidade, capazes de fazer qualquer uma cair de joelhos e se apaixonar.

Resenha


Depois de tanto tempo enfim tive a oportunidade de ler Subindo pelas Paredes, meu primeiro contato com a escrita da Alice Clayton.

Nessa história conheceremos Caroline Reynolds, uma jovem designer de interiores de 26 anos formada em Berkeley que é apaixonada pela sua profissão, entretanto, sua vida pessoal não vive bons momentos desde que teve um caso de uma noite com Cory Weinstein, afinal, junto com a única vez em que ficaram juntos, ele levou seus orgasmos. Sim. Vocês não entenderam errado. Desde que saiu com ele Caroline não tem mais orgasmos, nem mesmo sozinha. E já tem meses nessa situação 😱.

Agora ela alugou o antigo apartamento de sua chefe e seu novo vizinho lhe deu as boas-vindas logo em sua primeira noite: Caroline escutou e praticamente participou do sexo que o vizinho praticava do outro lado de sua parede, com direito até ao quadro que estava pendurado em sua parede cair em sua cabeça. É dessa maneira que ela descobre que o nome dele é Simon e essa situação se repete por mais duas noites - com mulheres diferentes. Embora haja uma leve pausa, toda a atividade retorna poucos dias depois e Caroline já não aguenta mais as noites insones e as loucuras de Clive - seu gato - que fica completamente alucinado com uma das amantes de Simon, que mia durante o sexo. Assim, ela bate na porta dele em plena madrugada vestida apenas com um baby-doll cor-de-rosa exigindo que ele tenha o mínimo de consideração pelos vizinhos que precisam dormir e trabalhar no dia seguinte.

Caroline e Simon não se encontram mais nos dias seguintes, mas o reencontro se dará onde ela menos espera: na inauguração da casa nova de Jillian - sua chefe - e Benjamin, o noivo dela. Acontece que Simon conhece Benjamin há anos e o tem como alguém da família.
A primeira coisa que vi foi o azul. Suéter azul, olhos azuis. Azul. Esplendidamente azul. Então, tudo ficou vermelho quando reconheci a quem pertencia aquele azul.
— Maldito Trepador de Paredes — assobiei, petrificada.
Seu sorriso se desfez enquanto ele tentava me identificar.
— Maldita Garota do Baby-Doll Cor-de-Rosa — concluiu. Fez uma careta.
P. 48
Simon Parker tem 28 anos e é um fotógrafo renomado, faz diversos trabalhos para vários jornais e revistas e para isso ele viaja constantemente. Assim, ele não pensa em manter um relacionamento monogâmico, o arranjo que tem com suas amantes é bastante satisfatório para os quatro. Menos para Caroline, é claro.

Caroline tem duas melhores amigas que lhe apoiam muito e, coincidentemente nessa festa  na casa de Jillian e Benjamin conhecerão não apenas o Trepador de Paredes como os amigos deles, que são - rufem os tambores - exatamente o que elas sempre quiseram como namorados. Como os quatro iniciarão logo um romance e após serem formalmente apresentados, Simon e Caroline decidem dar uma trégua nas brigas constantes e começam a perceber como têm coisas em comum.

Como o livro é narrado na visão da Caroline, tudo que sabemos é de acordo com o que ela percebe e imagina, mas ela é uma personagem bastante decidida na maioria das vezes - todo mundo tem o direito de surtar um pouco de vez em quando, principalmente se estiver frustrada sexualmente há meses. Embora ela sinta-se atraída por Simon, ela sabe da maneira como ele se relaciona com as mulheres e não se vê em um relacionamento dessa forma. Ao mesmo tempo, ela passa a conhecer mais sobre o passado dele por conta de Jillian e com a própria convivência com ele e isso torna a situação de serem apenas amigos cada vez mais difícil. #SimonÉUmFofo 😍
Era óbvio: estávamos divinamente atraídos um pelo outro, e, em outro espaço, em outro tempo, o sexo seria em todos os espaços, o tempo todo. Porém, ele tinha seu harém, e eu, meu jejum, sem mencionar que eu não tinha meu O. Continuaríamos amigos, portanto.
P. 125
Além do romance que esperamos que ocorra entre Simon e Caroline, o livro mostra as relações de amizades deles com os amigos (que agora são casais), como tentam ajudá-los. Mostra um pouco do relacionamento de Mimi, Ryan, Sophia, Neil e, claro, mostra o divertido Clive - sério, esse gato é maravilhoso 😂.

Eu achei a história muito divertida e, sendo o início da série Cocktail, já quero ler mais sobre esse casal e suas aventuras. Espero que nos próximos livros continue mostrando os amigos deles, pois são todos maravilhosos - o que é Neil e Ryan? Apaixonada é pouco por esses quatro 😍 (inclua Benjamin nessa conta 😂😂😂😂)
— É sempre bom quando aquilo que você precisa e aquilo que você quer são a mesma coisa — disse Simon, segurando a porta aberta para mim.
P. 160
Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob 😉
Comentários
2
Compartilhe

2 comentários:

  1. Gosto muito quando um livro não foca somente no casal de personagens, no romance que vai sendo construído entre eles, mas também que aborda outros temas junto, como no caso do livro, a amizade!
    Acho isso tão mais gostoso!
    E como não conhecia o livro, com certeza, quero muito poder conhecer!!!
    Vai para a lista de desejados.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Angela, parece mais completo, né?
      Eu já providenciei o segundo para ler, quero fazer isso logo.
      Beijos

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações