4 de mai de 2019


[Cinema] Vingadores: Ultimato

“Parte da jornada é o fim.”
Tony Stark
Resultado de imagem para avengers endgame

Foram onze anos de preparação, desde o primeiro Homem de Ferro (2008), quando o público se acostumou a ver super heróis nos cinemas. Um projeto que sustentou um estúdio, uniu duas das maiores empresas de entretenimento do mundo e moldou o gosto do público (agora tá todo o mundo mal acostumado com as cenas pós-créditos). Depois de vinte e dois filmes, mais uma fase se encerra no Universo Cinemático da Marvel (MCU) e a gente se prepara pro fim de uma era. E pra chorar mais um pouquinho.

Ultimato começa pouco depois do fim de Guerra Infinita e mostra alguns dos heróis restantes tentando lidar com as consequências do estalo de Thanos. Como viver com o fato de que metade das pessoas que você ama não existem mais? Quando não existem corpos pra serem velados nem estrutura emocional pra lidar com tantas perdas de uma vez? Enquanto algumas pessoas tentam seguir em frente, outras são incapazes de se conformar e essa revolta vai dar origem ao plano pra confrontar Thanos de novo.

Resultado de imagem para avengers endgame
 “Algumas pessoas seguem em frente. Nós, não.” (Steve Rogers) 

[Tem pouca coisa que dá pra contar sobre o enredo sem cair na armadilha do spoiler e, lembrando da histeria coletiva que tomou conta das redes sociais nas últimas semanas (que envolveu desde gente publicando detalhes da trama até o filme ser vazado na internet), é importante lembrar o que é spoiler: detalhes do enredo que estragam a experiência de quem assiste. Material de divulgação e informação que tá no trailer não são spoilers.]

Como o capítulo de encerramento do “crossover mais ambicioso de todos os tempos”, Ultimato tem a responsabilidade de criar um bom conflito, encerrar os arcos de alguns personagens e estabelecer o futuro do MCU. Muita coisa pra um filme só. Com um conflito angustiante, o longa consegue cumprir todas as suas funções. Ele encerra os ciclos de alguns personagens de forma satisfatória, que faz sentido e tem um propósito dentro da trama (apesar de fazer a gente chorar). E quem fica no final é quem segue pra próxima fase, os personagens que vão representar o MCU daqui pra frente, o futuro dos filmes de super heróis.

Apesar das minhas expectativas de alguns personagens aparecerem mais no filme, o conjunto funciona muito bem como filme de ação. Com muitas cenas emocionantes e um encerramento lindíssimo. Possivelmente o melhor filme que poderia ter sido feito para terminar esta fase dos Vingadores e do MCU.

Numa escala de um a cinco Doutores Estranhos que viram o fim e não contaram  spoiler, o quanto eu gostei do filme:

Imagem relacionadaImagem relacionadaImagem relacionadaImagem relacionadaImagem relacionada
Comentários
1
Compartilhe

Um comentário:

  1. Um encerramento à altura!!Acho que foi tudo direitinho. Drama na medida certa, despedidas, reencontros, redenção!
    Não achei um filme totalmente de ação, já que nas primeiras horas do filme, tudo flui mais lento, mais atacando nossa parte emocional...Mas o fim?? Ah meu Deus!!!
    Emocionante e pretendo rever em breve!
    Beijo

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações